Disputa no Pará

O Eco
Gustavo Faleiros
A região central do Pará é novamente palco de um intenso conflito social que pode ter graves conseqüências ambientais. Moradores do munícipio de Prainha e da Vila de Santa Maria de Uruará - próximos à Transamazônica-, que há 6 anos pleiteam a criação de um reserva extrativista (Resex) na região,foram pegos de surpresa com a decisão do governo do Pará de destinar as terras para a implantação de uma Floresta Estadual (Flota) e uma Aréa de Proteção Ambiental (APA). As comunidades e a Ong Greenpeace entenderam a medida como uma forma de beneficiar as madereiras que atuam na região.

Leia mais {aqui}.

Nenhum comentário: