Uma década de blogosfera

Blogs: 10 anos de (r)evolução

Silvio Meira

Jornais muito antigos, no mundo inteiro, estão em sérias dificuldades. O editor do New York Times, pra citar um dos grandes, não sabe se continuará imprimindo o jornal daqui a três anos. O que os blogs têm a ver com isso?...

Maio é o mês das noivas e abril é o mês dos blogs. Há dez anos, num dia de abril, Dave Winer começou a publicar um diário em rede que viria a ser considerado por muitos o primeiro blog. Claro que ninguém nunca saberá exatamente quem foi o primeiro, até porque muitos dos milhões de usuários que tinham páginas na web em 1997 publicavam coisas que pareciam com o que hoje nós chamamos de blog. À maioria daqueles “sites”, porém, faltava interação, a possibilidade do leitor dar sua opinião no rodapé do texto do autor, transformando cada entrada em uma discussão. Mas tudo bem: quase a totalidade dos blogs de hoje também não tem interação, seja porque a audiência não se interessa em comentar ou porque o autor não se interessa ou não tem energia para manter um diálogo com seus leitores.

Mas daqui a pouco a gente chega no hoje. Como foi o ontem desta história? Meu ponto de partida pessoal é um artigo de Steve Harnad, publicado na revista Psychological Science em 1990 (Scholarly Skywriting and the Prepublication Continuum of Scientific Inquiry) enquanto ruía a cortina de ferro. Steve defende que os mecanismos acadêmicos de publicação de resultados das pesquisas também irão passar por uma “perestroika científica” e que tal revolução na produção de conhecimento iria ocorrer porque os mecanismos clássicos de discussão informal pré-publicação dos resultados, na forma de telefonemas, encontros, cartas e mesmo emeio (em uso na comunidade científica desde a década de 80) seriam ampliados “por um novo modo de relacionamento, incomparavelmente mais amplo e sistemático em sua distribuição, potencialmente global em escala e quase instantâneo em velocidade, ainda por cima sem precedentes nas formas de interação”.

Ótimo artigo. Para continuar a leitura clique aqui.

2 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Interessante, intuitivamente já tinha me tocado que os blogs eram apenas uma evolução de alguma coisa.... E bem que estou tentando criar maior sinergia com os comentaristas. É difícil mas vou tentando.

Val-André Mutran disse...

Isso vem naturalmente com o tempo Ricardo. Afinal, vivemos no país da exclusão digital.