Poesia da madrugada fria

Uma lembrança de Verão

Val-André Mutran (5/05/2007)


Se um dia pudesse voltar no tempo...
Ouviria que seja por encanto o sussurrar do vento. Leria muito mais Pablo e Spinoza à fórmulas de Kent.

Se um dia me fosse permitido olhar o tempo...
Repararia o corpo perfeito dos bem acabados ateus que não reparam santos, pois, movem-se como Deus.

Se um dia me fosse concedido ouvir o tempo...
Calaria, circunspecto Callas após o Ato final.

Assobiaria besteiras para espantar a sina.

Se alguma vez conhecesse o encanto...

Confraria um trato: o de adiar a fome, aviltar a vontade, esquecer a dor, levitar no agora; encantar-me com a noite: perder-me de amor pelo dia.

Se apesar de tudo e só peço haja não me for permitido...

Que a morte venha tântrica, semântica, pois é tempo de trabalho
Muitos me esperam
Poucos me verão...
...No Inverno.

6 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Muito bom. belissimo texto. Nem sempre comento mas não deixo de vir visitá-lo. Grande abraço

Val-André Mutran disse...

Você é generoso com seus amigos da blogosfera.
Penso que isso é muito bom.
Seu blog está superando em muito a média.
Da mesma forma que você sempre dá uma passidinha aqui nos Corredores; da mesma forma vou sempre lá no Jus Indiganatus.
Só um senão: a planilha a ser preenchida pelos visitantes poderia ser menos formal e trabalhosa.
Várias vezes postei comentários no seu blog pelo celular e os mesmos não derão o "ar" da graça.
Basta de tanta burocracia, né não?!
Grande e fraterno abraço amigo.

Fred Guerreiro disse...

Olha só. Val também é dos versos, e dos bons.

Val-André Mutran disse...

De vez em quando traço esses rabiscos na calada da noite. É inpsirador e faz bem à alma. Tente você também.

Fred Guerreiro disse...

Eu já faço isso. Já até publiquei.

Val-André Mutran disse...

É uma prática muito pessoal, reconheço.

Boas ou ruins, nossas poesias são o espelho de nossas almas.

Com a blogosfera, em algum momento, blogueiros têm a oportunidade antes engavetada, de publicar esses sentimentos tão pessoais, não é mesmo Fred.

P.S Tardio: Como tive uma semana pesada, só ontem, ao madrugar, gravei seu DVD, o qual despacho amanhã.
Promessa é dívida amigo.