As melhores capas de disco de Rock

Julgando o som pela qualidade das capas. Isso é possível? As Melhores Capas de Disco de Rock
Foi ao ar dia: 09/10/2007 (ao vivo pela Interferência 91,5 FM)

01 – Sabotage (1975) – Black Sabbath
Música: "Sympthon of Universe"

02 – Os Mutantes e seus Cometas no País dos Baurets (1971) – Os Mutantes
Música: "Posso Perder Minha Mulher, Minha Mãe Desde Que Eu Tenha O Rock and Roll"

03– Disraeli Gears (1967) – Cream
Música: "Strange Brew"


04 – Eletric Ladyland (1968) – Jimi Hendrix
Música: "Crosstown Traffic"

05 - A Night at the Opera (1975) - Queen
Música: "Death on Two Legs (Dedicated to...)"

06 - Physical Graffiti (1975) – Led Zeppelin
Música: "The Rover"

04 – Abbey Road (1969) – The Beatles
Músicas: "Golden Slumbers" e "Carry The Weight"

03 – Dark Side of The Moon (1973) – Pink Floyd
Música: "Breathe"

02 - Deep Purple in Rock (1969) – Deep Purple
Música: "Living Wreck"

01 – Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967) – The Beatles
Música: "Getting Better"

Qual é a sua predileta?

Comente no lugar apropriado no rodapé deste post onde se lê:

4 comentários:

Yúdice Andrade disse...

Gostei do Sgt. Pepper's..." porque, além de visualmente bonita, carrega muita mensagem, já que cada personagem ali representado tem lá a sua finalidade.
Também gostei da capa do Jimi Hendrix, não pelas mulheres nuas, mas pelo detalhe de uma delas ter uma imagem do rosto dele nas mãos. Como a tendência seria olhar a nudez, ainda mais naquela época, a individualização do artista ficou sutil e muito bem pensada.
Sem bairrismos, adorei a capa dos Mutantes, por ser bonita. Ela é bem "psicodélica", quase uma síntese da estética da época.

Val-André Mutran disse...

Seu gosto é muito apurado Yúdice.

A capa do disco do Jimi Hendrix foi proibida nos Estados Unidos.

A edição americana é com outra capa.

Fico numa situção difícil ao externar minha opinião pessoal pois, o que me interessa aqui é o debate.

Claro que tenho minha opinião pessoal. E desses discos, o que mais alterou minha sensibilidade foi Dark Side of the Moon. Alterou mesmo. Até pelo conteúdo extraordinário oferecido, sem desmerecer, claro, os demais.

Yúdice Andrade disse...

Quando vi a capa do Hendrix, imediatamente me veio à mente: "não acredito que isso circulou nos Estados Unidos", ainda mais naquela época. Afinal, em plenos anos 90, quando Marisa Monte lançou o CD Barulhinho bom, cuja capa era uma ilustração do Carlos Zéfiro, mostrando uma mulher com os seios desnudos, houve censura e o CD foi vendido lá com uma tarja vermelha.
Um desenho!!
Ê povinho sem noção! Censuram amenidades (algumas, como as citadas, de valor artístico) e liberam todo tipo de pornografia, além do supra sumo do mau gosto, como Eddie Murphy e seus filmes de peido.

floema disse...

o physical grafitti na época tinha as janelas recortadas e a parte interna do álbum podia criar diversas imagens nas janelas quando a tirava para pegar o LP. o mesmo aconteceu com o led III, mas nesse era um disco de papelão que não saía e que estava cheio de figuras que revezavam nos círculos da capa e girava pela beirada

a do sabotage é realmente uma sutilez da loucura, e o pior é que a calça do bill ward é meio transparente e ele usa um cueca quadriculada, ahahaha dá pra ver pela contra-capa que são eles de costa

gosto da capa do axis: bold as love do hendrix e a jardim elétrico dos mutantes

abraços