Agora é com Eike Batista

Caros leitores (as), está aberta a temporada de caça aos espertalhões endinheirados no país.

A semana começou com o prende e solta de Daniel Dantas, Naji Nahas e Celso Pitta. Agora é a vez do empresário Eike Batista.

A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira um mandado de busca e apreensão na casa de um dos homens mais ricos do mundo, como parte de uma operação que visa averiguar a existência de suposta fraude na concessão de uma estrada de ferro no Amapá, informou a assessoria de imprensa da PF.

Vai sobrar para o governo do Amapá.

As ações da ONX, a petrolífera de Batista, que nunca arrancaram das entranhas da terra um único mísero milímetro de petróleo, está puxando a queda na Bovespa.

As ações já despencaram em torno de 8% desde a divulgação da operação da PF que é desdobramento da "Toque de Midas".

Midas, para quem não lembra é um personagem da mitologia grega, o rei da cidade frígia de Pessinus. É baseado em um rei de mesmo nome da Frígia no século 8 A.C., e faz parte de dois mitos. O mais conhecido atribuía à figura mitológica que qualquer objeto que tocasse transforma-se em ouro.

Pelo visto, o ouro (negro) de Eike é de tolo.

Nenhum comentário: