Rumo ao Norte

Fotos: Val-André















A saída de casa em Brasília

Saímos na quinta-feira, 17, de Brasília (DF) ao meio dia e meio em direção à Marabá (PA). Tocamos sem parar, exceto para reabastecimento do carro.













Essa é a vista de barco da orla de Marabá

As 20h30 jantamos na Churrascaria do Gaúcho em Porto Nacional (TO). A estrada via saída norte do DF qua dá acesso ao Goiás e ao Tocantins não tem um buraco. A sinalização é excelente e decidi tocar até o meu destino.

Minha esposa Lucia Helena não enjeita um desafio e assim o fizemos.









A travessia para a praia

Exatamente as 2h30 da manhã de sexta-feira, 18, reabastecemos em Araguaína (TO). Havia 12 horas que eu estava dirigindo. Passei a direção para Lucia e ela tocou o carro até Xambioá (TO).

Acordei e atravessamos na balsa para São Geraldo do Araguaia na divisa TO-PA.

Os 160 quilômetros que separam São Geraldo de Marabá é uma tristeza. A estrada é uma avacalhação.

Reassumi a direção e chegamos na porta da casa de meus pais exatamente as 6h10 da manhã.

Após o almoço fomos para a praia do Tucunaré, bem em frente a cidade.

Nos instalamos na barraca da Terezinha, a primeira a se instalar na praia e a última a sair quando as águas do rio Tocantins sobem até 11 metros acima do seu nível normal.










Praia do Tucunaré, Marabá (PA)


A barraca em tela tem o melhor peixe frito (tucunaré) que já comi na minha vida.

Nenhum comentário: