Investimentos no DI de Barcarena e Marabá é a contrapartida para Vale

A verticalização da produção mineral paraense começa a dar os primeiros sinais de vida. Anúncio importante nesta área, pelo objetivo e volume de investimentos - cerca de R$ 5 bilhões -, ocorrerá na próxima quinta-feira, em Barcarena. A diretoria da Vale confirmará a implantação de uma siderúrgica em Marabá, sudeste do Pará, na presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da governadora Ana Júlia Carepa e da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. A informação é do jornal O Liberal.

A siderúrgica da Vale será instalada na fase 3 do Distrito Industrial de Marabá, implantado pelo governo do Estado. Apenas a revitalização da fase 1 e a implantação da fase 2 custarão R$ 8 milhões, sendo que os editais de licitação dessas duas obras serão anunciados pela governadora, no dia 21 de agosto.
Os 173 lotes da fase 2, urbanizados pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Pará (CDI), serão comercializados basicamente com pequenas e médias empresas. ‘As três fases serão interligadas por rodovias que se tornarão um anel viário, que sairá da PA-150 até a Transamazônica, sem passar pela área urbana de Marabá.
O governo do Estado também duplicará a PA-150, no trecho do Distrito Industrial até a área urbana do município’, adiantou o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Sedect), Maurílio Monteiro.

blog it

Nenhum comentário: