Só tem um caminho e não há adesões

Quando discute-se os problemas de grande efeito como o equívoco do excessivo poder concedido ao Executivo pela Constituição de 1988, através da prerrogativa do uso e abuso de Medidas provisórias, há uma rouca ressonância na Pandora dos arraiais do poder.

Mas, quando se fala em montar comitês regionais para efetivar a efetiva mudança através de um pontual Projeto de Decreto Legislativo (PEC) esse só funciona segundo o interesse da hora, quase nunca do futuro das outras gerações.

E quando se fala em destituir algum poder do Executivo no que está previsto na CF; por exemplo, o que regulamenta a criação de novas reservas, parques e estações biológicas e de preservação Brasil afora, e de maneira permanente; as vozes afinam; o pessoal olha para baixo feito menino do buchão e... Fica tudo como está.

E viva a Constituição Cidadã!

Nenhum comentário: