Fernando Collor de Mello: um caso perdido

A segunda suplente do senador Fernando Collor (PTB-AL), Ada Mello (PTB-AL), tomou posse há pouco no plenário do Senado. Na semana passada, o ex-presidente da República licenciou-se pela segunda vez desde que assumiu a vaga no Congresso, em 2007. (leia mais)


Segundo afirmou a assessoria de Collor ao Congresso em Foco, o parlamentar vai se licenciar para participar da campanha eleitoral dos candidatos petebistas em municípios alagoanos. Entre os candidatos apoiados por Collor está seu próprio primeiro suplente, Euclydes Mello (PRB), que concorre à prefeitura do município de Marechal Deodoro. Euclydes é primo de Collor, e substituiu o senador quando ele pediu a primeira licença no ano passado. (Rodolfo Torres)

blog it

Um comentário:

Anônimo disse...

É a regra do jogo. Se o cara pode se afastar então vamos lá a fasta-se o cara. É muita mordomia? voce pode fazer uma campanha propondo uma emenda a constituição e eu to com você vamos lá mudar alei.