Fotos mostram corpos de guerrilheiros do Araguaia

Os corpos de João Carlos Haas e de outro guerrilheiro são observados pelo soldado Vantuir (esq.), pelo sargento Perez e um médico

Jamais encontrados, os corpos de dois guerrilheiros do Araguaia estiveram em poder de militares, revela uma seqüência de fotos cujos negativos foram obtidos pela Folha. As fotografias mostram três homens do Exército junto aos cadáveres. Elas exibem ainda a chegada do helicóptero militar que os tirou da selva, a arrumação dos cadáveres em lonas e a partida do helicóptero.

Um dos corpos seria do médico João Carlos Haas Sobrinho, um dos líderes da guerrilha do PC do B. O outro cadáver não está identificado. É possível que seja do guerrilheiro Ciro Flávio Salazar de Oliveira, morto no mesmo combate que vitimou Haas, em 30 de setembro de 1972. Parte das fotos não é inédita. Algumas já foram publicadas em livros e na imprensa nos últimos 20 anos, mas de forma isolada, sem o encadeamento proporcionado pelos negativos. Agora é possível saber a cronologia dos fatos.

Mais aqui e aqui.
blog it

Um comentário:

OTONIEL AJALA DOURADO disse...

SÍTIO CALDEIRÃO, O ARAGUAIA DO CEARÁ:

A SOS - DIREITOS HUMANOS, ONG com sede em Fortaleza - Ceará, ajuizou no ano de 2008 uma Ação Civil Pública na Justiça Federal contra a União Federal e o Estado do Ceará, requerendo que sejam obrigados a informar a localização exata da COVA COLETIVA onde enterraram os 1000 camponeses católicos assassinados por forças do Exército brasileiro e da Polícia Militar do Ceará, no GENOCÍDIO praticado no Sítio da Santa Cruz do Deserto ou Sítio Caldeirão, bem como, indenização à todas as vítimas sobreviventes e familiares.

Como o crime cometido foi de LESA HUMANIDADE causando o DESAPARECIMENTO FORÇADO DE PESSOAS é considerado IMPRESCRITÍVEL pela legislação brasileira e Acordos e Convenções internacionais, não podendo a União e o Estado do Ceará ficarem impunes para sempre.

Junte-se à nossa causa!

Dr. Otoniel Ajala Dourado
OAB/CE 9288 - (85) 8613.1197
Presidente da SOS - DIREITOS HUMANOS
www.sosdireitoshumanos.org.br