O Proer americano

Estáem curso o Proer americano. A receita brasileira para tirar do atoleiro bancos privados adotado no Brasil do tucano FHC fez escola e o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, confirmou que emprestará US$ 85 bilhões à companhia de seguros AIG, que está em dificuldades financeiras, informaram o jornal "New York Times" e a rede de televisão CNN.

Em troca do empréstimo, o Fed passará a deter 80% do controle da maior companhia seguradora dos Estados Unidos, informou o NYT.

As bolsas asiáticas e européias reagiram a notícia com alta média de 2%.

A desce a ladeira a economia americana as vésperas da eleição presidencial. o cenário de recessão é de longo prazo, preveêm analistas de mercado.

Um comentário:

FernandoRio disse...

O Proer no Brasileiro.

O Governo FHC, saneou o sistema financeiro no Brasil por meio do Banco Central por R$ 17 Bilhoes e recuperou R$ 5 Bilhoes, entao, o prejuizo para o governo que se juntou a divida publica foi de R$ 12 Bilhoes, ou seja, o PROER mais eficiente, eficaz do mundo.

FHC, a historia lhe fara justica.

Muito obrigado.

Luiz Fernando
Rio de Janeiro