O custo dos eleitores em trânsito

Após o ano de 2002, é a primeira vez que não terei condições de votar em meu domicílio eleitoral.

Radicado há quatro anos em Brasília (DF) é muito caro deslocar-me para Marabá, meu domicílio eleitoral para votar.

Para vocês terem uma idéia do custo tentarei ser o mais objetivo possível.

Via aérea:

- Tam e Gol oferecem praticamante o mesmo serviço. O diferencial é a hora da saída e da chegada.

Ida e volta Brasília-Marabá sem hotel, algo em torno de: R$ 900,00 com as taxas.

Via terrestre com carro próprio:

- Depende do seu carro. O meu é um Golf Plus, 1.6 que pede abastecimento (gasolina) a cada 460 km sem ar-condicionado e sem hotel, permanencendo um dia em Marabá (PA), preço: R$ 2.500,00.

Via terrestre de ônibus:

- Várias empresas fazem o trajeto com e sem baldiação. As que o fazem direto, sem hotel com um dia em Marabá, a despesa fica em R$ 1.100,00.

Na alta temporada, viaja quem tem dinheiro sobrando.

Com R$ 90,00. Fico aqui mesmo, justifico meu voto e pego um cinema ou um show legal.

E quem não tem o do cinema? O da condução e pega carona com o candidato que têm carros espalhados nas rotas das urnas?

E o lascado que trocará o seu voto por um quentinha?

- Isso é o de menos.

Afinal. Vocês acham que a democracia brasileira é demais!?

Nenhum comentário: