Aceitamos sugestões de acréscimos

Acesse a caixinha de comentários e dê a sua sugestão à lista

E o palhaço, quem é?

Coluna Carlos Brickmann

Dentro de pouco tempo, comemora-se no Brasil o Dia do Palhaço – 10 de dezembro. O patrono da festa é o lendário palhaço Piolim, que morreu em 1973, depois de mais de 60 anos de circo. Este dia homenageia todo o povo brasileiro.
1 – Edemar Cid Ferreira, do Banco Santos, foi multado pela Comissão de Valores Mobiliários, CVM, em R$ 264,5 milhões. É a maior multa já imposta pela CVM. Até então, a maior multa era a de Daniel Birmann, da Arbi: R$ 243 milhões. Faz quase quatro anos e Birmann ainda não pagou nenhum centavo.

2 – Sete governadores correm o risco de perder o mandato no TSE, Tribunal Superior Eleitoral, por abuso do poder econômico na campanha. São eles Luiz Henrique, PMDB, Santa Catarina; Jackson Lago, PDT, Maranhão; José de Anchieta Jr., PSDB, Roraima; Ivo Cassol, sem partido, Rondônia; Marcelo Deda, PT, Sergipe; Marcelo Miranda, PMDB, Tocantins; e Waldez Góes, PDT, Amapá. Um governador, Cunha Lima, do PSDB da Paraíba, perdeu o mandato por decisão do TSE. Mas não precisa sair do bem-bom: fica até o Supremo examinar seu recurso. Pode até não concluir o mandato, mas vai chegar bem pertinho.

3 – Primeiro, o TSE determinou que Cunha Lima deixasse imediatamente o cargo, para só então recorrer ao Supremo. Em seu lugar assumiria o segundo colocado, o senador José Maranhão, do PMDB paraibano. Mas Maranhão, político escolado, esperou alguns dias antes de renunciar ao mandato no Senado. Fez bem: se tivesse renunciado, deixaria de ser senador e não assumiria o Governo.

Nenhum comentário: