Opiniões sobre a vitória de Barack Obama

Confiram as opiniões publicadas na sessão de leitores do jornal Correio Braziliense de hoje sobre a vitória do democarata Barack Obama nas eleições americanas.

DESABAFO

Pode até não mudar a situação, mas altera sua disposição.

Com Obama, o mundo acredita que a esperança venceu o medo.
Luiz Valério Rodrigues Dias — Sudoeste

E agora? A Casa Branca mudará o nome para Black House?
Gilberto Martins Melo — Lago Sul

John McCain se sente traído pelos votos brancos.
Murilo Coura Brito — Asa Norte

Parabéns, Obama. Este é o início do terceiro milênio.
Antonio Carlos Soares Lima — Águas Claras

Pra mim, McCain sempre foi marca de batata frita congelada.
Ivo Ferreira — Condomínio Mansões Colorado

Parabéns, Obama! Conquistou o primeiro lugar com um detalhe: não foi por cota.
Ovidio de Sousa — Taguatinga

Obama presidente

O mundo torce para que essa nova fase que se inicia, com a eleição de Barack Obama para a Presidência dos Estados Unidos, melhore a vida da humanidade. E nós aqui do Hemisfério Sul esperamos que nossos dirigentes se manquem e entendam que não é a rapidez na apuração dos votos que garante a democracia e as mudanças, mas sim a existência de políticos que tenham idéias e propostas, que falem olhando no olho dos eleitores e os convençam pelo exemplo, pelo trabalho, pelo amor à pátria.

Raimundo Sá Teles, Asa Norte

Fui às lágrimas na madrugada histórica para o planeta. Difícil se conter ao ver as pessoas chorando e se abraçando sem qualquer preocupação com a cor da pele após a vitória de Barack Obama como o primeiro negro presidente dos Estados Unidos. Se o homem ainda tivesse temor a Deus, saberia que essa é uma intervenção direta do criador nesta idiotice de quem gosta de discriminar o semelhante. A estrada, por ser larga, leva o homem a discriminar, matar, humilhar, guerrear. Como disse John Lenon, respeitem a paz. E acrescento: respeitem os rios, as matas, os mares, os animais e todos os seres viventes da Terra, as crianças, os idosos, os pobres, os doentes em leitos de hospitais públicos e sujos como a mente de parlamentares que só pensam em si. A vida é um sopro, nada mais que isso.

Laécio Alencar, Sobradinho

Deu Obama! Mas dom Hélder Câmara já dizia que a diferença entre um presidente democrata e um republicano é a mesma que distingue a Pepsi da Coca. Pra mim, Obama e John McCain não passam de tubaínas.

Taciano Carvalho, Gama

Independentemente das mudanças que venham efetivamente a acontecer naquele país e no seu entorno, a vitória do Barack Obama, como era de se esperar, vem funcionando sobre o velho espírito messiânico das massas como um potente lenitivo. O tempo e a história ainda não foram capazes de ofuscar nos seres esse arcaico maniqueísmo nem essa mística esperança de renovação. Dentro de cada patriota estrebucham ainda o bode expiatório e o bode emissário. Os últimos séculos foram regidos por essa mesma distorcida e desesperada visão da condição humana, e por essa necessidade neurótica de transitar, a qualquer preço, da esperança ao niilismo e da idealização à decepção.

Ezio Flavio Bazzo, Asa Norte

2 comentários:

Anônimo disse...

Um dia chegaremos lá. Ainda lutamos por vagas para gestante, ameaçam-nos com prévias, descontam os dias parados, as assembléias são soberanas(só essa). Vamos lutar para acabar com a escravidão branca que mutila os trabalhadores e suga sua força vital. Quando há crise arrocho no trabalhadores. Quando não há crise arrocho nos trabalhadores. Você entende?

Val-André Mutran disse...

Entendo perfeitamente anônimo. É um longo caminho a percorrermos.