Pilotos americanos inocentados revolta familiares das vítimas do acidente da Gol

Os familiares das vítimas do acidente com o avião da Gol receberam com indignação a notícia de que os pilotos norte-americanos Joe Lepore e Jan Paul Paladino, condutores do jato Legacy no momento da colisão com o Boeing da empresa brasileira, foram parcialmente absolvidos no processo criminal que corre em Sinop (MT). Presidente da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo 1907, Angelita de Marchi afirma que tentará modificar a acusação de crime culposo para crime doloso (com intenção de matar). A entidade mantém dois assistentes de acusação no caso. Para Antônio Cláudio de Araújo, advogado e tio de uma das 154 vítimas, o bancário Marcelo Paixão, a Justiça tomou uma decisão “equivocadíssima”, ao livrar os pilotos justamente da acusação de negligência.

“Era tarefa deles, e de mais ninguém, acionar o transponder. Com essa atitude, o acidente seria evitado. Por isso é que a negligência é o ponto mais forte da denúncia. Sem ela, temo que todas as outras acusações caiam. Vão terminar apontando as vítimas ou o piloto da Gol como os culpados”, critica Araújo. Ele espera que a decisão seja reformada depois que alguém impetre um recurso. Quanto à situação um pouco melhor dos controladores, as famílias não têm muito o que dizer. “Entendemos que todos tiveram uma parcela de responsabilidade, mas os operadores têm colaborado com a Justiça, enquanto os pilotos já avisaram que não virão ao Brasil depor. Isso é o que mais nos preocupa”, destaca Angelita.

Fonte: Correio Braziliense.


2 comentários:

Frederico Guerreiro disse...

Eu já previa que ia dar nisso. Laudo pericial inconsistente dá nisso. MP mal preparado dá nisso.
Vai ver o juiz do TRF achou que tinha chegado mesmo a hora daquelas cento e tantas pessoas.
"Os pilotos achavam que estavam na altitude correta". Ora, ora, ora. Se não achassem seria dolo eventual. Aí não seria culposo. Poupem-me dessa bagaceira judiciária. Os parentes das vítimas que se lixem para uma indenização civil, enquanto poderiam liquidar a sentença penal, muito mais rapidamente.
Eu é que sou burro.

Val-André Mutran disse...

Você de burro não tem nada Fred.
Há fortes indícios que não afasta o dolo dos pilotos americanos e do controlador de plantão.
Mas vai saber o que rola nos bastidores dessa tragédia. Vai saber!!!