Na UEPA a eleição é definida no interior

Almocei na quarta-feira, 11, com o ex-coordenador do campi da Universidade Estadual do Pará (UEPA) e atual secretário municipal de Educação de Marabá, professor Ney Callandrini, na Churrascaria Pampa, no 10.o andar do Anexo IV, da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Amigo cuja admiração é pavimentada em duas vias, gente da melhor qualidade e profissional respeitado, garantiu que a definição do reitor da UEPA é definida no interior.

É uma notícia para corroborar a importância da ampliação do ensino superior aos longíquos grotões da Amazônia.

Logo o peso da comunidade carente de qualificação do interior, faz a diferença. A procura é imensa, a disputa no vestibular muito acirrada daqueles que estão conscientes que a formação superior faz a diferença quando pensam nas possibilidades de um futuro melhor, mais digno e de inestimável contribuição à melhoria das comunidades onde vivem.

A região amazônica, históricamente vítima do alto teor de proselitismo político, começa, a partir dos dois mandatos do presidente Luis Inácio Lula da Silva, receber a atenção mais do que necessária -- pena que tardia -- como instrumento de efetiva trasformação do atual contexto de iniquidade em que se encontra.

Nenhum comentário: