Exemplo de vida

LULA LANÇA CANDIDATURA DE CADEIRANTE A SÍMBOLO DA OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA

Ricardo, de 20 anos, só frequenta escola há três anos.
Durante a premiação dos 300 medalhistas de ouro da 4 ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), na Escola Naval, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (15), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou mais uma candidatura no país: a do estudante Ricardo Oliveira da Silva, de 20 anos, como símbolo do evento.
Tricampeão na olimpíada, Ricardo, que sofre de amiotrofia espinhal e anda de cadeira de rodas, só começou a frequentar a escola formal há três anos. Ele foi o sexto colocado geral no concurso.
O estudante, que atualmente está no 9º ano, concorreu com os estudantes do nível 2 – para alunos da 7º e 8º anos do ensino fundamental. Ele foi um dos 300 ganhadores da medalha de ouro na olimpíada.
Nascido na cidade de Várzea Alegre, no interior do Ceará, Ricardo contou que, por falta de condições, recebia aulas em casa uma vez por semana. Antes de conseguir uma cadeira de rodas, ele era transportado para a escola pelo pai dentro de um carrinho de mão. “Depois desta terceira medalha de ouro, vai acabar sendo convidado para fazer novela. E o título da novela vai ser “O gênio”. Tem muita gente que tem todas as condições para não reclamar da vida, mas vive reclamando, de má vontade.
Ricardo deveria ser o símbolo da Obmep”, disse o presidente, que foi aplaudido; e Ricardo, ovacionado pelo público.
E o presidente continuou: "Eu estava com um discurso aqui, Ricardo, para falar bem de você outra vez. Mas se eu ficar falando bem de você mais uma vez daqui a pouco você vai querer parar de estudar e ser candidato a vereador lá na sua terra. Não pode ter exemplo maior do que o Ricardo. Nenhum de nós pode se comparar às condições do companheiro Ricardo. E ele já melhorou muito".
Primeira medalha em 2006
Ricardo conta que tão logo começou a frequentar a escola descobriu sua vocação na matemática. E começou a se empenhar por conta própria nos estudos. Com o apoio dos professores, ele se inscreveu pela primeira vez na olimpíada em 2006. Ficou em 31º lugar. No ano seguinte, se empenhou menos e ficou em 81º lugar, levando para casa a segunda medalha de ouro da Obmep.
“Bem que ia gostar de ser o primeiro colocado no ano que vem, mas a concorrência é muito grande. Este ano, foram 18 milhões de inscritos. Meu sonho é participar de uma olimpíada mundial. Mas isso ainda é um sonho”, disse o rapaz que no momento só pensa em continuar estudando e ganhando conhecimento.
Na cerimônia, o presidente Lula incluiu alguns dos alunos homenageados em seu discurso e pediu à imprensa que colocasse “a cara desses meninos e meninas na televisão”.
“Sabe por quê? Porque o mundo é movido a maus e a bons exemplos”, disse Lula, arrancando aplausos da plateia.

fonte: G1.

2 comentários:

Anônimo disse...

VALEU PELOS COMENTARIOS DO RICARDO OLIVEIRA, A PRIMEIRA ESCOLA A MATRICULAR O RICARDO FOI A QUE TRABALHO, DUAS VEZES OURO COM NOSCO. RICARDO É O TIPO DE PESSOA QUE PRECISAMOS VER SEMPRE NOS NOTICIARIOS.
EEF JOAQUIM ALVES DE OLIVEIA

ERILEUZA G. JERÔNIMO

Val-André Mutran disse...

Cara Erileuza,
Sinto-me orgulhoso de saber de sua dedicação à causa tão nobre, urgente e garantia do futuro dos nossos meninos.
Ricardo é motivo de orgulho de cada um dos brasileiros desse país.
Lamentavelmente, quanto Ricardos, igualmente especiais e portadores de inteligência diferenciada não têm a mesma oportunidade e dedicação de mestres como você?
Transmita ao Ricardo os meus mais efusivos e sinceros parabéns.
E siga em frente, mestra.