Fim do Fator Previdenciário

Li as alterações do relator sobre o fim do fator previdenciário Deputado Pepe Vargas, e cheguei a conclusão que se acabar o fator previdenciário e mantiver a mesma formula de cálculos dos 80%....., com o decorrer dos anos vai ser a mesma coisa se tivesse o fator previdenciária, ninguém receberia o salário de quando estava na ativa.

Gostaria de dar uma sugestão.

Quando foi implantado o fator previdenciário em 1999 ficou estipulado que o cálculo para o benefício seria a média dos 80% dos maiores salários de 1994 para cá, só que de 1999 para 1994 a média era de 5 anos, agora já esta em 15 anos se continuar mantendo estes cálculos vai acabar ficando a média total do tempo de serviço, portanto 80% sobre 35 anos seria 28 anos e ninguém na minha opinião consegue receber uma média boa de salário durante 28 anos, portando ninguém vai receber o teto salarial, pois com o passar dos anos as pessoas vão evoluindo e automaticamente os seus salários aumentam.

Na minha opinião a média original do senador Paulo Paim dos últimos 36 meses como era antes de 1999 é a ideal, mas se tiver que mudar e prejudicar um pouco menos os aposentados no maximo teria que ser uma média de 10 anos.Sem mais gostaria que se possível fosse colocado a mesa este assunto para ser discutido.

Gostaria de um retorno se recebeu o meu e-mail e sua opinião.

Atenciosamente.

João Luiz

39 comentários:

Anônimo disse...

Acho que em relão aos 80%, de julho/1994 pra cá e
os 10 anos, melhora, embora, luto pelos últimos 36 meses. É complicado firmar qualquer uma delas, agora no meu caso, melhora porque tenho aumentado meu salário de contribuição. Quanto mais curto o periodo final e tendo aumentado sua contribuição, melhor.

Anônimo disse...

Li e concordo. Embora 10 anos não seria o ideal, mas seria menos injusto.

Anônimo disse...

Vejo que a classe política só pensa nela mesmo, com os aumentos acima dos índices para os deputados e senadores. O governo vai emprestar 4,5 bilhões ao FMI, dá dinheiro para salvar os banqueiros e empresas e aos aposentados e aposentáveis tiram o que é de direito. Este fator previdenciário é um roubo aos trabalhadores que contruíram e estão construindo o Brasil. Se houvesse realmente a igualdade, deveria acabar com o Fator previdenciário e o calculo deveria ser dos últimos 36 meses de contribuições. Ainda falam que o teto é dez salários mínimos, mentira! são apenas 10 salários de referência. Se o congresso e o senado fossem justos, voltaria o sistema que era antes. Vamos acabar com esta hipocrisia de dizer que estão dando aumento ao salário mínimo e os que ganham um pouco mais de um? Vai chegar um tempo que vai ganhar menos de um, como não pode, fica com um. Isto é um governo do trabalhador? Só vemos demagogias nas votações da câmara e do senado. Desculpe pelo desabafo porque vão matar o povo brasileiro.

Anônimo disse...

Ontem dia, 22/04/2009, ouvi o então o Deputado Jenuino falar em 15 salários mínimos ou até mais, quando argumentava à oposição. Faça meu favor Sr. Genuíno, quem se aposenta pelo teto no INSS? Só se for daí do alto escalão e os políticos, porque um cidadão comum como nós, desafio alguem ganhar acima do teto em aposentadoria. Equivocou-se feio ehin!!!!! Está tão acostumado lidar com números altos. Procure se informar melhor Nobre Deputado, duvido que achará algum trabalhador comum, bem entendido, daqui do povo. Arrume outra alternativa para argumentar, que esta de rir!!!Hhahahahahahah!!!!!

Anônimo disse...

Já cheguei a contribuir sobre dez salários mínimos como autônomo. Pelo visto jamais receberei uma aposentadoria de dez salários. Como disse, certa vez, um funcionário do INSS. "O governo quer sucatear a Previdência Social." Sou a favor do fim do Fator Previdenciário. Pelo cálculo dos 36 meses, criando um fator para evitar que alguém possa pagar 32 anos sobre um salário, e os últimos 36 sobre o teto máximo. Por favor, Senhores Parlamentares, difinam esta situação.

Anônimo disse...

O fim do fator previdenciário, embora aprovado no Senado, deve ser barrado no Senado. É a fórmula ideal para evitar aposentadorias precoces de segurados que ao se aposentarem com menos de cinquenta anos, permanecem em gozo, muitas vezes, em tempo superior ao efetivamente trabalhado. É isso.

Anônimo disse...

Vergonha! enquanto eles lá se aposentam com um mandato e com valores exorbitantes, nós candatos a aposentadoria somos sacrificados. O Presidente esqueceu de onde veio.

Anônimo disse...

Justo seria acabar com esse fator fatídico e usar a media das ultimas 60 contribuições .

Anônimo disse...

paguei 35 anos tenho 53 estou para pedir a aposentadoria e vejo agora dia 7/05/2009 as 15:30 o ilustre senador paulo pain dize que e para esperar. esperar o que destes politicos que so botam pra lasca no aposentado. se eu esperar e continuar pagando so estarei contribuindo com as benercias deles destes politicos sem carate como nao acredito em papainoel nem em cegonha vou da entrada na mesma

Anônimo disse...

sou aposentado com menos de 50 anos devido a dificuldade de arrumar emprego acima de 40 anos e por isso perdi 46% da aposentadoria o governo criou o fator previdênciario p/ ninguém aposentar novo, más não deu incentivo p/ as empresas adimitir essas pessoas e também porque só quem aposenta integral tem que peder,são os que mais contribui e têm que receber menos, será que esse pessoal não têm familia, não ficam doente, esse fator previdênciario é um incentivo p/ aposentadoria p/ invalidez p/ que contribuir se aposentar com menos.peço aos senadores, deputados e o presidente(que se diz ser um trabalhador) que corrigem essa injustiça e devolvam o que é de nosso direito: obrigado

Anônimo disse...

As propostas para não se aprovar o fator previdenciário são ridiculas, próprias de nossos péssimos políticos que não sabem e nem imaginam o que é receber a aplicação deste injusto fator .Porque não criam fatores para diminuir seus próprios salários? Porque não criam fatores para as aposentadorias de parlamentares e falsos representantes da classe trabalhadora?
O fator previdenciário é a maior injustiça imposta aos brasileiros. Reduz as aposentadorias em mais de 40%.Consideram os salários desde 1994 o que logicamente, vai diminuir ano a ano a media dos benefícios.
Se querem evitar que as pessoas se aposentem cedo, criem regras que estimulem o trabalhador permanecer na ativa, o que é praticamente dificil neste país em que as empresas dispensam funcionários antigos ou com mais de 50 anos de idade.
Se querem impedir que pessoas recolham sobre o teto apenas nos últimos anos precedentes à aposentadoria, criem exclusivamente para estes casos, fatores que não permitam tal vantagem.
Injusto e cruel é fazer com que um trabalhador contribua 30, 35 anos e na hora da aposentadoria tenha que se contentar com uma redução de 40% no salário.
Srs. deputados,senadores, presidente Lula pensem nisso.

Anônimo disse...

Dessa forma que o governo e os politicos estão querendo, em enrolar, tapar o sol com a peneira diante dos aposentados, é que o trabalhador trabalha até os 60 anos ou mais, e vive +- 2 anos como aposentado e depois morre. o povo precisa abrir os olhos, e olhar os interesses do eleitor e mandar ir a merda os politicos "sujos "

Anônimo disse...

ESSE FATOR É INJUSTO PQ PENALIZA OS MAIS HUMILDES QUE COMEÇAM A TRABALHAR COM 13 / 14 /15 ANOS DE IDADE E QDO. FECHAM 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO SÃO PENALIZADOS PELO DITO FATOR. Porem se uma pessoa só estude , faça mestrado e doutorado e comece a trabalhar com 32 / 34 anos de idade, não vai ter problemas com o tal fator pq vai se aposentar mais tarde . Enfim , vão ser beneficiadas pessoas competentes porem que no maximo são 0,5% da população brasileira.

Anônimo disse...

Realmente não vejo vantagem nesta proposta dos 95, trabalho desde 1977 com carteira registrada, considerando anos de trabalho áreas insalubre somados hoje ultrapassaria os 35 anos necessários para me aposentar, mas não posso fazer isso devido este fator previdenciário que consome quase a metade do valor da minha aposentadoria caso ela se efetivasse hoje.
Pelos meus cálculos tanto na regra atual ou na proposta dos 95 eu teria que trabalhar ate os 60 anos para conseguir aposentar com 100% do valor que contribuo que hoje ainda é o teto.
Com a nova regra quem começar a trabalhar e a contribuir ao 25 anos de idade se aposentaria com 35 anos de contribuição e eu com 48 anos.
Comecei a trabalhar aos quinze anos a custa de muito sacrifício hoje consigo contribuir com teto para ver se me aposento dignamente sem tirar dinheiro de ninguém, somente aquele que eu venho contribuindo durante todos estes anos, mas isso pode mudar caso minha empresa me dispensa do meu trabalho, caso isso aconteça aos 47 anos talvez não consiga mais me recolocar no mercado de trabalho com mesmo salário ai terei que procurar trabalho informais, pois o mercado não emprega velhos aqui no Brasil e como você sabem só político conseguem salários altos depois dos 50 anos, e ai como ficara a aposentadoria pela média das ultimas contribuições, corro o risco se ainda aprovarem o calculo do benefício pela media dos 36 meses ai sim estaria complicado seu nos últimos três anos daqueles 13 que ainda terei que contribuir o meu salário tiver caído drasticamente.
Como podemos ver o Fator Previdenciário ou a formula dos 95 as duas é enrrolação para o trabalhador.


Jose Assis de Oliveira

Anônimo disse...

Toda discussão sobre as mudanças nas regras para aposentadoria tem sido focada na extinção do fator previdenciário. Acontece que uma outra variável talvez mais importante que o fator é a formula de calculo da média e da correção dos salários de contribuição pois é esta media que vai definir os salário de benefício o conhecido no jargão previdenciário de RMI ( Renda Mensal Inicial).O governo já sinalizou que não aceita a média curta proposta pelo Senador Paim. Vamos então abrir a discussão sobre a formula de calculo da média longa. A média que considera apenas os salários de contribuição a partir de 1994 é longa para quem vai se aposentar em 2029 mas é curta e prejudicial para quem está para se aposentar hoje principalmente para aqueles que tiveram os melhores salários contribuição (em numero de salários mínimos) no período anterior a esta data. Nós trabalhadores sempre dissemos “eu contribuo sobre X salários mínimos” então porque na hora do calculo da média é feito de outra forma? O certo é que a fórmula de calculo da média, adotada atualmente pelo o INSS, é boa para o governo porque se não fosse certamente os técnicos da Previdência já teriam proposto uma mudança na mesma.

Cristina disse...

essa regra dos 95 é a mesma coisa do fator previdenciário. não ajuda ninguem, pois se a pessoa começou trabalhar cedo vai ser prejudicada mesmo assim.Se ela conseguir se manter"empregada", vai ter qua trabalhar até os 60 anos.Só se vai haver um jeito de pegar proporcional.

Anônimo disse...

ESPERO SINCERAMENTE QUE ESTE FATOR PREVIDENCIARIO TENHA FIM POIS ESTOU PARA APOSENTAR, JÁ TRABALHEI 25 ANOS COMPLETOS NA AREA DE SAUDE, COMECEI COM 18 ANOS E NÃO TENHO DIREITO A APOSENTAR POR CAUSA DA IDADE, ACHO ISTO MUITO INJUSTO.

Anônimo disse...

É uma pena que nossa classe política só olhe para seu próprio umbigo. Eles deveriam acabar de uma vez com esse Fator Previdenciário e dar uma aposentadoria digna aos trabalhadores que de fato contribuiram para a Previdencia anos a fio.

Silva disse...

Acredito que o mais adequado é reduzir os 80%, pois a mudança para os últimos 36 meses fará com que alguns profissionais (autônomos, liberais e outros) contribuam no teto apenas nos últimos 3 anos. Isto é injusto para a grande maioria assalariada, pois estes não tem esta opção e terão que pagar pelos outros.

Anônimo disse...

Eu pensava que o presidente Lula iria corrigir os absurdos que o ex presidente FHC.cometeu junto com sua corja. No entanto estou vendo que os dois são farinha do mesmo saco; ou seja! comem no mesmo coxo.

Anônimo disse...

A regra antiga para a aposentadoria, era ter 53 anos de idade e 35 anos de trabalho,no caso de homens. Criaram a nova regra, com o fator previdenciário, alegando que evitaria as aposentadorias precoce, pq então quem estiver com a idade e o tempo citado, não ficam com a regtra antiga?

Anônimo disse...

O QUE PRECISAMOS E DE UM REAJUSTE IGUAL DADO PARA OS SALARIOS MINIMOS, ESTAMOS EM DESVANTAGEM COM OS CALCULOS ATUAIS VCS PRECIASM COMEÇAR A PENSAR NISSO, GRATO PELA OPORTUNIDADE

Anônimo disse...

o FP DO FHC, essa mais uma injustiça entre tantas outras cometidadas pelos nossos representantes que sabem muito bem legislar em causa própria e achacar o povo que trabalha e produz e arrecadam riquezas para serem diluídas pelos políticos...Nesse país aonde não se quebra contrato com os empresários nacionais e internacionais,simplesmente rasgam os direitos socias adquiridos com muita luta durante anos.
Como diria FHG, Blabá, blabá...Inconsistentes, inverossímel, exdrúlas as defesas do fator previdenciário. Para desistimular a aposentadoria chicote nos coitados, punição, o trabalhador não pode se aposentar depois de 35 anos de contribuição, hora quem mandou a labutar tão cedo, comecem a trabalhar aos 30 anos de idade que será justa a sua aposentadoria aos 65 anos de idade..Infelizes brasileiros,, aprendam se quiserem que seus filhos estudem e trabalhem castigue-os.....que fiquem a pão e água que sofram...
Note-e de passagem que caso quisessem mesmo estimular o trablhador a ficar mais anos na ativa e se aposentar já próximo do cemitério que houvesse estímulo para que dobrasse seus rendimentos, tenho certeza que este povo trabalharia mais se pudessem deixar um pouco mais para sues filhos.

Anônimo disse...

OS GRANDÕES DO COLARINHO BRANCO ROUBAM, COM DIPLOMA DE POLÍTICO, O POVO MISERÁVEL DO SALARIO MIUDINHO, E AINDA ESTUDAM NOVAS REGRAS PARA ESPOLIAR AINDA MAIS OS TRABALHADORES QUE SÃO OBRIGADOS A GARANTIR FUNDOS PARA COBRIR SEUS AUMENTOS DE SALARIO QUE ESTÃO SEMPRE EM PAUTA. AFINAL DE CONTAS OS IDIOTAS MENORES TEM MESMO QUE TRABALHAR MUITO PARA GARANTIR A BARRIGA CHEIA O LUXO E OS DOLARES EXTRAS EM BANCOS NOS PARAISOS FISCAIS DOS SEUS REPRESENTANTES , PORQUE QUEM NÃO ESTÁ POR CIMA SO SERVE DE DEGRAU PARA OS PODEROSOS SUBIREM. QUE SE VETE AINDA MAIS O PODER AQUISITIVO DOS IDIOTAS TRABALHADORES, ATÉ QUE TODOS ACORDEM PARA SEU DIREITO CONSTITUCIONAL E UNIVERSAL DE SE CANDIDATAR PARA CARGOS POLÍTICOS QUE FAZEM OS UNICOS ENDINHEIRADOS DO PAÍS E QUE SE APOSENTAM MAIS CEDO, COITADINHOS, APERTAM TANTO A GRAVATA PARA APARECER NA MIDIA, E FORÇAM TANTO O BARRIGÃO SENTADOS NAS MESAS DE DISCUSSÃO E VOTAÇÃO, QUE NÃO PODEM ABRIR MÃO DESSE TAL FATOR QUE REFORÇA SEUS GORDINHOS SALARINHOS.QUE VENHA FATOR 85/95 100 ATÉ MAIS BRASILEIRO DESCENDENTE DE PORTUGUES CONTINUA APLAUDINDO NOS COMISSIOS, VOTANDO NOS MESMOS E ESPERANDO QUE UM DIA HAJA HONESTIDADE E FRATERNIDADE NESSE MUNDINHO DE MUITA POLITICAGEM, RETORICA PANO QUENTE GORDOS SALARIOS E NEGOCIAÇÕES EM FAVOR PRÓPRIO.

Anônimo disse...

ou sai logo o fim dssa porcaria de fim do fator previdenciario ou nao se fala mais nisso

Anônimo disse...

se opresidente lula fosse metalurgico ate hoje oque ele diria sobre o fator previdenciario

Marco Treichel disse...

Acredito que enquanto for necessário sustentar os desfalques e a roubalheira da maioria dos políticos brasileiros, seus assessores, correligionários e demais pessoas ligadas no interesse político, esta questão servirá apenas como subterfúgio. A verdade que a PREVIDENCIA SOCIAL sustenta grande parte desta roubalheira política e por este motivo acredito que se houver mudança no FATOR PREVIDENCIÁRIO, esta mudança será tão pequena que praticamente não será notada. O maior exemplo é a regra dos 95. ACHO QUE ISTO É PROSA PRA BOI DORMIR.

KIKO disse...

já esta na hora do Congresso Nacional, corrigir este descaso do governo do PSDB, com os trabalhadores deste País.

KIKO disse...

Ja passou da hora do congresso nacional corrigir este absurdo criado pelo governo do PSDB, o governo que mais tirou do trabalhador. PSDB- Governo Federal Nunca Mais.

Jaime disse...

Ingratidão mesmo será a aprovação do cálculo dos últimos 36 meses. E aí como é que fica aque trabalhador que anos e anos usufruia alto salário e nos últimos 3 anos que falta para se aposentar se encontra desempregado? como é que fica? Melhor mesmo é considerar a média dos 80% maiores salários de Julho de 1994 prá cá.

Luiz Fernando disse...

Vergonha. O pior é ter a certeza que escrevendo aqui ou em qualquer outro lugar nada adiantará. Mas vou compartilhar com os colegas acima a minha idignação com tudo isto que vem acontecendo com os homens que construiram o nosso Brasil, e hoje estão na penuria, assim como eu estou ficando. Tenho 52 anos de idade, 36 como contribuinte. Começei a trabalhar cedo por necessidade de uma numerosa familia, uma vez que naquela epoca, um pai de familia com 08 filhos, sem ter apadrinhamento, e não pertencer à nenhum orgão ligado aos militares,vivia em situação de dó. Não vivenciei minha adolêcencia. Tenho serios problemas de saude. Estou desempregado a mais de 01 ano. Estudei e trabalhei muito. Sou Administrador de Empresas, com pós graduação, MBA, etc, etc, etc,... e daí??? Não tenho emprego, e se tivesse não conseguiria ser produtivo. Sou doente. Já escutei que não seria justo aposentar na minha idade, pois estou novo. Senhores politicos, que em varias oportunidades me equivoquei em votar na pessoa errada, por favor me deêm um emprego. Ja faz mais de um ano que entrei na justiça pedindo aposentadoria por invalidez. Tem mais de um ano que sou enrrolado pelo sistema do INSS. Ja fiz pericia, e mais uma serie coisas. Mas continuo aguardando. Quem vai pagar as custas das consequencias que vivo em função das dividas contraidas para sobreviver sem renda?
Ja fiz muito por este país. Infelizmente passamos por absurdos que espero que a geração de meus filhos e netos não deixem que as coisas continuem como são.Eles estão tendo a oportunidade de aprender a votar.

Anônimo disse...

Estou a 2 anos de completar 35 anos de contribuição, pois comecei a trabalhar aos 14 anos. Agora esse projeto joga no lixo os meus 35 anos de contribuição. Francamente senhores deputados, senadores e toda a corja, vocês só fazem projetos para FERRAR com o povo. Vocês não tem vergonha na cara?

luciano disse...

MEU AMIGO ESTA TODO MUNDO ERRADO ,A APOSENTADORIA TEM QUE SER O SALARIO QUE A PESSOA RECEBE NO DIA QUE COMPLETAR SUA APOSENTADORIA SEM CALCULO E NADA MAIS.E TEM OUTRA 35 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO E PRONTO.

Anônimo disse...

É assim que se faz o crescimento do BRASIL, valorizando não só as obras mais quem as faz.
Vou seguir o conselho do deputado Paim: pedir a minha aposentadoria só em fevereiro, mesmo já tendo direito em novembro de 2009.Espero que o FATOR PREVIDENCIARIO acabe com o absurdo previdenciário criadopor Fernando Henrique Cardoso .
A Previdência Social arrecada muito, é necessário cobrar mais dos órgãos ligados a fiscalização, combater as fraudes, executar uma gestão eficaz em prol da sociedade,banir funcionários que não são comprometidos com a instituição que tem grande importância para a nação.
ANTONIO LUIZ TEIXEIRA .RJ
luizteixeira1|@uol.com.br

antonio luiz teixeira disse...

É assim que se faz o crescimento do BRASIL, valorizando não só as obras mais quem as faz.
Vou seguir o conselho do deputado Paim: pedir a minha aposentadoria só em fevereiro, mesmo já tendo direito em novembro de 2009.Espero que o FATOR PREVIDENCIARIO acabe com o absurdo previdenciário criadopor Fernando Henrique Cardoso .
A Previdência Social arrecada muito, é necessário cobrar mais dos órgãos ligados a fiscalização, combater as fraudes, executar uma gestão eficaz em prol da sociedade,banir funcionários que não são comprometidos com a instituição que tem grande importância para a nação.
ANTONIO LUIZ TEIXEIRA .RJ
luizteixeira1|@uol.com.br

Wanda Lucia disse...

Acho que deve voltar a media dos 36 meses como era antigamente, agora seria uma injustiça aumentar a idade, se a prespectiva de vida do brasileiro é 73 anos, ele vai morrer sem se aposentar. Porque que as pessoas que não trabalham pagam apenas 15 anos com um valor reduzido e se aposentam e o pobre que trabalha de sol a sol fica nesse marasmo.

Wanda Lucia COmparinui

Anônimo disse...

Srs.
Chega do LIXÃO do FATOR PREVIDENCIÁRIO.
O GOVERNO esta só "MAMANDO" no FATOR PREVIDENCIÁRIO.
Por isso, que Eles ficam ENROLANDO o POVO.

Anônimo disse...

Srs.
Chega do LIXÃO do FATOR PREVIDENCIÁRIO.
O GOVERNO esta só "MAMANDO" no FATOR PREVIDENCIÁRIO.
Por isso, que Eles ficam ENROLANDO o POVO.

Fator Previdenciário disse...

Srs.
Chega do LIXÃO do FATOR PREVIDENCIÁRIO.
O GOVERNO esta só "MAMANDO" no FATOR PREVIDENCIÁRIO.
Por isso, que Eles ficam ENROLANDO o POVO.