Presidente lamenta morte de dois aliados históricos

O presidente Luis Inácio Lula da Silva, através de sua assessoria de imprensa divulgou notas de pesar pela morte dos deputados João Herrmann (PDT-SP) e Carlos Wilson (PT-PE).

O presidente destacou que que o brusco desaparecimento dos dois parlamentares representa uma perda para a política brasileira.

Lula tinha uma relação pessoal e política com João Herrmann e Carlos Wilson.

Herrmann antes de militar no PDT, fez história no Partido Comunista do Brasil em plena ditadura militar, mesmo sendo herdeiro de uma família de usineiros abastardos do interior de São Paulo.

Lula não conteve-se, segundo fontes ligadas ao presidente e chorou copiosamente pelo brusco desaparecimento de seus aliados.

O presidente afirmou que o pedetista deixou sua vitalidade, ousadia e disposição de luta como marcas para a política nacional.

"Companheiro e aliado nas lutas contra o regime autoritário, solidário nas horas difíceis e leal, ele sempre se alinhou ao lado da justiça social. É uma grande perda para a política brasileira.

"Lamento profundamente e envio condolências à família e aos amigos", afirma o presidente Lula em nota.

Leia mais em: "Lula lamenta mortes de Herrmann e Wilson e diz que deputados farão falta."

Nenhum comentário: