Aposentados ocupam plenário e pedem reajuste de benefícios

Foto: Rodolfo Stuckert














Os aposentados e pensionista querem reajuste da aposentadoria igual ao do salário mínimo.

















Mais de 800 aposentados e pensionistas ocuparam nesta segunda-feira o plenário e as galerias da Câmara durante a sessão solene em homenagem à categoria. Em vigília, eles esperam a votação dos vetos presidenciais em sessão do Congresso que estava prevista para hoje. Os ocupantes querem derrubar o veto do presidente da República a uma emenda que deu o mesmo reajuste do salário mínimo em 2006 (16,67%) às aposentadorias.

Além do veto, os aposentados querem que a Câmara coloque em pauta dois projetos. O Projeto de Lei 1/07, que recebeu emenda do Senado equiparando o reajuste de todos os benefícios da Previdência Social ao do salário mínimo. E o projeto de lei 3299/08, que extingue o fator previdenciário.

Inclusão na pauta


















O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que propôs a homenagem pelo dia que marca a sanção da primeira legislação previdênciária brasileira, defendeu a aprovação das propostas. "Não queremos nada do passado, queremos garantir aposentadorias dignas para o futuro, e o fim do fator beneficia somente os trabalhadores da ativa", disse.

Faria de Sá e os deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e Cleber Verde (PRB-MA), juntamente com o senador Paulo Paim (PT-RS), tentaram desocupar o plenário, e negociaram durante toda a manhã.

A sessão desta segunda-feira acabou não ocorrendo por falta de quorum, e os aposentados devem se reunir com os presidentes da Câmara e do Senado para negociar a inclusão em pauta de suas reivindicações.

Durante as homenagens da sessão solene, também falaram os deputados Ricardo Berzoini (PT-SP), Mauro Benevides (PMDB-CE), Acélio Casagrande (PMDB-SC), Laerte Bessa (PMDB-DF), Jofran Frejat (PR-DF), Paulo Roberto (PTB-RS), Uldorico Pinto (PMN-BA), Rodrigo Rollenberg (PSB-DF), Paes de Lira (PTC-SP), e o senador José Nery (PSol-PA).

Fonte: Agência Câmara.

16 comentários:

CARLOS G.N.DIAS disse...

OS PROJETOS QUE BENEFICIAM OS APOSENTADOS, JÁ FORAM APROVADOS NO SENADO E NA CAMARA.ENTÃO NADA MAIS LÓGICO, QUE O VETO PRESIDENCIAL, SEJA DERRUBADO.É POR ISSO, QUE O FIM DO VOTO SECRETO NO MOMENTO POLÍTICO É O QUE ESTÁ FALTANDO.PÓIS QUE É AUTENTICO,ASSUME SUA POSIÇÃO,PERANTE A OPINIÃO PÚBLICA,SÓ FICARAM DE FORA, AQUELES QUE DIZEM, QUE ESTÃO SE LIXANDO PARA OPINIÃO PÚBLICA,ESTES NÃO MERECEM NOSSOS VOTOS E DEVEM SER BANIDOS, NO CENÁRIO POLÍTICO.

Anônimo disse...

Li em um jornal que os parlamentares estão tentando engambelar os aposentados e pensionistas novamente. Ora, alegar que custará MUITO para os cofres públicos faz-me rir. E lá o governo tem moral para falar em conter custos. É UM ASSOMBRO TAMANHA "CARA-DE-PAU". SÓ QUEM NÃO CONHECE COMO O GOVERNO FUNCIONA ENTRA NESSA CONVERSA.Não vi nenhuma proposta extinguindo benesses vitalícias(legais, mas imorais e extorsivas).

Isaac Dahis disse...

E o nosso Presidente ainda não acordou para os aposentados que ganham diferente de um salário mínimo. Quando é que ele vai se dar conta da injustiça que teima em cometer?

Anônimo disse...

Li em um jornal de Porto Alegre: Na propaganda que está sendo veiculada, a ministra Dilma fala: 'No governo Lula, cada decisão é tomada pensando nas pessoas. Essa é nossa diferença.' Pergunto: os aposentados acaso não são pessoas?
Conclusão: seria a candidata "xerox" e "Xerox" não pensa.

Anônimo disse...

Se nossos parlamentares, aqueles da base alidada do governo estão imaginando, que com a alta popularidade que apontam as pesquisas atribuidas ao Sr. Lula, estão entrando nesta carona em benefício em 2010, estão muitos enganandos. Estamos acompanhando passo a passo, deputado por deputado, oque pensam sobre os aposentados. As coisas estão tornando-se cada vez mais evidente, só pelo agir de cada um. Só falta mais um passo, que os votos aí no Congresso NÃO seja secreto, mas, já temos um clareza muito grande. Só pela omissão por parte deles, já temos um clara idéia. A poucos tempos atrás, deputados falavam coisas, que como por exemplo esta, "que se lixe", levavam por muito tempo a cairem nos nossos ouvidos, mas agora não. A cada dia, nós os sofridos, estamos cada vez mais tomando consciência e estamos acompanhando mais de perto. Então que fique aí aos parlamentares um recado. Estejam a favor e ao lado dos aposentados, que serão melhores avaliados em 2010. Não se iludam com a popularidade do Sr. Lula que em poucos tempos, percebo que tudo isto cairá a tona. Um dia a casa cai. Os aposentados são os que sentem na pele os descasos de vcs, uma vez que estão bem confortáveis financeiramente aí, com teus belos salários, não podem avaliarem e nem terem idéias dos seus sofrimentos. Estão bem longe da nossa realidade. Estão apenas olhando para o rumo de um Brasil progressista e se esquecendo daqueles que o ajudaram com trabalhos e contribuições. ENGANAM-SE PARLAMENTARES QUE NÃO ESTAMOS BEM DE PERTO, VENDO TUDO AS CLARAS. AINDA É TEMPO DE CORRI-LOS. E É AGORA E NÃO AS VESPERAS DAS ELEIÇÕES. ATÉ LÀ NÃO SABEMOS SE ESTAMOS AINDA VIVOS. AS NOSSAS NECESSIDADES É AGORA E NÃO NO FUTUTO. Meu muito obrigado a este blog democrático por me ceder este espaço, para quem sabe Deus, aqueles deputados que tem se pautado contra os menos defesos, que são os aposentados, tomem consciência e seja iluminados e voltem atrás, e façam justiça, devolvendo aquilo que é de direito aos aposentados e daqueles que irão se aposentarem lendo aqui este comentário. E que o nosso presidente deixe um pouco este capricho de lado, em querer se aparecer p/ o resto do mundo e se esquecendo deste teu povo que lhe confiou o mandato. Prá nós aqui que pagamos religiosamente e damos nosso sanque para este pais, oque nos interessa agora, que o Brasil está chique, que está ajudando o FMI? Primeiro nossos aposentados que deram tudo, deram seus suores e até seu sangue p/ este Brasil. Se o país hoje é oque é, porque tem nossos trabalhahos e um dia acredimos nele. Não pense ele que contrui sózinho.

Anônimo disse...

Os Aposentados estão sendo injustiçados faz muito tempo, por causa de interpretações errôneas do Governo, com relação a Superavits e Déficits da Previdência Social. Muitos membros que compõem o Gongresso Federal acompanham equivocadamente essa idéia de que a Previdência dá prejuízos. Eu não concordo com esse reaciocínio porque sendo Economista já estudei a composição de Receitas e Despesas que compõem o Caixa da Previdência Social. Teve uma época e todos que entendem da Instituição da Previdência Social sabem, que a Previdência Social do Brasil foi sangrada impiedosamente para favorecer a criação de Brasília, a construção de Itaipú e outras obras gigantescas necessárias, é verdade, mas com muito dinheiro da Previdência Social. O Governo e os Deputados Federais e seus Senadores que compõem os Quadros do Congresso Nacional deveriam estudar uma fórmula para que esse dinheiro que foi tomado da Previdência Social fosse devolvido de forma reajustada, com juros. Pois os benefécios que ora são pagos aos seus contribuintes são parcos porque não houve ninguém de Vontatade Férrea que impedisse esse descalabro. Eu, inclusive sou vítima, com tantos outro milhares de beneficiários, que foram excelentes contribuintes aos cofres da Previdência Social, em virtude de inúmeras Gestões Incopententes. Pois em toda a minha vida fui absorvido na minha folha de pagamento pelo valor máximo e contribui sempre pelo máximo, hoje recebo os míseros benefícios de menos de seis salários mínimos. Como pode uma pessoa viver com esses parcos recursos justamente numa época em que é necessário assistência média e remédios para a sua sobrevivência.

Recomendo que se debrucem num plano que favoreça mais os Aposentados, pois quanto mais dinheiro circular no mercado melhor será para a economia num todo. Empresas e Instituições Privadas e Públicas se beneficiarão com isso, inclusive o Governo que recebe em contrapartida os impostos da compras e vendas realizadas na Economia Nacional.

Faç9o votos que as luzes de DEUS ilumine as mentes do Governo e de Legisladores que acompanham.

Sérgio Carlos Bizarro Monteiro
Fone/Fax: (51) 3779-6785
Celular (51) 8191-5842
E-mail: scbm.monteiro@terra.com.br

Roliveira/BA disse...

Gente, o que me dói na alma é a cretinice, a cara lisa, escorregadia como quiabo de Lula, que antes, na espreita de se tornar Presidente atacava o então Governos de entre tantas injustiças, massacrar os aposentados e pensionistas e agora já sentado na cobiçada cadeira do Palácio do Planalto determinar o veto naquilo conseguido às custas de trabalho e sofreguidão pelo Senado Federal e Câmara dos Deputados, inclusive tingindo de lama a sua própria trajetória política. Pergunto: como pode-se conviver numa sociedade com um homem público tão contraditório? E ainda por cima, anuncia-se, aclamado pela grande maioria?!. Afinal que política podre é essa que se faz exatamente ao contrário do que se diz quando nela que entrar? Que badalada grandeza de nação é essa que institui progrma de transferência de miseráveis reais aos ociosos famintos ou mesmo exigir dos sofridos trabalhadores com salário acima de R$1.434,59 pagamento de Imposto de Renda como se ganhassem uma fortuna?. Como comecei termino: gente, vamos raciocinar, se os governos não têm equilíbrio para dominar as necessidades do País, difícil imaginar que a maioria do seu povo não os tenha. Parem, leiam e pensem um pouquinho, o suficiente para confrontar o que fazem com o dinheiro público e a situação em que vive a camada social mais desprotegidas do Brasil.

Jose Araujo Caetano de Oliveira disse...

gostaria de saber o nome dos deputados, que são contra os aposentados e não deixam, o congresso votar o veto do representante dos trabalhadores, o tal de lula?

Anônimo disse...

Veto ao veto contra os reajustes dos aposentados. Quem se aposentou em 2003 com dez salários, em 2013 receberá um salário mínimo. É transformar os miseráveis em classe média e os aposentados em miserávies. Suba com a burguesia e depois derrube-a. Devemos usar as mesmas "ferramentas", "ações" e "atitudes do MST" para conseguirmos, comida, remédios, hospitais e reajustes dignos? Continuaremos o movimento, e não permitir que sejam espoliados e asfixiados na câmara de gás econômica que nos impuseram nas ultimas, décadas. Não a corrupção, não aos desvios do INSS, do PAC, das improbidades de todos os tipos, não as propinas, etc, etc.
Atenciosamente
Valerio Amichetti
vamichetti@uolcom.br

oscar de oliveira disse...

Para eles tudo e para nós pobres mortais nada. Nada de saude, nada de educação e nada de salario. Vergonha! Vergonha. Que decepção Sr. Lula,e eu que sempre votei em voce. Trabalhamos a vida inteira para receber um mixaria de aposentadoria. Tem que acabar o fator previdenciario urgente é um absurdo e uma vergonha, depois de contribuir sempre pelo teto, acabamos recebendo
uma aposentadoria ridicula. Para eles tudo, (parlamentares, executivo e judiciario) para nos trabalhadores e aposentados nada. Para quem pode tem pagar previdencia privada, plano de saude e escolas particulares, o que seria obrigação do Governo. Pagamos muito para ter isso e nao temos nenhum retorno, os cofres do Governo estao cheios quando se trata de aumento para eles la de Brasilia tem dinheiro, para nos nunca tem. Vergonha! Vergonha!, é muito maracutaia e corrupção. Temos que protestar e enviar emails para, deputados federais, estaduais e, senadores cobrando que cumpram o seu dever de nos representar.

Alain disse...

O Brasil de hoje foi os aposentados que contruiram se o governo nada faz pelos aposentados como serão os novos aposentados de amanhã, como sera o Brasil de amanhã, sera que o Lula sabe a resposta, ele que prometeu tanto antes de se eleger e agora só quer saber de beneficiar os ricos.

Guilherme disse...

Gostaria de saber como o nosso glorioso Congresso conseguir passa a perna nesse sofridos aposentados. Quando se trata de bem proprio tudo é resolvido rapidamente. Ouvindo o jornal de hoje da rede Globo, vi o quando vcs nossos valorosos parlamentares são mesquinhos, sobre a ajuda moradia que tinha sindo cortada, hoje continua a ser paga normalmente. Olha hoje não sei se não deveriamos optar novamente pelo regime militar, pois desta maneira as pessoas que acreditamos que apessar dos altos salários, nos representariam com honestidade e clareza, nos roubam com a maior caa de pau. E dizer que o reajuste dos aposentados levaria a previdencia a falencia. O que esta levando o Pais a falencia são os srs palamentares sem coragem e sem carater.

Antonio Guilherme Pereira

Anônimo disse...

SÓ FALTA O PALOCI, AGORA NA COMISSAO DE FINANÇAS EMBARGAR NOSSOS DIREITOS;
VALE LEMBRAR QUE AGORA OS TEMPOS SÃO OUTROS,TEMOS VÁRIOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO PARA MOSTRARMOS AO BRASIL QUEM SÃO ESSES POLÍTICOS!

Anônimo disse...

Eu Vanderlei peço que todos os parlamentares honesto votem para a derrubada dos vetos presidenciais, principalmente a plc-06/2002, onde o veto prejudicou milhares de funcionários dos Correios de todo o Brasil, assim pedido para que todos politicos DEPUTADOS/SENADORES votem a favor dessa classe tão valiosa, pois os ferroviarios conseguiram e nós já estamos nessa luta ha mais de 06 anos - VAMOS DERRUBAR O VETO PLC-06/02 e os funcionários sabaerão reconhecer aqueles que estiverem ao seu lado

Anônimo disse...

Uma coisa ficou clara com o veto dos reajustes dos aposentados pelo presidente Lula. Primeiro, que o presidente é oportunista e mau caráter, pois diz uma coisa e faz outra. Segundo, que o legislativo é uma despesa que precisa ser revista. Para que servem tantos deputados quando as decisões são tomados pelo executivo (1 pessoa) e os 513(pessoas?) da câmara se deixam dominar e nada fazem de positivo em prol da sociedade, embora vivam às suas custas. Reforma política sim. Temos que tirar esses parasitas de BSB e utilizar esse dinheiro em infra-estrutura.

Anônimo disse...

A PEC 270/08 (www.andreiazito.com.br)
é primordial e fundamental para sanar a atitude desumana e cruel criada através da
Emenda Const. 41/03 que retirou a integralidade dos proventos e a paridade dos aposentados por invalidez quando mais necessitam de apoio e tratamento de saúde.