Artigo: O Brasil como ele é

BRASÍLIA - A derrota do governo Lula e de Ellen Gracie na disputa para obter uma vaga no Órgão de Apelação da OMC (Organização Mundial do Comércio) é uma aula de Brasil. Um retrato do atraso institucional em vigor no país.
O episódio também abriu uma fenda no suposto inabalável prestígio internacional de Lula. Já o Supremo Tribunal Federal aprovou tacitamente um novo código de conduta: os ministros podem prospectar novos empregos à vontade, inclusive quando faltam às sessões de trabalho da Corte.
O governo tenta despolitizar o fracasso. Ellen Gracie perdeu por não ser especialista em comércio internacional. Balela. Não havia segredo sobre o currículo da ministra. Nem sobre a intenção de Lula em emplacar sua oitava nomeação para o STF com a vaga que seria aberta. Misturou-se política interna com externa. Deu tudo errado.
Esse caso põe em perspectiva o falatório palaciano sobre redesenhar a "geografia econômica internacional". O presidente viaja o mundo. Festeja ser chamado de "o cara" por Barack Obama. Tomado pelo valor de face, Lula poderia nomear o próximo secretário-geral da ONU. Na prática, vê-se outra realidade. Os aliados EUA e a China votaram contra Ellen Gracie. No Supremo há outras coisas fora do lugar. É legítimo a ministra Ellen Gracie ambicionar outra ocupação.
Poderia então se aposentar. Neste ano, ela já faltou a 12 das 28 sessões plenárias do STF. A derrota desta semana é a sua segunda tentativa de trocar de emprego. No passado, já se frustrara ao buscar uma vaga na Corte de Haia.
Tudo somado, o governo queria uma vaga nova no STF. Uma ministra do Supremo desejava morar no exterior. Não deu certo desta vez. Mas eles são brasileiros. Não desistem nunca, diria Lula. Até porque, no Brasil, os padrões institucionais são elásticos o suficiente para permitir estripulias dessa ordem.

Fonte: Folha de S. Paulo.

2 comentários:

Anônimo disse...

A senhora Ellen Gracie precisa mesmo arrumar um emprego;ela nem pense em se aposentar porque do jeito que estao ferrando os aposentados aqui no brasil é loucura alguem procurar aposentadoria.

Anônimo disse...

o presidente dos estados unidos foi grande gozador!chamou lula de o cara...e deixou o resto pra ser completado que seria :o cara que nao ve,nao sabe de nada;NADA sobre dinheiro nas cuecas,mensalao,mensalinho,escutas em cima de uma caseiro em brasilia,roubalheira nos estados onde pt governa,dinheiro da maquina publica nas campanhas eleitorais,O cara que vem ferrando os aposentados que contribuiram com altas contribuiçoes esperando ter uma aposentadoria de acordo com o recolhido conforme a lei,o cara que ta tentando enfiar dilma garganta abaixo dos brasileiros na eleiçao que vem.enfim barack nao completou a fraze dele.