Só com muita sorte o aposentado brasileiro folga

Dois apostadores acertam o concurso 1070 da Mega-Sena

Dois apostadores, um de Brasília (DF), outro de São Bernardo do Campo (SP), acertaram as seis dezenas do concurso 1070 da Mega-Sena e ganham R$ 8,1 milhões cada. Os números sorteados neste sábado em Imbituva (PR) foram: 05 - 08 - 16 - 23 - 41 - 53

Segundo a Caixa Econômica Federal, a quina distribui R$ 4.478,33 a 302 apostadores. As 8.729 pessoas que fizeram a quadra ficam com R$ 221,34.

O sorteio do próximo sábado pode pagar um prêmio de R$ 1,5 milhão. As apostas podem ser feitas em qualquer lotérica do país até uma hora antes do sorteio. O valor da aposta simples custa R$ 1,75.

9 comentários:

Blog do Morani disse...

05/05/09

Jornalista Val-André Mutran:

Os aposentados dessa Nação infelicitada por muitos escândalos e corrupções usuais - pode-se dizer diárias -, não precisam da "sorte grande" de um concurso lotérico. Basta que esse governo, que aí está, cumpra à risca as prerrogativas dessa massa de aposentados cobertos pelos direitos promulgados na Carta Magna brasileira de 1988, e não fique de "clown" de mentira "emprestando" - para não dizer "dando" - vultosas somas ao FMI, aos colombianos e africanos. O Brasil não vive nas praias da fartura, e muito menos os seus idosos que já não conseguem, por diversas circunstâncias, entrar no mercado de trabalho.
Eu sou um desses milhões de seres humanos infestados pelas doenças da idade. Aos 74 anos, e doente, vejo-me abandonado e desprezado totalmente pela Previdência que é nossa, mas parece ser a de muitos com seus dedos ágeis a dilapidar os seus cofres e, pior, com a complacência do mandatário maior: LULA!

Nada mais precisaria ser feito, tão simples como água de nascente que é limpa.

Grato pelo espaço democrático.
Morani

Val-André Mutran disse...

Morani
o que fazer então?

Anônimo disse...

Concordo com Morani quanto ao comportamento do Sr. Lula e as dificuldades dos aposentados. Lamento que ao atual governo esteja repetindo o que foi feito pelo regime militar, ou seja, utiliar os recursos dos aposentados para financiar as prefeituras, perdoar dívidas e não fazer aquilo que deve cobrar dos que não pagam(exemplos: clubes de futebol). Marlene

Jose Nogueira da Cunha disse...

O aposentado deveria ser pautado em grupos:Os sem terra,sem teto,informais,cesta básica, vales...; Funcionários públicos de carreira,funcionários sem carreira,nem especialização, mais quadro dos senhores vatalícios graduados,etc;
Após essa divisão,proceder reforma previdenciária, qualificando os independentes,tais como; Profissionais liberais que se aposentaram após trinta anos com média entre 15 a 30 salários;
Pois é,existem muitos graduados funcionários públicos que recebem lautos salários oriundos do I.S.S.,sem que tivessem sido enquadrados neste ou naquele plano restritivo e aí???...;
Nossas instituições são todas falidas de moral,honestidade e dignidade nacional;

Anônimo disse...

O dia 13 de maio, será o dia da libertação da escravisação pelo governo federal, dos aposentados e pensionistas. Nesse dia historico, o Congresso Nacional irá derrubar - esperamos - o veto do grande inimigo dos aposentados e pensionistas, o Presidente Lula, ao aumento do salário mínimo de 2006, em que ele concedeu 16% para o salário mínimo e 5% para os aposentados e pensionistas. O Projeto que ele vetou, concedia o mesmo índice para os aposentados e pensionistas. Lembram-se das promessas de campanha desse homem, quando se referia a aposentados e pensionistas? Ele dizia que iria resolver o problema dos aposentados e que ficava infeliz quando via os aposentados europeus visitando o Brasil e outros países em perfeitas condições de conforto. Ele prometeu que os aposentados brasileiros, no governo dele, teriam melhores condições e que era um verdadeiro desrepeito o que o governo FHC fez com os aposentados. O que se vê agora é que os aposentados e pensionistas brasileiros não têm condições nem de pegar um ônibus para ir receber os seus míseros benefícios, que dirá fazer viagens de turismo. Está nas mãos dos Congressistas mostrar ao povo brasileiro que a classe é merecedora de mais respeito. Existem na Câmara dos Deputados 3 Projetos do Senador Paulo Paim, que foram aprovados por unanimidade no Senado Federal, para serem votados, que irão dar dignidade aos aposentados e pensionistas.A nossa esperança é que os Deputados Federais tenham a consciência de que, se eles votarem contra, atendendo a orientação do Presidente Lula, eles estarão condenando mais de 8 milhões de aposentados e pensionistas a viverem o restos dos seus dias, na mais completa e indecorosa miséria. Precisamos que o povo tenha conhecimento desta situação, pois, os trabalhadores de hoje, estarão condenados, no futuro, a sofrerem as mesmas barbaridades que o governo está fazendo com os aposentados atuais. Há intenção do governo, de condenar o aposentado a receber no futuro,somente l salário mínimo, tenha ele contribuido com 1, 2 e até 10 salários mínimos. SERÁ O MAIOR ESTELIONATO QUE O BRASILEIRO IRÁ SOFRER! A mídia precisa prestar esses esclarecimentos ao povo brasileiro. Quando ela fala sobre o assunto, é só para dizer que se for dado o que os Projetos visam, irá quebrar a Previdência. A PREVIDÊNCIA SOCIAL DO BRASIL NÃO É DEFICITÁRIA, PELO CONTRÁRIO, ELA É SUPERAVITÁRIA. O QUE ACONTECE É QUE O GOVERNO USA, INDEVIDAMENTE, O DINHEIRO DA PREVIDÊNCIA E DEPOIS DIZ QUE QUALQUER COISA QUE BENEFICIE O APOSENTADO E O PENSIONISTA IRÁ QUEBRAR A PREVIDÊNCIA. LEMBRAM-SE QUANDO O SENADOR PAULO PAIM BRIGAVA PARA QUE O SALÁRIO MÍNIMO PASSASSE PARA 100 DOLARES, DIZIA-SE QUE IRIA QUEBRAR A PREVIDÊNCIA E OS MUNICÍPIOS? O QUE SE VIU FOI QUE NÃO QUEBROU E QUE HOJE ESTAMOS COM UM SALÁRIO MÍNIMO DE 220 DOLARES. LEMBRAM-SE DE QUE ELES DIZIAM QUE SE A CPMF FOSSE EXTINTA, QUEBRARIA O BRASIL? NÃO QUEBROU, PELO CONTRÁRIO, A ARRECADAÇÃO AUMENTOU. ESTÁ PROVADO QUE O GOVERNO NÃO QUER MESMO MELHORAR A VIDA DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS, CONFIGURANDO-SE ESSA ATITUDE COMO UM VERDADEIRO ATO DE INGRATIDÃO COM QUEM TANTO DEU DE SI A ESTE PAÍS.
Odoaldo Vasconcelos Passos
Aposentado/Belém-PA

Jose Nogueira da Cunha disse...

A justiça não é célere em todo o país de uns tempos para cá; Na Comarca de Teresópolis-RJ, por exemplo, temos processos na Vara de Família há mais de 16 anos; Nas Varas Cíveis processos com mais de 10 anos e no Jec Cível até mais de 5 anos???; A lentidão pode ser medida pelo excesso de feriados desaguando em pontos facultativos na má administração, pontualidade nas férias, excesso de atestados médicos, desinteresse de uma forma em geral por parte dos servidores da justiça; Pelos vistos não sobra nada no território Nacional..

Jose Nogueira da Cunha disse...

Os três poderes da República encontram-se paralizados em funçõa do descrédito ou incompatibilidades neles reinantes; Nínguem se entende na dimensão de ambarcar cada interesse político; É triste ao cidadão brasileiro na reta final de vida poder deparar-se com tamanha desilusão nacional.
Se eu fosse o cara...! Há se eu fosse o cara as coisas ficariam diferentes, ainda assim depois de velho.

Val-André Mutran disse...

Caro anônimo das 3:35 PM. É bom lembrar que "o cara" vai precisar se aposentar também. Seus irmãos estão em idade de se aposentar.
"O cara" não é eterno"
Obrigado pela presença no blog.

Jose Nogueira da Cunha disse...

Brasil Social;
O que está acontecendo em nosso país?; Corrupção sem limites, na descarada de todos, com absoluta impunidade; Tráfico e contrabando pesado, rolando por todas as direções sem medidas apropriadas; Políticos sem ética, moral ou civismo, dinamitaram os três poderes da República, na deriva de qualquer punição; As forças armadas continuam aquarteladas cumprindo tarefas burocráticas; Os presídios superlotados,transformaram-se em máquinas dos bandidos agrupados por siglas; As polícias fora de controle, formaram grupos paralelos; A violência desmedida, nunca vista, espalhou-se por todos os estados e municípios da nação brasileira; O cidadão aposentado com mais de 30 anos de serviço, mal consegue comer,mas não recebe cesta básica,ou qualquer outro incentivo, atinente aos miseráveis ,vagabundos do novo mundo; Afinal, o que aconteceu após a década de 90, inicio da iniciação do modelo democrático?...;
Sem terra, sem teto, cesta básica, fome zero, kit gás, merenda, creche, etc, não faziam parte dos programas sociais,do modelo anterior; Então, porque esse aumento de violência no país, com tamanha abrangência social atual?
Nos idos anos da década de 60/70 mantivemos contatos in locco com alguns habitantes de países que viviam em modelos de regime autocráticos; Na Itália, constatamos que o governo havia procedido a reformas sociais, dividindo terras disponíveis a cada família; Área de terra capaz de garantir o sustento do agregado que deveria proceder no amanho da terra e seu cultivo, além da criação de aves e gado de pequeno porte, para seu consumo; Em Portugal e suas colonias, o governo procedeu a divisão de terras demarcadas como leiras e pequenos campos, destinados ao mesmo labor economico, bem como, na construção de modestas habitações e saneamento básico; Na Espanha e França, mais precisamente, as reformas sociais avançaram algo mais, com subsídios e ajuda pecuniária na aquisição de sementes e ferramentas;
Ao que parece, o incentivo aos incapazes nos meios da produção agrícola, através da cesta básica, fome zero, kit gás, vale tudo; Ou ainda,o reconhecimento social dos sem terra, sem teto, sem vergonha, vagabundos profissionais, acarretou um aumento na VIOLÊNCIA das cidades e no campo;
Afinal o que está errado, reprise-se, o modelo político implantado, ou a falta de decernimento patriótico dos políticos empossados???;
Ora, um modelo político que reconhece os vagabundos como miseráveis, os maus políticos como lideres, ou anistiados promovidos na hierarquia militar, descambando nos cofres da previdência social, como apoio logistico das comunidades do território onde tem suas bases de sustentação,não pode reconhecer seus filhos, dignos aposentados?;