MP das Dívidas dos Municípios é destaque da pauta

Ag. Câmara

Os deputados têm de votar as emendas do Senado à medida que parcela débitos previdenciários dos municípios. Também pode ser concluída a votação em 1º turno da PEC que livra os recursos da Educação da incidência da DRU. A pauta do Plenário inclui ainda a PEC da revitalização do rio São Francisco, entre outras propostas.

Leia mais…

Um comentário:

Antonio Eduardo disse...

Achei interessante o texto e aproveitando o assunto achei este texto curioso.

Devedor consegue recuperar 356 cheques
Em uma fase aonde a inadimplência vem crescendo em todo Brasil um caso bastante atípico tem merecido ser destacado, trata-se de um cliente que procurou o SOS DÍVIDAS com um pacote imenso de cheques na mão que foram devolvidos e pagos um a um ao longo dos últimos dois anos. O cliente que tem uma pequena loja em um dos municípios na periferia de Salvador nos relatou ter conseguido resgatar todos os cheques devolvidos com muita dificuldade e perseverança e agora, depois de tanto sacrifício está sem conseguir limpar seu nome do cadastro de cheques sem fundos em função das taxas cobradas pelo banco que corresponde a cerca de 27 reais por cada cheque. No total ele teria que desembolsar mais de nove mil e seiscentos reais para ter o nome de sua pequena empresa limpo na praça. Vale ressaltar que na época da devolução de todos estes cheques, são debitadas taxas em cima de taxas na conta corrente, tenha ou não tenha saldo que também foram todas devidamente quitadas. ou seja, se paga taxas absurdas na devolução e taxas mais absurdas ainda para voltar a ter o direito de excluir seu nome do CCF.

Este é um retrato e um dos principais motivos pelo qual as pequenas e micro empresas fecham em sua maioria antes de completar dois anos de existência, sem qualquer apoio e pior, exploradas cada vez mais pelo sistema financeiro. Nosso cliente é um exemplo de dignidade e determinação o Banco deveria facilitar ao Maximo os procedimentos para que ele volte a se movimentar normalmente no mercado comercial, jamais proceder desta forma. Estamos, através de nosso departamento jurídico, recorrendo a justiça para que este cidadão tenha condições de continuar seu trabalho mantendo suas atividades de forma exemplar e não se transformar em mais uma empresa fechada com desemprego para seus 08 funcionários.

Abraços
Emanuel Gonçalves da Silva
Consultor de Dívidas / Tel.: 71 9949 9075
www.sosdividas.com.br