Erenice deve ganhar vaga no STM

O Globo

BRASÍLIA. Depois de perder a indicação para o Tribunal de Contas da União (TCU) para o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, a secretáriaexecutiva da Casa Civil, Erenice Guerra, poderá ficar com uma vaga no Superior Tribunal Militar. O presidente Lula deverá indicar Erenice, braço direito de Dilma Rousseff, para o lugar do ministro Flávio Bierrenbach, que fará 70 anos no dia 25 de outubro.

Advogada, Erenice é filiada ao PT desde 1981. Erenice Guerra é hoje a principal assessora de Dilma. Responsável pela administração da Casa Civil, ela substitui oficialmente a ministra.

Além dela, outros dois nomes são cogitados no meio jurídico: o de Reginaldo de Sá, assessor da vice-presidência da República, e Ronald Christian Alves Bicca, presidente da Associação Nacional dos Procuradores Estaduais (Anape).
A vaga é de ministro civil e depende exclusivamente da vontade de Lula.

----------------

Erenice Guerra é a mesma que anteriormente envolveu-se com o tal “Banco de Dados” que reunia informações escolhidas a dedo para constranger o governo FHC quando estourou o escândalo dos gastos dos cartões corporativos do Executivo.
Gastos, diga-se, que permanecem numa caixa preta.

Ela também esteve várias vezes entre novembro e dezembro na Sede do Ministério da Fazenda, entre novembro e dezembro onde, tenta-se provar, foi a intermediária entre a ex-Secretária da Receita Federal do Brasil, Lina Vieira e a Ministra Chefe da Casa Civil, Dilma Roussef.

Nenhum comentário: