Aposentados são usados como barganha para liberação de emendas pendentes

A base aliada na Câmara está negociando para não votar os projetos que aumentam os benefícios dos aposentados. O tema está sendo usado para pressionar o Executivo a empenhar o restante das emendas parlamentares. Estamos falando de R$ 1,5 bilhão, ou R$ 3 milhões por deputado. Se elas forem empenhadas, poderão ser incluídas nos restos a pagar e o dinheiro liberado em 2010, quando todos estarão disputando a reeleição.

Fonte: O Globo.

Nenhum comentário: