Deputado Onyx Lorenzoni denuncia ações terroristas do MST no Pará

Deputado Onyx Lorenzoni























O parlamentar pronunciou-se há pouco sobre as invasões patrocinadas pelo MST no Sul do Pará.

Eu quero agora fazer aqui uma denúncia muito grave.
Nesta madrugada, no Estado do Pará, 4 propriedades rurais — Fazenda Rio Vermelho, Fazenda Espírito Santo, Fazenda Ceita Core e a Fazenda Maria Bonita — foram invadidas pelo Movimento dos Sem-Terra.



















A Rodovia Pará - 150 está interrompida há mais de 15 horas. Existe um número incontável de vítimas. Aqui recebemos algumas fotos que foram enviadas. (Exibe as fotos mencionadas.) Tratores foram queimados. A propriedade Rio Vermelho, da família Quagliato, que é um exemplo para o mundo, com 200 mil cabeças de gado — são raras as propriedades rurais no mundo que têm essa dimensão — , teve a sede incendiada nesta madrugada. Os funcionários, com suas famílias e suas crianças, foram expulsos de suas casas e colocados ao relento. Ninguém consegue chegar a essa região, que compreende Marabá, Redenção e Xinguara.

Portanto, no Estado do Pará, lamentavelmente, a lei não tem valido para ninguém, e é evidente porque estas imagens falam por si só.



















O que o MST está fazendo no Pará é inadmissível, assim como a omissão das autoridades públicas, do Governo do Estado do Pará e da própria Polícia Federal, que têm que ser mobilizados. Não é possível q
ue as vítimas desse ataque não possam receber atenção das equipes de saúde nem ser resgatadas.
Aqui se vê propriedade destruída; trator queimado; sede de uma fazenda também destruída; equipamentos completamente carbonizados; aqui temos uma moto, que seguramente é de um funcionário de uma das fazendas; aqui a área de brete completamente destruída.
Então, Sr. Presidente, quero solicitar que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados examine este material, que vamos chegar às mãos de V.Exa., Deputado Marco Maia, e comunique ao Ministério da Justiça para que se tome alguma iniciativa.

Há até denúncia de que um avião foi abatido a tiros nessa região e de que não se consegue chegar lá para se dar assistência às famílias. Aquela rodovia foi completamente bloqueada, ninguém passa para ter acesso às propriedades rurais. Algumas dessas propriedades rurais têm mandado de reintegração de posse, emitido há mais de um ano, e não cumprido pela Governadora Ana Júlia Carepa, Sr. Presidente, sua companheira de partido, o PT.


Evidentemente que isso não se pode aceitar.



















Essa denúncia é grave. Os fatos são absolutamente inaceitáveis. Sr. Presidente, vamos passar as fotos às mãos de V.Exa., solicitando ao Presidente Michel Temer que se comunique com o Ministro da Justiça para, pelo menos, preservar o conceito constitucional da liberdade de ir e vir; da obrigação que tem o Estado de garantir o direito individual e de proteger as pessoas, principalmente, dezenas de trabalhadores que operam nessa fazenda.

Sr. Presidente Michel Temer, V.Exa. não estava aqui, mas hádezenas de trabalhadores que operam nessa fazenda. Uma delas, a Rio Vermelho, da família Quagliato, tem 200 mil cabeças de gado. São raras as propriedades no mundo que possuem volume como este. Portanto, trata-se de uma propriedade modelo de exploração.

Quanto às outras que citei, os proprietários nos pediram que trouxéssemos este debate à Câmara dos Deputados, apelando para o Ministério da Justiça, para o Ministro Tarso Genro, a fim de que determine à Polícia Federal que desobstrua a Rodovia PA-150 para que, pelo menos, ambulâncias, bombeiros, paramédicos possam circular e levar atendimento às pessoas que trabalham nessas fazendas e foram vítimas da violência inominável praticada pelo MST.

Era o que tinha a dizer.

Muito obrigado.

---------

São mil mandatos de reintegração de posse a serem cumpridos pelo Governo do Pará que, desobedece decisão judicial.

A governadora Ana Julia Carepa (PT) nega que o número seja esse, porém, rasga a Constituição do seu Estado e do seu País, simplesmente porque o MST não deve ser criminalizado.

5 comentários:

Adil Ferreira disse...

SEM TERRA É SEM TERRA.
NÃO TEM DINHEIRO.

QUEM É QUE TÁ DANDO DINHEIRO PROS SEM TERRAS BOTAR FOGO NESSES TRATORES E NESSAS CASAS?

QUEM TÁ PAGANDO AOS SEM TERRAS PRA FAZEREM ISSO?

CLARO QUE É O LULA ATRAVÉS DAS ONGS.

O LULA DÁ O DINHEIRO PRAS ONGS DOS INFERNOS, E AS TAIS ONGS BOTAM FOGO NO MUNDO E DERRUBA PÉ DE LARANJA, E DERRUBAM LAVOURAS E DESTROEM TUDOS QUE ESTÁ PRONTO, E AINDA SÃO PROTEGIDOS DO GOVERNO FEDERAL.

O LULA VEM NA TELEVISÃO FALAR QUE ISSO É VANDALISMO, MAS CONTINUA DANDO DINHEIRO ATRAVES DA ONG PARA OS BADERNEIROS DOS SEMTERRAS FAZEREM ESSAS ARRUAÇAS.

O LULA NÃO DEU O REAJUSTE DOS APOSENTADOS.

Adil Ferreira disse...

VAMOS PEDIR SOCORRO ÀS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS PARA OBRIGAREM AS AUTORIDADES CUMPRIREM A CONSTITUIÇÃO. urgente

Anônimo disse...

Ora Adil, quem está dando dinheiro aos sem terra somos nós brasileiros, que pagamos impostos, que trabalhamos, que geramos riquezas, empregos. O governo é apenas arrecadador e distribuidor do nosso dinheiro.
Tá precisando a policia prender esses bandidos, BANDIDOS MESMO !!!! E TAMBÉM OS PARLAMENTARES QUE DÃO COBERTURA E APOIAM ESSES FORA DA LEI.
O BRASIL ESTA´NA CONTRA MAÃO DA HISTORIA. CAMINHA PARA O SOCIALISMO. PARA O COMUNISMO, PARA A ANARQUIA.

TÕ DESCRENTE. PARLAMENTARES NAO APROVEM NADA DO GOVERNO EM REPRESALIA!!!!

Anônimo disse...

Na Russia a revolução socialista começou com um bando de desordeiros implantando o caos no meio rural.
No Brasil o MST usa a mesma tática, atualizada com a orientação de guerrilhas modernas : depreda e foge. Seus líderes tem a descaração de negar tudo o que acabaram de fazer.
ACORDA SECRETARIO DE SEGURANÇA. ENQUADRA ESSES DESORDEIROS..... ELES NÃO QUEREM TRABALHAAR, QUEREM PREJUDICAR O POVO BRASILEIRO, ;....

Blog do Brasil disse...

É um absurdo que em pleno século 21com a complacência do governo e a omissão das demais instituições públicas, o MST está invadindo e destruindo propriedades produtivas, como se no Brasil não existissem leis que coibissem essas arbitrariedades. A conivência do Governo Lula com os chamados "movimentos sociais" é está gerando atitudes como esta.