Pressão inútil nas galerias

Grupo de aposentados tenta, em vão, constranger deputados a votar projeto

Francisca Farias, 65 anos, aposentada: de Santa Maria ao plenário da Câmara dos Deputados


Sentada na primeira fileira da galeria da Câmara dos Deputados, a aposentada Francisca Mourão Farias, 65 anos, acompanhava atentamente o debate sobre a emenda que trata do reajuste da aposentadoria. Depois de trabalhar durante anos como faxineira no Congresso Nacional, ela retornou ao local para apoiar proposta que estabelece o mesmo reajuste aplicado ao salário mínimo para aposentados e pensionistas.

“O dinheiro só dá mesmo pra sobreviver. Antes, o salário não era melhor, mas as coisas eram mais fáceis”, lembra. Essa não foi a primeira vez que a moradora de Santa Maria, no Distrito Federal, deixou o crochê de lado para pressionar os parlamentares no Congresso. Mas ela não reclama da mudança de rotina. “Aqui a gente conversa com todo mundo e fica com um pouco mais de esperança”, pondera.

Assim como Francisca, cerca de 1,2 mil aposentados foram à Casa pressionar os deputados. O coro entoado na galeria era um alerta para o possível desgaste político da Casa com o adiamento da votação. “Deputado, preste atenção, ano que vem tem eleição”, gritavam.

Associações de aposentados se mobilizaram para pressionar a aprovação de emenda que garante o reajuste do salário mínimo a todos os beneficiários da Previdência. O texto, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), foi adicionado ao projeto de lei de autoria do Executivo que institui uma política de valorização do salário mínimo.

A ação da categoria, entretanto, não recebeu o apoio das principais centrais sindicais do país. A Força Sindical e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) participaram, em agosto, de acordo com o Executivo que garantiu o reajuste das aposentadorias acima de um salário mínimo para 2010 e 2011.

Como a negociação(1) não foi aceita por associações de aposentados e algumas centrais sindicais, o assunto voltou à pauta do Congresso. “O governo não colocou em definitivo (o reajuste da aposentadoria) como uma política de estado”, reclama Antonio Santo Grassi, diretor de Comunicação da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (Cobap).

Avanços
O presidente da CUT, Arthur Henrique, defende que as últimas negociações já resultaram em avanços significativos para a categoria. “Quando nós começamos a negociar com o governo, nós também queríamos o reajuste real para aposentados que ganham acima do mínimo. Só que isso não se faz de uma hora para outra”, argumenta. Para Henrique, a ação dos aposentados pode atrasar ainda mais a aprovação da política de valorização dos salário mínimo. “Estão colocando em risco o projeto já acordado com o Executivo.”

Alheio às divergências, o aposentado Joésio Tibúrcio da Silva, 72 anos, descansava no fundo da galeria após 16 horas de viagem de ônibus para chegar à capital federal. O ex-operador de máquinas saiu cedo de Congonhas, no interior de Minas Gerais, para brigar por uma aposentadoria maior. Antes de saber a posição dos parlamentares sobre o tema, Joésio estava disposto a permanecer em vigília na capital.


1- Acordo
Segundo o acordo, o reajuste total em 2010 será de aproximadamente 6% para 8,2 milhões de aposentados. O documento criou também um mecanismo que dificulta a demissão do trabalhador que estiver no último ano de serviço e incluiu a contagem do período de aviso prévio e seguro-desemprego como tempo de serviço. Para aprovar as novas regras, o governo exigiu a desistência de dezenas de projetos em tramitação no Congresso em benefício dos aposentados. A categoria só não abriu mão do projeto que ontem agitou o plenário da Câmara. (CB)

11 comentários:

Anônimo disse...

Lula/PT/Terroristas já não enganam mais. Aqula conversa moe do baiano da avózinha(teve ter lido sobre chapeuzinho vermelho) não convenceu ninguém. Está marcado. Henrique Fontana(PT-RS) alega ter feito adminstração de empresa(acho que comprou o diploma) pois se realmente tivesse cursado já teria analisado os vários relatórios existentes na internet e veria que os número são "trabalhados". Tem furo para todo o lado, justificando aquilo que se diz: a prvidência é superavitaria.
O etílico que tanto gosta de viajar de graça e se exibir aparece como boboca outra vez:
05/11/2009 | 00:00
Que coisa feia...
O prêmio Chatham House, que Lula recebe nesta quinta(05.11.2009) em Londres, é patrocinado por três estatais brasileiras (Banco do Brasil, Petrobras e BNDES) e empresas e bancos com interesses no governo brasileiro.

Depois dizem e querem afirmar que essa "coisa" de presidente é reconhecido internacionalmente!! Piada!!

Anônimo disse...

Os deputados terão que procurar uma igreja e pedir perdão ao ser maior do universo.
05/11/2009 | 00:00
Boca maldita
Se têm mães os deputados contrários ao aumento para aposentados acima do mínimo, elas estarão para sempre em todas as bocas.

Anônimo disse...

DEM - RS : Se depender da mobilização de Onyx Lorenzoni, que está na liderança do Dem, a pauta na Câmara será totalmente obstruída até que a emenda de Paim seja votada.
Vamos acompanhar e ver até onde vão as falcatruas do governo e a falta de vergonha de alguns deputados.

Anônimo disse...

Para aqueles que por razões desconhecidas acreditam ainda em Lula, ai vai o desempenho da economia que, aliás, só foi boa para o Brasil, graças ao setor privado. Quanto aos setores em que Lula põe a mão, bem a besta se soltou e foi fiasco certo.
"O Brasil manteve um bom ritmo de crescimento econômico entre 2003 e 2008, até o agravamento da crise internacional, apesar de nunca ter chegado a investir 20% de seu PIB nesse período. Além do mais, o investimento produtivo dependeu quase exclusivamente das empresas, porque o setor governamental teve um desempenho abaixo de medíocre na realização de obras. A revisão das contas de nacionais de 2007, divulgada ontem pelo IBGE, oferece mais uma oportunidade para uma reavaliação dos grandes números da economia do País nos últimos sete anos."

Márcia Lopes disse...

Gente, eu acho muito estranho estes deputados, "quando querem votos, será no próximo ano, abraçam, beijam, tanto velhos quanto novos. Agora para dar uma merreca de 6% para os aposentados, não fazem nada e ficam de moleza, passando para outros dias, dizendo balelas e mais balelas como se realmente estivessem pensando nos aposentados. QUERO DIZER AOS SENHORES DA CAMARA DOS DEPUTADOS EM BRASÍLIA, QUE 6% NÃO É NADA PARA ESTAS PESSOAS QUE COM ESTE DINHEIRO TEM QUE SOBREVIVER, VCS SE ESQUECEM QUE DESTA MÍSERA APOSENTADORIA ELES TERÃO QUE: PAGAR ALUGUEL; REMÉDIOS; ALIMENTAÇÃO; ÁGUA; LUZ; TELEFONE; ETC.... LAZER É COISA DO PASSADO, POIS COM ESTA MISÉRIA O QUE ELES TEM MESMO É TRISTEZA E INDIGNAÇÃO POR UM DIA TEREM VOTADOS NESTES HOMENS QUE ESTÃO LA EM CIMA RINDO DELES.
QUE PAÍS É ESTE GENTE, QUE NÃO TEM UM GOVERNO DIGNO E QUE PENSE EM SAÚDE, EDUCAÇÃO, ALIMENTAÇÃO DIGNA, SALÁRIOS DIGNOS TANTO PARA OS ATIVOS QUANTO PARA OS INATIVOS, LAZER, SENHORES NÃO ESQUEÇAM QUE 2010 ESTA CHEGANDO E ESPERO QUE NO BRASIL EXISTAM AGORA MAIS BRASILEIROS COM A MENTE ABERTA E QUE NÃO ACEITEM MAIS REGRAS DITADAS POR ESTES FULANOS QUE VENDEM VOTOS POR MIGALHAS E ESTES QUE OS COMPRAM PARA ELES SIM TER UMA VIDA MELHOR E SE ESQUECEREM DOS QUE OS COLOCARAM LA EM CIMA.
"VAMOS LUTAR PELA DIGNIDADE DESTE PAÍS - DIGA NÃO NAS ELEIÇÕES - TALVES ASSIM ELES SE LEMBREM DAS PESSOAS NECESSITADAS".
Márcia Andréa de Freitas Lopes
Petrópolis/RJ

Anônimo disse...

Senhora Marcia a Sra. esta certíssima.
O grande senador Paulo Paim desafiou quem quer que seja mostrar a ele, autor dos projetos, que a previdencia é deficitaria. Até agora ninguem mostrou a ele ou aos aposentados. A midia é comprada e corrompida esta nas mãos do Lula. A unica que mostrou a palhaçada do dia 04/11/2009 foi o jornal da Rede TV News o qual parabenizo sua reportagem e isenção. A previdencia não é deficitaria.Ja foi provada. Seus maiores devedores são as autarquias. Ninguem paga e ninguem cobra. Então nao venham mentir aos aposentados. A camara federal riu da desgraça dos aposentados. O Senado inteiro aprovou as pls do Senador Paulo Paim. Se a previdencia fosse deficitaria o senado não aprovaria. Falta vergonha na cara, honra e legitimidade aos traidores que fizeram a manobra para não votar. Dizem que somos 8,5 milhões, mas, multiple por 20 e, o resultado voces verão nas urnas e, carregarão na consciencia, o fato de terem pertencido à pior camara dos deputados que este pais ja teve.

Anônimo disse...

OLHA PESSOAL... VAMOS PENSAR UM POUCO... O PRESIDENTE DA CÂMARA DEPUTADO MICHEL TEMER, SABIA DA EXISTÊNCIA DA MP QUE ESTAVA TRANCANDO A PAUTA. ELE SABIA QUAIS AS POSSIBILIDADES DE OS GOVERNISTAS, MANTEREM A PAUTA FECHADA. ENTÃO FICA A PERGUNTA: PORQUE NÃO DEIXOU PARA POR NA PAUTA O PL 01 2007, DEPOIS QUE A MP FOSSE REALMENTE VOTADA E A PAUTA ESTIVESSE TOTALMENTE LIBERADA? NA MINHA OPINIÃO O TEMER FOI O GRANDE ORQUESTRADOR DESTA PALHAÇADA MONTADA CONTRA OS APOSENTADOS

Anônimo disse...

Inacreditável, o partido que prometeu moralidade, é o mais amoral.
Que prometeu acabar com os escandalos da previdencia e resgatar as aposentadorias, conseguiu ser mais retrogado do que quando ela foi instituída, Getulio oferceceu leis mais justas.
O Pt intauraou a maior ditadura invizivel, o maior holocauto, começando matando e roubando os inocentes e trabalhadores.
Voltamos ao Imperio Romano quando o Imperador, para enganar o povo, instituiu "pao e circo"para o povo.
Merrcadante, Temer, Sarney, Lula ... mentores deste grande Imperio, propagadores desta grande matança.

Quaresma disse...

O maior culpado de toda essa calamidade por qual passamos é o próprio povo, que inclui tb os velhos aposentados, que abrem um sorriso quando um canalha visita sua rua em épocas eleitorais.
Vamos deixar de ser burros e idiotas e aprender com esse câncer patista a votar de uma vez. Ou então anule seu voto, caramba.

Anônimo disse...

Gente; o coitadinho do Presidente é um aposentado!! Pelo que sei, depois de seu afastamento ele receberá outra aposentadoria (ou seja lá o nome que tenha) COITADINHO, AINDA BEM NÉ!!
Começou como sindicalista, incitando greves e agora esganando e traindo o povo que nele confiou.
Isso também se aplica ao partido dele PT.

Anônimo disse...

Esse é Lula e o PT mostrando suas verdadeiras caras. Esse partido de ve ser extinto. O que estão fazendo é uma violência contra os idosos.