Após queda de braço, chega ao Brasil novo embaixador americano

Quem nos conta a novidade é novidade é o jornalista Claudio Dantas (Isto É) em seu blog (linkado) Inteligência Pública.

Shannon chega a Brasília na sexta


Aprovado pelo Senado americano após uma longa disputa entre republicanos e democratas, o embaixador Thomas Shannon desembarca em Brasília nesta sexta-feira. Sua chegada põe fim a um hiato nas relações bilaterais de quatro meses, tempo em que a representação diplomática ficou acéfala. Shannon substitui no posto Clifford Sobel, que deixou o país em agosto e em breve instalará um escritório privado em São Paulo.

O novo embaixador americano é considerado pelo Itamaraty um interlocutor privilegiado, fala português e já serviu no Brasil na década de 90. Sua primeira tarefa será preparar a visita da secretária de Estado Hillary Clinton e do presidente Barack Obama, ambas ainda no primeiro semestre de 2010. O nome de Shannon, indicado há mais de seis meses por Obama, enfrentou resistências de parte da comunidade cubana na Flórida, que considera sua postura em relação à ilha dos Castro muito branda. Dois senadores pediram vista do processo de nomeação e só retiraram o veto depois que Shannon respondeu alguns questionários, explicando os objetivos de sua missão.

Diplomata de carreira, ele falou muito bem do Brasil, país que considera uma “potência regional” e “global player” indispensável. Vai ser bom para amainar o tom antiimperialista nos corredores do Itamaraty.

Nenhum comentário: