Março: Mês da Mulher

Agência Câmara/Imagens














Para comemorar o Dia Internacional da Mulher (8 de março), a Câmara realizou uma sessão solene conjunta com o Senado e organizou a exposição "Cinco Anos da Lei Maria da Penha", que mostra os avanços na luta contra a violência doméstica alcançados depois da promulgação da Lei Maria da Penha, em 2006. A Câmara também lançou a página "Março: Mês da Mulher", que traz informações sobre atuação da Bancada Feminina, legislação referente à mulher e campanhas instituicionais. A página também reúne notícias, vídeos e documentários produzidos pelos veículos de comunicação da Câmara sobre projetos em tramitação na Casa e assuntos de interesse da mulher.

Leia o discurso (para baixar clique em download) histórico de Carlota Pereira de Queiróz, a 1ª deputada federal eleita no Brasil, proferido em 1º de março de 1934. Seu mandato foi até 1937.

Um comentário:

Anônimo disse...

Prezados,
A elevada taxa de crescimento populacional do sudeste e oeste do Pará realçam a todo o momento o clamor dos confins desassistido - remetendo à irremediável criação do “Estado do Carajás” e “Estado do Tapajós”, cujo plebiscito conferiu anuência da Câmara dos Deputados Federais e do Senado Federal.
Fato alicerçado em sua criteriosa observação também vem sendo catalisado de forma transversal pelas preocupações pessoais de alguns políticos. Hoje o sudeste do estado (Carajás) e o oeste (Tapajós) já conseguem eleger deputados estaduais, federais, senadores, e numa disputa de “terceira via”, pode até eleger o governador do estado do Pará
Eleito um governador representando os novos estados, a razoável migração da sede do governo para o interior do estado desagradará a região metropolitana, tanto como, a própria emancipação. Observo que recentemente em Minas Gerais o Governador, foi muito parabenizado ao transferir o Centro Administrativo do Governo para o interior (Santa Luzia) – tirando-o de Belo Horizonte.
Convergindo o exposto, os novos Estados surgiram, também embalados, pelos espaços ocupados pelos políticos do norte (15 vagas de Deputados Federais, 40 Estaduais e as 03 no senado) que vem sendo dividido com os vindouros - transportados pelo intuito de garantir egocentricamente a hegemonia e ou pela busca de alianças nestes novos cenários alguns já aderiram e apóiam o movimento.
“As oportunidades não apitam nas curvas, não atracam em portos e não esperam por ninguém” (Sávio de Castro) .

Sávio de Castro. Há 20 anos na região do Grande Complexo Carajás, Graduado em Controle Ambiental – Especialista em Saúde e Ciência Sócio - Ambiental (UFPA), cursando hoje o 6º Período de Engenharia Civil (UFPA). Consultor imobiliário em Canaã dos Carajás e em Parauapebas.
Sávio_parauapebas@yahoo.com.br