O Pará para poucos

No rastro dos escândalos na Assembléia Legislativa (1): gastos dobram em 15 anos. Custo por deputado ultrapassa R$ 6,2 milhões. Despesas com temporários quase empatam com efetivos.

É exatamente essa parte do Pará que o Carajás e o Tapajós querem distância.


2 comentários:

pablo disse...

Só gente bacana e honesta vai governar carajás e tapajós né kkk que lavagem cerebral que o giovanni queiroz e o lira maia fizeram no povo :/

Val-André Mutran  disse...

Não Pablo. Lavagem celebral era no tempo da ditadura.