Por terra, ar e rios

A determinação deste homem, a esquerda na foto acima, é um exemplo às pessoas que têm alguma simpatia pela política. Refiro-me a boa política. A essência da política. E, o próprio personagem define como encara a missão que adotou de fazê-la para a construção de uma sociedade igualitária, socialista e que permita oportunidades para todos. "Faço política por indignação, de viver num país tão rico com um povo abandonado e, parte de sua população ainda sobreviver abaixo da linha da pobreza extrema".

Este homem é Giovanni Queiroz, um médico de sólida formação humanista, nascido numa família humilde da qual herdou a determinação e postura ética dos homes justos, que constroem amizades e prezam a reputação pessoal e alheia, sem falsos moralismos dos que se apresentam como vestais de uma moralidade ausente.

Este homem encara com surpreendente maturidade as críticas desprovidas do viés construtivo, lamentavelmente ausente nos embates das idéias políticas dos dias de hoje. E quando o assunto é o plebiscito sobre a divisão do Pará, o esporte predileto de seus opositores é bater abaixo da linha da cintura, uma vez que falta-lhes argumentos e abunda a soberba.

Qualquer que seja o resultado das urnas em 11 de dezembro. Giovanni Queiroz já cravou o seu nome na história política de seu tempo. Escrita em páginas de lutas, pautada pela seriedade e compromisso com seus semelhantes.

2 comentários:

Roberto C. Limeira de Castro disse...

Este homem despertou não apenas um gigante que se levanta, enganosamente, do pão de açucar, mas, quatro gigantes que se levantarão do interior da selva amazõnica. Carajás, Tapajós, Pará e Amazonas para construir o futuro radiante da Região do Norte do Brasil. O povo do Pará, certamente, tem a perfeita compreensão da imperiosa necessidade da geração de emprego e renda para os habitantes da Amazônia, bem como, o direito ao desenvolvimento econômico e a uma melhor qualidade de vida que somente as instituições republicanas verdeiras poderão oferecer ao povo paraense de todos os quadrantes do Estado. O Povo de Belém não cairá nas armadilhas de uma elite venal aos interesses de outros Estados longínquos e votará SIM de ponta a ponta, assim como, os marajoaras e todo o interior do antigo ex-gigantesco e ingovernável Estado. O Super gigante Grão-Pará, apenas está se metamorfoseando em quatro gigantes que mostrarão a sua pujança e o seu vigor ao povo brasileiro, despertando novos gigantes que ainda se levantarão em Mato Grosso, Minas e Bahia.
CONTINUEM SE LEVANTANDO GIGANTES AMAZÔNICOS. KEEP WAKING AND WALK AMAZON GIANTS! O Brasil e o seu povo vos aguarda para dar as suas boas vindas!

Roberto C. Limeira de Castro disse...

Este homem despertou não apenas um gigante que se levanta, enganosamente, do pão de açúcar, mas, quatro gigantes que se levantarão do interior da selva amazônica. Carajás, Tapajós, Pará e Amazonas para construir o futuro radiante da Região do Norte do Brasil. O povo do Pará, certamente, tem a perfeita compreensão da imperiosa necessidade da geração de emprego e renda para os habitantes da Amazônia, bem como, o direito ao desenvolvimento econômico e a uma melhor qualidade de vida que somente as instituições republicanas verdadeiras poderão oferecer ao povo paraense de todos os quadrantes do Estado. O Povo de Belém não cairá nas armadilhas de uma elite venal aos interesses de outros Estados longínquos e votará SIM de ponta a ponta, assim como, os marajoaras e todo o interior do antigo ex-gigantesco e ingovernável Estado. O Super-gigante Grão-Pará, apenas está se metamorfoseando em quatro gigantes que mostrarão as suas pujanças e os seus vigores, ao povo brasileiro, despertando novos gigantes que ainda se levantarão em Mato Grosso, Minas e Bahia.
CONTINUEM SE LEVANTANDO GIGANTES AMAZÔNICOS. KEEP WAKING AND WALK AMAZON GIANTS! O Brasil e o seu povo vos aguardam para dar as suas boas vindas!
Por favor Val publique apenas a versão corrigida e cancele a primeira versão com erros.