70 anos do fim da 2ª guerra mundial



– Acesse aqui > > 

Percebi, escandalizado, que passados exatamente 24 horas da importantíssima data que registra 70 anos do fim da 2ª Guerra Mundial, a maior carnificina desde que nosso ancestral primata desceu de uma árvore em busca de comida na África, a maioria dos usuários dessa rede social, simplesmente "deu de ombros"! 
– Isso é um desatino. É triste. É lamentável. 
A presidenta da República limitou-se a divulgar uma nota pobre, medíocre, tal qual seu desgoverno.O que se passou no período da 2ª Grande Guerra Mundial foi algo sem precedentes.
– Foi terrível. Medonho. Não pode ser jamais – sob qualquer justificativa – ser esquecido por cada um de nós.
Após 70 anos, a maioria dos terráqueos sequer entendem o que ocorreu no período do conflito.
– É assustador a dimensão da ignorância que finca um sortilégio medonho em toda a nossa gente que não sabe o que foi o nazismo, o fascismo, o comunismo –e, ademais: todos os modelos de totalitarismo. 
Aos poucos, documentos são revelados sobre a 2ª Guerra Mundial. 
Vá ao cinema e se puder, assista ao filme “O Jogo da Imitação”.
O Jogo da Imitação segue o padrão dos filmes "históricos", destacando um personagem até pouco tempo atrás, oculto de todos nós.
Ocorre que esse personagem oculto era um gênio. 
O filme “O Jogo da Imitação” em cartaz em todos os cinemas, revela a façanha conseguida pela determinação e genialidade de um obscuro, perturbado, afeminado, porém magistral matemático, a frente de uma pequena e extraordinária equipe de seis homens e uma mulher.  
Seu nome? Alan Turing, interpretado de forma inesquecível e convincente por quem considero o melhor ator da atualidade: o brilhante e talentosíssimo Benedict Cumberbatch, que brinda-nos, também, a frente do papel do polêmico Julian Assange no filme "The Fifth Estate" que levou ao cinema a história da amizade do fundador do site Wikileaks com Daniel Domscheit-Berg, o qual, igualmente, recomendo que vocês assistam.
Voltando ao que interessa, Alan Turing foi talvez o principal responsável pela derrota dos nazistas ao quebrar o código da "infernal" máquina criada por engenheiros nazistas para garantir a segurança das comunicações da mais devastadora máquina de Guerra jamais criada na história da humanidade.
Ao quebrar o segredo da "Enigma", a Segunda Guerra Mundial foi encurtada em 2 anos e ajudou para que a vida de 14 milhões de pessoas fosse mantida (segundo os dados mostrados no próprio filme). O Jogo da Imitação assume uma missão simples, a de mostrar a todos a história de Turing e sua máquina que ajudou a cessar o demoníaco pesadelo de descobrir o código da "Enigma" alemã. 
Tais fatos são história e o filme revela que tudo isso foi mantido em segredo durante 50 anos, porém apesar de simples essa missão foi cumprida de forma espetacular. Morten Tyldum (diretor) fez um trabalho magnífico, focou apenas na história principal de Turing e não focou nas subtramas da vida do mesmo.
O trabalho científico de Alan Turing tornou possível o processamento de símbolos, ligando a abstração de sistemas cognitivos e a realidade concreta dos números. Isto é buscado até hoje por pesquisadores de sistemas com Inteligência Artificial. Para comprovar a inteligência artificial ou não de um computador, Turing desenvolveu um teste que consistia em um operador não poder diferenciar se as respostas a perguntas elaboradas pelo operador eram vindas ou não de um computador. Caso afirmativo, o computador poderia ser considerado como dotado de inteligência artificial. Sua máquina pode ser programada de tal modo que pode imitar qualquer sistema formal. A ideia de computabilidade começou a ser delineada.”
É extensa a lista de feitos notáveis para o avanço da ciência protagonizada pela “mente brilhante” do matemático. São infinitas as possibilidades abertas pelas idéias de Turing e destaco a inteligência artificial – matéria que motivou a ingressar na universidade no curso de "Análise de Sistemas com especialização em Sistemas de Internet".
– Por quê?
Porque sou obcecado por números, sua relação matemática com notas musicais, a relação algorítmica com padrões lógicos que explica minha facilidade em resolver equações lógicas –e muitas outras coisas que de certo, se listar, vai aborrecê-los. 
O fato, amigos, é que atualmente estamos no limiar de criar uma nova máquina. Desta feita, algo revolucionário, uma vez que comprovado cientificamente, seremos capazes de dominar propriedades físicas de partículas ainda menores do que o átomo, o que nos permitirá desenvolver processos sob leis que regem a física quântica.
Acredito que em razão dos saltos extraordinários verificados em razão de vultosos esforços na pesquisa de novos materiais e suas aplicações concretas; em pouco tempo, o que antes era apenas um criativo enredo de filme de ficção científica, tornara-se-á plenamente factível sua aplicação nos mais diversos setores industriais, especialmente no segmento computacional, viabilizando, ao fim e ao cabo, a interface do que hoje chamamos da plena aplicabilidade da "Internet das Coisas”, oportunidade em que a interatividade entre eletrodomésticos se dará com o envio de uma simples mensagem via celular ou a geração de energia elétrica através da pressão aplicada por pedestres que circulam numa calçada equipada com sensores que captarão a energia cinética gerada pelo banal ato de caminhar. Essa calçada "inteligente, armazenará a energia de cada passo dos pedestres, converterá essa energia elétrica que por sua vez será convertida para o funcionamento de um semáforo a poucos metros daquela calçada. 
Num futuro próximo isso será comum em qualquer cidade e contribuirá para o começo de muitas mudanças no mundo como o conhecemos atualmente.
A Inteligência Artificia (I.A.) poderá tornar viável a substituição de humanos por autômatos em tarefas de risco de morte aos quais os humanos estão expostos.
Atividades de alto risco, como a manutenção em uma Rede de Alta Tensão, por exemplo. 
O aperfeiçoamento da I.A. terá um impacto monumental na medicina e no bem estar de nossa civilização. Isso será notável. 
Autômatos farão companhia à pessoas idosas cuidando com precisão de tarefas como: administrar o remédio a um idoso doente nos horários prescritos pelos médicos; preparando o lanche das crianças e encaminha-las para a Escola, …etc Além, claro, de diagnósticos precisos de doenças em tempo real, controle preventivo de pragas em lavouras nos campos e uma outra infinidade de aplicações industrias e biológicos.
A Máquina de Turing
Outra contribuição fantástica de Turing foi a criação, em 1936, com apenas 24 anos, de um modelo teórico usado para simular qualquer forma de computação algorítmica, que ficou conhecido como "Máquina de Turing". 
O sistema seria alimentado por uma grande fita, na qual eram escritas instruções de apenas um caractere. O sistema poderia ler uma instrução de cada vez, processando-as de acordo com um algoritmo de códigos predeterminados, movendo a fita para frente ou para trás (Disponível em http://info.abril.com.br/…/5-descobertas-de-alan-turing-que… Acesso em 08 Abr. 2015). Tal modelo propiciou a ponte entre a teoria e a prática no que tange à construção propriamente dita de um computador. O esquema que hoje achamos “banal”, de declaração de uma variável (declaração de variável), ou seja, a entrada de dados; o processamento (abstração da operação matemática para construção do algoritmo) e seu resultado; portanto, a saída de dados, hoje processados por CPU’s embutidas em cada um dos computadores, tablets e smartphones modernos. 
Nem sei realmente como seria o Mundo se Turing não tivesse desenvolvido o que a história registra como “A solução da Enigma” (Disponível em http://info.abril.com.br/…/5-descobertas-de-alan-turing-que… Acesso em 08 Abr. de 2015). Dá para imaginar os nazistas se saindo como vencedores da 2ª Grande Guerra Mundial?
“No começo dos anos 1940, os submarinos alemães estavam dizimando os cargueiros Aliados no Atlântico Norte. O jogo virou apenas em 1943, quando Alan Turing desenvolveu a "Bomba", um aparelho capaz de desvendar os segredos da criptografia nazista chamada de "Enigma" 
A complexidade da Enigma - uma máquina eletromagnética que substituía letras com palavras aleatórias escolhidas de acordo com uma série de rotores - estava no fato que seus elementos internos eram configurados em bilhões de combinações diferentes, sendo impossível decodificar o texto sem saber as configurações originais.
Após espiões poloneses roubarem uma cópia da máquina, Turing e o campeão de xadrez Gordon Welchman construíram uma réplica da Enigma na base militar de Bletchey Park. A máquina replicava os rotores do sistema alemão e tentava reproduzir diferentes combinações de posições dos rotores para testar possíveis soluções.
Após quatro anos de trabalho, Turing conseguiu quebrar a Enigma ao perceber que as mensagens criptografadas alemãs continham palavras previsíveis, como nomes e títulos dos militares. Turing usava esses termos como ponto de partida, procurando outras mensagens onde a mesma letra aparecia no mesmo espaço em seu equivalente criptografado.
O primeiro-ministro britânico Winston Churchill afirmaria que Turing realizou a principal contribuição individual para a vitória dos Aliados.” Portanto, concluo que sem as contribuições de Turing, a própria noção de liberdade e democracia de nossa Civilização estariam ameaçadas pelo totalitarismo e loucura antisemita e homofóbica preconizada pela insanidade de Hitler e seus seguidores. Ao mesmo tempo em que a computação como hoje a conhecemos e estudamos, necessitaria de décadas para atingir a maturidade teórica e prática se não houvesse a contribuição fundamental do genial Alan Turing.
Referências sobre Alan Turing:
http://www.turing.org.uk/
http://super.abril.com.br/cotidiano/alan-turing-735836.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alan_Turing
http://info.abril.com.br/…/5-descobertas-de-alan-turing-que… 
http://www1.folha.uol.com.br/…/1546236-novos-computadores-v…
http://www.tecmundo.com.br/…/35253-vestindo-computadores-de…
http://webcache.googleusercontent.com/search…
https://www.youtube.com/watch?v=k-zThJX920w
https://www.youtube.com/watch?v=9c6W4CCU9M4