Cielo livra Brasil do vexame

O nadador brasileiro César Cielo ganhou o primeiro ouro da natação brasileira em Olimpíadas e livrou o Brasil do maior mico.

A medalha de ouro veio após o final da prova dos 50 m livre ontem, em Pequim. Cielo quebrou o recorde olímpico com o tempo de 21s30 e é o primeiro nadador brasileiro a subir no lugar mais alto do pódio. Ele superou os seus dois principais rivais, o atual recordista mundial Eamon Sullivan, que ficou fora do pódio, e o francês Alain Bernard, em terceiro. A prata é de Amaury Leveaux, também da França.

A delegação brasileira é maior em participação em olimpíadas, porém a mais desqualificada em matéria de resultados. Pífios até o momento.

Um comentário:

DANILO CASER disse...

Vexame por que?

Todo atleta que consegue chegar em uma olimpiada tem uma história de dedicação incomum e superação pessoal.O atleta brasileiro ainda luta contra a falta de apoio e estrutura.

Acredito que a história de cada atleta que representa nosso país deve ser contada e que seus exemplos de dedicação e superação devam ser enaltecidos especialmente para os mais jovens como histórias de sucesso e não de vexame.

Danilo Caser