Governo consegue mudar foco da mídia

Crise no PT, José Sarney, Senado da Vergonha, CPI da Petrobrás, Reunião do Copom, Atos Secretos, Força Tarefa. Tudo isso ficou submerso após o anúncio do marco regulatório do Pré-sal, enviado em forma de quatro projetos de lei ao exame do Congresso Nacional.

Tudo bem se o "pacote" não viesse embalado com o status de urgência constitucional.
A Urgência Constitucional obriga a análise do projeto num prazo de 45 dias em cada Casa (Câmara e Senado).

São cinco sessões o prazo de emendas conferido aos parlamentares e cada emenda têm que ser subscrita por 103 parlamentares. É jogo duro! A oposição entrou em obstrução e setores de vários partidos da própria base de sustentação estão indóceis.

15 comentários:

Anônimo disse...

A frase da semana:

"O Petróleo é Nosso!"

A interpretação ideal:

"O Petróleo é Nosso...Palanque Eleitoral da Dilma!"

Anônimo disse...

por que os deputados federais não respondem nossos e-mails

Gill disse...

por que os deputados federais não respondem nossos e-mails

Gill disse...

por que os deputados federais não respondem nossos e-mails

Val-André Mutran disse...

Anônimo das 7:56.
Para lembrar:
FHC se aproveitou do Plano Real. Lembra?

Val-André Mutran disse...

Gill
Depende de como você está enviando o e-mail.
O sistema de proteção das caixas postais institucionais dos deputados e senadores são protegidas contra emissores supostamente forjados e contra Spam´s.
Tente enviar individualmente sua mensagem a cada parlamentar.
Evite, também, ofensas no corpo da mensagem.
E por último. Há muito assessor preguiçoso que não se dar ao trabalho de levar ao conhecimento do deputado as demandas dos internautas.

Anônimo disse...

agradeço a atenção, eu tenho usado aqulele sistema de mensagens da pagina da Camara Federal, e fico a imaginar, sera que este sistema que é da casa poderia considerar minhas mensagens como espam???

Val-André Mutran disse...

Sei qual é o sistemo o qual você se refere.
Nesse sistema não tem risco de sua mensagem ser enquadrada como spam.
Ocorre que são milhares de mensagens que chegam dessa forma na caixa do parlamentar e, geralmente os assessores filtram o que não consideram importante.

Anônimo disse...

O Brasil mais do que qualquer país, é o palco prático da teoria do agendamento, segundo o qual a imprensa cria demandas artificiais na população a partir da tematização persistente não daquilo que é, de fato, a preocupação das pessoas, mas das questões que interessam aos donos de jornais e emissoras de tv. Ao sistema Globo, interessa desgastar o governo Lula. As análises econômicas da Globo, por exemplo, diziam que o país estaria destruído em três meses desde o anúncio da recessão nos Estados Unidos. A análise catastrófica não resistência à leitura dos números, mas eles torciam a realidade a seu bel prazer sem o menor pudor. Na semana passada, uma edição do jornal da Globo foi dedicada a criticar os "aumentos dos gastos" do governo que implica... o aumento do salário dos servidores públicos e a remontagem da máquina pública através da realização de concursos públicos. Ou seja, bandeiras históricas do funcionalismo foram transformadas pela Globo em pauta negativa, sem que fosse levado em conta que sem "o aumento dos gastos" do governo não há como melhorar o serviço público brasileiro, sucateado por anos de irresponsabilidade social da ditadura, do PMDB e, depois, da dinastia tucana, que retiraram a musculatura do Estado. O que o governo está fazendo com o Pre-Sal e dando à imprensa um pouco do seu próprio veneno. A isso, em marketing, chama-se de "operação k": uma isca para que a imprensa venha a ela e a torne a pauta da hora, sombreando as pautas negativas que estavam visíveis até então. Inteligentíssimo. O pedido de urgência é apenas um ponto de descompressão. A imprensa e a oposição concentram-se nisso e, depois de uma semana, o governo recuará e deixará esses agentes provocadores sem bandeira. E ainda tem gente que pensa que Lula é um ignorante. Dá, todo dia, um baile nos doutores.

Anônimo disse...

Cada dia que passa fica mais evidente que todos estes tantos partidos de nosso sistema pluripartidario não representam um partido de fato que procure defender, pelo menos, uma parcela considerável do povo brasileiro, ou seja, não temos representatividade e eleições no Brasil virou um jogo de tentar votar no menos ruim. O Povo brasiuleiro está fadado a conviver com PT, Tucanos, PMDB e outros tanbtos que se misturados constituem uma solução única de sabor amargo para o povo e doce para os políticos "endinheirados".

Anônimo disse...

Governo forte é outra coisa..

Parece até que o Chaves está "fazendo escola" no nosso terreiro!

Anônimo disse...

Não importa o foco da mídia. Os brasileiros não suportam mais o atual governo. As pessoas com as quais trabalho e tenho contato já não aguentam a atual situação (mentiras, falcatruas, trapaças, etc). O PTLula, e PMDBTemer se superaram. Conseguiram a rejeição e repúdio nacional. Isso é digno do livro dos recordes mundiais.

Iranice disse...

Engraçado e triste.
Quanto aos deputados não responderem aos emails, eles só respondem se forem elogiosos.

Gill disse...

Sabe..., pelo menos penso eu, que a medida que respondem, nos dão atenção,é claro que elogiaremos, somos sers humanos normais, e gostamos de ser bem atendidos. Devo inclusive fazer um elogio e agradecimento de publico, ao deputado Lincoln Portela (PR/MG), cuja assessoria me repondeu um e-mail semana passada, e olha que eu tenho madado e-mails a todos os mais de 500 deputados , todos os dias

Gill disse...

opa, o Deputado Federal João Bittar, tambem me respondeu, aleluia