Pular para o conteúdo principal

Escória da WEB atrás das grades

A Justiça Federal do Pará condenou 65 pessoas por crimes cometidos via internet. Os criminosos são integrantes de uma das maiores quadrilhas já descobertas no Brasil especializadas no uso da web para realização de fraudes, lavagem de dinheiro e estelionato.

Leia +

Veja abaixo a relação dos condenados e a pena imposta a cada um nos quatro processos sentenciados pelo juiz federal Carlos Henrique Borlido Haddad:

Processo nº 2001.39.01.001193-1
• Adalberto Monteiro Oliveira – 12 anos e 4 meses
• Adriano Duarte Cruz – 13 anos 4 meses
• Antônio Francisco Fernandes de Souza – 21 anos e 9 meses
• Antônio José da Silva Pereira – 13 anos 4 meses
• Antônio Wellington Fontes de França – 10 anos e 7 meses
• Daniel Xavier de Almeida – 12 anos e 2 meses
• Edmilson Fernandes de Souza – 11 anos e 6 meses
• Eurípedes Álvaro de Oliveira Filho – 15 anos
• Fábio Florêncio da Silva – 19 anos e 5 meses
• José Airton Ribeiro Soares – 11 anos e 6 meses
• José Augusto Leite Barros – 13 anos e 4 meses
• Josivaldo Leite Barros – 12 anos e 4 meses
• Orlando Eteovásio Pereira – 13 anos e 4 meses
• Valdir Flausino de Oliveira Júnior – 10 anos e 4 meses
• Valdir José Pereira de Vasconcelos – 9 anos e 10 meses

Processo nº 2002.39.01.000017-8
• Aldair Dalferth – 5 anos e 6 meses
• Antônio Carlos Coelho da Cruz – 7 anos e 4 meses
• Ataíde Evangelista de Araújo – 17 anos e 5 meses
• Cícero Geisel Magalhães Mesquita Pereira – 9 anos e 6 meses
• Domingas de Ramos Sales Silva – 12 anos e 4 meses
• Ébio José Neto – 13 anos e 4 meses
• Enilson Fernando Moreira Bezerra – 11 a nos e 4 meses
• José Helder Fontes de França – 9 e 8
• José Lucivaldo Moraes de Oliveira – 8 anos e 6 meses
• Josenias Barbosa dos Santos – 12 anos e 10 meses
• Marciélia Fontes de França – 12 anos
• Marlon Sanches Pereira – 11 anos e 6 meses
• Maurício Gomes Pina – 12 anos e 4 meses
• Ramoncito Borges Tavares – 11 anos e 6 meses
• Waldemir de Matos Fernandes – 6 anos e 6 meses

Processo nº 2004.39.01.001065-2
• Adalgenice Souza Silva – 2 anos
• Adilenhe de Matos Rodrigues – 2 anos
• Alaor de Castro – 2 anos
• Alberoni de Sá Cruz - 5 anos
• Aline Cristina Sousa Morais – 3 anos
• Antônio José da Silva Pereira – 4 anos
• Antônio Sérgio Langner de Moura - 4 anos
• Cláudio Rezende de Moraes - 4 anos
• Dianelly de Cássia Lobato Pereira - 4 anos
• Diones Barbosa – 4 anos e 9 meses
• Dirceu de Souza Terrão - 4 anos
• Elveni Dalferth - 2 anos
• Fernando Ribeiro Soares – 4 anos e 3 meses
• Francinelma de Andrade Melo - 2 anos
• Francisco Correa Nobre Neto – 7 anos e 6 meses
• Francisco Elesbão Neto – 4 anos
• Hermelindo Menezes de Lana – 7 anos e 4
• Ione da Silva Oliveira – 3 anos e 6 meses
• Jefferson Maciel de Sousa - 8 anos
• Joana Elias dos Santos – 12 anos
• José Raimundo P. Ramalho - 4
• José Ribeiro Soares Filho – 4 anos e 3 meses
• Josué Souza Silva - 4 anos
• Marco Braga dos Santos – 13 anos
• Marcos Antônio Barcelos – 4 anos
• Maria José Duarte da Cruz - 3 anos
• Marta Nílvia Gomes Pina - 3 anos
• Rosimar de Sousa Machado - 2 anos
• Rosimar Teixeira Salgado - 4 anos
• Zilda das Chagas Silva Fernandes - 2 anos

Processo nº 2004.39.01.001260-8
• Abraunienes Faustino – 11 anos
• Enes Faustino - 2 anos e 6 meses
• Frank Ney Martins da Silva - 2 anos
• Jaqueline dos Reis dos Santos - 1 ano e 4 meses
• Valdemir Sousa Oliveira - 1 ano e 4 meses


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AI 5 digital tucano é depenado

O projeto do AI 5 digital, de autoria do ex-senador e atualmente deputado federal tucano Eduardo Azeredo (PSDB-MG), foi drásticamente reduzido há pouco menos de quatro artigos da proposta original em tramitação na Câmara sobre crimes cibernéticos. A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, foi aprovada nesta quarta-feira (23) , mas sem a maior parte do seu conteúdo original. O relator, deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG), defensor do substitutivo do Senado ao Projeto de Lei 84/99, mudou de posição e defendeu a rejeição de 17 artigos da proposta reduzindo-o a 4 artigos.

O relator afirmou que a mudança foi necessária para viabilizar a aprovação da proposta. “A parte retirada precisa de aperfeiçoamentos, tanto para garantir que a liberdade na internet continue sendo ampla, quanto para ampliar os níveis de segurança dos cidadãos em uma norma que seja duradora e não fique obsoleta no curto prazo”, sustentou.

De acordo com Azeredo, os dispositivos retirados poderão …

Marconi Perillo e a desembargadora Beatriz Figueiredo Franco

Ag. Senado




















Certos apadrinhamentos políticos têm que ser defininitivamente desterrados da prática política republicana brasileira.

A justiça eleitoral do país tem nas mãos um caso em que a cassação e perda dos direitos políticos do senador e ex-governador por dois mandatos de Goiás Marconi Perillo é a punição exemplar a altura que o mau político merece após a revelação do escandaloso envolvimento com a desembargadora Beatriz Figueiredo, sua indicada ao desembargo no Tribunal de Justiça daquele estado.

Igualmente, a desembargadora tem que responder e ser for provado sua participação, punida exemplarmente. Um caso típico que deve ser analisado pelo Conselho Nacional de Justiça, caso a alta corte goiana faça corpo mole, como o fez a paraense no caso da juíza que se enrolou no caso da menor presa com homens numa cela pelo período de quase um mês.
Perillo e Franco foram pilhados em gravações autorizadas pela justiça as quais a revista Época teve acesso a trechos prá lá de comprometedores.

Num pr…

Porque Jânio Quadros condecorou Che Guevara

FUNDO DO BAÚ Blog do Chico Dias

A história vai do jeito que me foi contada por um ex-deputado do grupo janista. Que, por sua vez, a ouviu do ex-ministro Saulo Ramos, seu amigo, num momento de descontração e reminiscências.

Jânio acabava de assumir a Presidência da República e almoçava no Alvorada com José Aparecido, Carlos Castelo Branco e Saulo Ramos, seus assessores mais próximos. No meio do almoço seu ajudante-de-ordens veio lhe dizer que havia um importante telefonema dos Estados Unidos. O presidente vai até seu gabinete, demora alguns minutos e volta com uma expressão mais enigmática do que a de sempre. Diante da curiosidade indisfarçável dos três assessores, resolve abrir o jogo:

-Era o presidente Kenedy e queria me pedir um favor. Acho que vou atendê-lo.
O telefonema foi resumido assim. Kenedy explicou a Jânio que estava tentando aprovar no Congresso americano um projeto chamado Aliança Para o Progresso, mas que estava encontrando uma resistência muito grande.

Por isso pedia ao pres…