Deputados divididos após queda do voto híbrido

Plenário rejeita preferência para sistema híbrido

Na foto de J. Batista, vibrando, o deputado federal Giovanni Queiroz (PDT-PA).

O PDT foi o primeiro partido a rejeitar a proposta de lista fechada.

O Plenário rejeitou há pouco, por 240 votos a 203, o requerimento do PMDB que pedia preferência de votação à emenda substitutiva aglutinativa apresentada por diversos líderes em relação ao texto do relator Ronaldo Caiado (DEM-GO) para o Projeto de Lei 1210/07, da reforma política.




A emenda propõe um sistema híbrido de escolha nas eleições proporcionais. Metade das vagas a que o partido ou federação partidária teria direito seria preenchida obedecendo a ordem da lista apresentada. A outra metade ficaria com os candidatos dessa lista mais votados individualmente pelo eleitor.

Quanto ao financiamento de campanha, o sistema também seria misto, com recursos públicos e recursos privados arrecadados de pessoas físicas.

Comentários