Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Congresso de Cidades da Amazônia

Padilha é elogiado por prefeitos da Amazônia

O prefeito de Ananindeua e presidente da Federação dos Municípios do Pará (FAMEP), disse há pouco que Alexandre Padilha "é o ministro mais municipalista da história do Brasil". Padilha comanda a Secretaria de Relações Institucionais da Presidêndcia da República.

Basa apresenta linhas de créditos disponíveis para a Amazônia

Representante do Banco do Amazônia apresenta neste momento as linhas de crédito disponíveis para aplicação em investimentos e projetos de desenvolvimento na Amazônia.

Congresso das Cidades Amazônicas: críticas à baixa representatividade

Fotos: Val-André Mutran

























































Deputadas federal Bel Mesquita e Elcione Barbalho (PMDB-PA) criticam a pequena representativa política no Congresso Nacional.

"A bancada paulista tem praticamente o mesmo tamanho de toda a bancada da Amazônia. Nossos carências são atendidas a conta gotas pelo governo federal", criticou Mesquita.

"A Polícia Federal utiliza rigor excessivo nas operações contra o desmatamento. O comando e controle do Ministério do Meio coloca no mesmo balaio trabalhadores rurais, pequenos produtores e marginais, gerando preconceito à inocentes", critica Barbalho.

Presidente da FAMEP quer que sociedade discuta a criação de novos municípios

Foto: Val-André























O Prefeito de Ananindeua e presidente da FAMEP, Helder Barbalho quer que a sociedade participe do debate sobre a criação de novos municípios.

Coordenador do I ° Congresso de Cidades da Amazônia, Barbalho acredita que falta vontade política por parte de alguns prefeitos para que as práticas produtivas na Amazônia se adequem à nova realidade: responsabilidade social e ambiental.

"O exemplo tem que partir de nós que estamos na Amazônia", explicou.

Amazônia: Aqüicultura e Pesca

"O potencial pesqueiro de Amazônia será estimulado e o mercado receberá incentivos", Altemir Gregolim, ministro da Pesca e Aqüicultura, agora a pouco no congresso.

Diálogo para entender ocupação da Amazônia

Fotos: Val-André Mutran
















Maria Teresa Saenz Jucá
Secretária Nacional de Programas Urbanos acaba de discorrer sobre o esforço do governo federal na gigantesca tarefa de promover a regularização fundiária da Amazônia, um dos principais entraves para que se possa garantir a efetiva aplicação de política públicas, notadamente quandio se quer proporcionar a inclusão plena de cidadãos ao mercado e às cidades.