Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Inteligência

Ninguem dá conta

Apreensões de madeiras este ano lotam dez mil caminhões. A bandidagem de madeireiros piratas só existe porque há comprador para os produtos.

O Ministério do Meio Ambiente, Ibama, Polícia Federal e o meu vizinho sabem disso. Ocorre que as ações são desarticuladas antes mesmo de acontecerem por falta de inteligência no ataque onde está o problema: o receptador. clipped from jbonline.terra.com.br BELÉM - Dez mil caminhões. Essa seria a quantidade necessária de veículos para transportar os 203 mil metros cúbicos de madeira ilegal apreendidas no Brasil de janeiro até o último dia 31 de outubro. O Pará lidera o ranking de apreensões. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), 70.655 m³ da madeira apreendida estava no Estado. Sendo 52.229 m³ em tora e 18.426 m³ de madeira serrada. Em seguida vem o Mato Grosso com 30.573 m³ e Rondônia com 8.775 m³. Pará, Mato Grosso e Rondônia, aliás, apareceram em todos os relatórios mensais divulgados pelo Si…

Borbolêtas

Desconfio que as borbolêtas fazem muito bem à alma.

Constatei essa metavisão interagindo com uma fã de coisas belas. Como eu.

Tão leve que me tocou, sempre estivemos num encontro de perguntas, respostas e superficiais conclusões.

Essa mulher é a Cristina Moreno. Asas avoadoras. Inteligência fora do comum.

Uma mulher que toca com o pêso das exclusividades do bem pensar.

Cris é demais.

Transita na blogosfera com cartão vip. Entra nas caixas de comentários com classe, dá o recado, e sai apaixonando grêgos e troianos.

Em resumo: uma diplomata da melhor qualidade que tenho certeza, tornará os critérios do Instituto Rio Branco, uma mera reunião amontoada de supostos crânios de escolas públicas e privadas.

Pés no chão é como Cris se comporta-se o tempo todo e todo o tempo.

Trêcho de um dos encantos comuns.

Encontrar a Cristina na blogosfera é como um nó na garganta.

Se não tiver um plano B, vejo-me enquadrado numa condição de muita classe.

É muito mais que diplomacia. Amo-a de paixão pela inteligência p…