Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Politicagem

O canto itagibiense

O deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), acreditava que seu desempenho a frente da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, seria o atalho para provar para si e para a população que não aguenta mais tanta violência no Rio de Janeiro, o colocaria em posição privilegiada no contexto político estadual.

Aproveitando o apadrinhamento político do então todo poderoso Anthony Garotinho. As ações midiáticas e eventuais do aparato da Segurança Pública do Rio, gerou uma obra quase documental, mas que na verdade sofreu, em sua produção, o peso da realidade: O filme "Tropa de Elite."

Como não quer espantar o seu colega de partido e não correligionário, governador do Rio, Sérgio Cabral que, ao contrário do padrinho político de Itagiba, assume que combate o terrorismo. O governador Sérgio Cabral Filho assumiu em discurso público que combate focos de terrorismo no Rio, numa referência ao crime organizado nas favelas.

Garotinho pilhado em traquinagens com verbas que saiam dos cofres públicos e r…

Lealdade de quem?

Na Folha de S. Paulo

Bateu...
Do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), alinhado com o PMDB da Câmara, sobre a insistência de senadores do partido em disputar a presidência da Casa: "Eles precisam parar de tratar o Sarney como moleque. Se um homem da estatura do Sarney diz que não é candidato apenas para depois fazer o contrário, seria molecagem. Não posso acreditar nessa possibilidade".

...e bateu.
Sobre Renan Calheiros (PMDB-AL), animador maior de uma candidatura que confronte a de Tião Viana (PT-AC), Geddel diz: "Em nome de uma vingança contra quem supostamente lhe fez algo de ruim, ele é desleal com Michel Temer, que foi leal com ele". O pleito de Renan & cia. dificulta a eleição de Temer na Câmara.

Lealdade de Renan Calheiros? Fala sério!