Black Eyed Peas canta o nosso ritmo

Sergio Mendes no teclado.
Prestem atenção à loirinha do grupo.

Divisão territorial

O blog Quinta Emenda, levanta uma das questões que os candidatos majoritários e proporcionais farão o possível para escamotear neste pleito: a divisão territorial do Pará.

O blog está preparando um grande reportagem sobre o assunto.

Quando setembro chegar...

A primeira leitura ninguém acreditou no que o jornalista Carlos Chagas publicou em sua coluna na Tribuna da Imprensa sobre a existência de pagamento mensal à políticos de vários partidos para garantia de apoio ao governo, um ano antes de Bob Jefferson denunciar a existência do "mensalão".
Retirem os menores de idade da sala e leiam a "nova" que vem por aí:

Por Carlos Chagas
"BRASÍLIA
- Vem bomba por aí, igual ou maior do que a revelação da existência de Marcos Valério e malas, um ano antes que eclodisse a crise do mensalão. Quando setembro chegar, em plena ebulição eleitoral, o caso Celso Daniel receberá profundos acréscimos no sentido da demonstração de que o prefeito de Santo André foi mesmo assassinado por interesses ligados ao PT e ao sistema de arrecadação de recursos do partido. Uma testemunha-chave dispõe-se a abrir os bastidores da questão até hoje inconclusa, envolvendo dirigentes petistas daqueles idos e detalhes de uma operação tão cruel quanto desastrada.


Interesses eleitorais

Por trás disso estão interesses eleitorais, da parte de adversários do PT e da candidatura Lula. Nada que envolva diretamente o presidente, mas muita coisa capaz de deixar a nocaute seus antigos e atuais colaboradores.


A história é conhecida e já foi denunciada pelos irmãos de Celso Daniel. Ele foi assassinado porque preparava amplo dossiê da roubalheira promovida pelo PT, envolvendo a sua e outras prefeituras geridas pelo partido e empresas aquinhoadas com concessões e contratos de prestação de serviços.

Chegou a ser torturado e afinal friamente executado, depois de dois dias de cativeiro. A novidade está no aparecimento de provas, não apenas testemunhais. A bomba explodirá sobre o PT e não deixará de refletir-se na candidatura Lula, porque a operação foi do conhecimento e da aprovação de gente próxima dele.

O candidato Geraldo Alckmin deu sinais de que não pretende tirar vantagem do episódio e não se prestará ao papel de denunciá-lo, mas há tucanos e liberais ávidos por assistir de camarote o que imaginam destrua sonhos do PT. Com efeitos negativos para a campanha de seu candidato à reeleição, também."

Foro privilegiado só se o eleitor quiser

Pertence ao eleitor uma punição aos envolvidos na máfia das "sanguessugas".
Editorial do jornal Correio Braziliense sintetiza de maneira didática para a opinião pública o básico da questão: o foro privilegiado.

Correio Braziliense (DF) - 28/7/2006

Quem não se eleger perde foro

O futuro judicial dos parlamentares investigados pela Operação Sanguessuga que fracassarem nas urnas dependerá da boa vontade do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Depois da eleição de outubro, Souza decidirá entre manter no Supremo Tribunal Federal (STF) as apurações relativas a esses futuros ex-congressistas e pedir a transferência das investigações para a Justiça Federal de Primeira Instância. A expectativa é que o procurador opte pela segunda saída. Estima-se que 88 parlamentares investigados concorram a cargos públicos em outubro.

Como voltarão a ser cidadãos comuns, os atuais parlamentares que não se reelegerem perderão o direito ao foro privilegiado no STF. Seguindo a regra do foro, Souza pediu até agora a abertura no Supremo de inquéritos contra 57 congressistas suspeitos de envolvimento em irregularidades investigadas pela Operação Sanguessuga.

Leia mais aqui.

Quem recebeu o quê?

Confira como e qual foi o benefício de cada um dos parlamentares suspeitos de envolvimento na máfia das "sanguessugas", segundo depoimento dado por Luiz Antônio Vedoin à Justiça Federal, como moeda de troca para enquadrar-se na delação premiada.

O empresário matogrossense é apontado pelas autoridades como um dos operadores do esquema e sócio da Planam - empresa que fornecia as ambulâncias superfaturadas com verbas do Ministério da Saúde.

Pelas regras, é obrigatório a destinação de 30% do total de R$ 5 milhões à Saúde das emendas individuais que a cada ano um deputado federal ou senador tem direito.

Os depoimentos contra os envolvidos você confere aqui.

Abaixo o que pesa contra dois deputados federais e um ex-deputado paraenses.

Raimundo Santos (PL-PA) - Fez um acordo pessoal para receber 10% do valor das emendas. Parte do pagamento da propina teria sido paga a Ubiratan Lovelino Filho, um "agiota do Pará a quem o parlamentar estaria devendo".
Para disfarçar, quem fez os depósitos foi um motorista de Vedoin. O deputado indicou contas de assessores para os outros depósitos. Reclama que pagou R$ 104,6 mil a mais que o combinado e
que o deputado não devolveu o "empréstimo".


Josué Bengston (PTB-PA)
- Não tinha percentual fixo de propina, mas recebia "ajuda". Dois pagamentos de propina, no total de R$ 39 mil foram feitos em nome da Igreja do Evangelho
Quadrangular para "construção de um templo".
Também recebeu dinheiro na própria conta.

Ex-deputado federal Renildo Leal (PTB -PA) - Acertou 10% por emenda.
Além, do dinheiro, ganhou um aparelho de ultrassom no valor de R$ 70 mil. Um cheque, de R$ 15 mil foi emitido pela empresa Santa Maria para o parlamentar.

Pé de meia

O ex-deputado federal e presidente nacional do PT, José Genoino receberá indenização de R$ 100 mil como anistiado político.
Ele foi anistiado pelas perseguições e torturas sofridas durante a época do regime militar no episódio conhecido como "Guerrilha do Araguaia", ocorrido na década de 70.

Chagas ataca em Santarém

Causa perplexidade e revolta a constatação de casos do mal de Chagas em Santarém, Oeste do Pará. A doença está praticamente erradicada no mundo moderno e virou notícia nacional hoje na Radiobrás.
O Blog do Jeso já havia denunciado o problema.
Uma vergonha!

Município de Santarém, no Pará, registra 20 casos de doença de Chagas


Lourenço Melo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - Vinte casos de doença de Chagas, com registro de uma morte, foram notificados no município de Santarém, a 780 quilômetros de Belém, no estado do Pará. No dia 9 de junho último, a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) havia concedido ao Brasil o Certificado Internacional de Eliminação da Transmissão da Doença de Chagas pelo Triatoma Infestans, nome científico do inseto conhecido como barbeiro.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil é o primeiro país da América Latina a ter esse reconhecimento e nos últimos três anos foram investidos mais de R$ 97 milhões no combate ao vetor da doença.

O diretor de Controle de Endemias da Divisão de Vigilância em Saúde, da Secretaria municiapl de Saúde em Santarém, Bernardo da Silva Cardoso, alertou que no município e nas cidades vizinhas de Mojuí dos Campos e Garrafão existe plantação de soja e arroz, e o inseto pode ter se aproximado em busca de alimento (sangue de animais). Segundo os técnicos da Divisão, o barbeiro pode ser sido moído junto com frutas para fazer sucos e consumido pela população também em saladas.

Bernardo Cardoso informou que já estão sendo distribuídos panfletos para conscientizar os habitantes dos municípios onde houve registro recente da doença. E que amostras de sangue dos pacientes foram examinadas por laboratórios de Minas Gerais, São Paulo e Bahia, e pelo Instituto Evandro Chagas, de Belém. Nota divulgada hoje (27) pelo governo estadual anuncia que aguarda a confirmação de diagnósticos para a manutenção das ações de controle.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2005 foram visitadas cerca de 1,9 milhão de casas de adobe ou de pau-a-pique nas áreas rurais do país. Os técnicos encontraram pouco mais de 200 insetos, mas sem risco de transmissão da doença de Chagas. Há cerca de 20 anos, pesquisa semelhante encontrou 250 mil barbeiros em uma área idêntica à da amostragem.

Agora é HH

Garotinho volta ao noticiário político à lá Chacrinha: confundindo mais que explicando!!

Anunciou seu apoio à candidata Heloísa Helena à presidência da República.

Bom para o Babá.

Confira a reportagem da Folha abaixo:

Após dizer que ficaria "neutro", Garotinho declara apoio a Heloísa

DA SUCURSAL DO RIO

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho e o grupo que, sob o comando do economista Carlos Lessa, preparava o programa econômico do PMDB aderiram à candidatura de Heloísa Helena (PSOL) à Presidência. Por meio do assessor Carlos Rayel, Garotinho confirmou a intenção de votar na senadora. Lessa, primeiro presidente do BNDES no governo Luiz Inácio Lula da Silva, preparou o manifesto "Por que Heloísa Helena?".
Embora tenham optado pela mesma candidata, Garotinho e Lessa estão afastados. O presidente estadual do PMDB não será chamado a assinar o manifesto. Garotinho havia dito que pretendia se manter neutro na disputa no primeiro turno e que só anunciaria o voto em caso de segundo turno. Segundo Rayel, "as pressões das bases" fizeram-no mudar de idéia.
O rompimento entre Garotinho e a equipe de Lessa ocorreu com a derrota da tese da candidatura própria. O grupo considerou que o então pré-candidato divulgava indevidamente que o programa fora feito para ele. Lessa dizia nos eventos, quando questionado sobre o assunto, que o convite para preparar o programa econômico partira do deputado Michel Temer (SP), presidente nacional do partido. "Nosso candidato a presidente sempre foi o senador Pedro Simon [RS]", disse ontem o jornalista Paulo Jerônimo, assessor de Lessa.
Sobre o apoio de Garotinho, o candidato a vice-presidente na chapa, César Benjamin, disse que não houve conversas prévias. Benjamin integrou a equipe de Lessa. "Acolho e respeito o apoio dele, mas não houve contato entre nós."
Com a derrocada da ala pró-candidatura própria no PMDB, a equipe de Lessa se desfez. Benjamin disse que Garotinho não assinará o documento.
"É um manifesto de intelectuais. Há meses não falo com Garotinho", afirmou ele, para quem a adesão do grupo de Lessa representa a "convergência de socialistas e desenvolvimentistas". O manifesto tem a assinatura de intelectuais como Roberto Romano, Maria Sylvia de Carvalho Franco, Francisco Oliveira e Leandro Konder.

Campanha
Em Belo Horizonte, Heloísa defendeu ontem a aprovação da reforma tributária pelo Congresso. As mudanças no sistema tributário patrocinadas por seu governo, disse a candidata em discurso, beneficiariam os pobres, a classe média assalariada e o setor produtivo.

E aí Thomaz?

Confira o artigo do jornalista paraibano José Nêumanne

ABC Polítiko










A banca do distinto
Desde que o ex-presidente Fernando Henrique nomeou o criminalista José Carlos Dias para o Ministério da Justiça, este colunista tem combatido com sua funda (sem sequer um pedregulhozinho) essa idéia de jerico brasileira de entregar o comando do Estado, em nome da cidadania, na guerra contra o crime organizado a um serviçal dos chefões desta indústria.

Quando o colega de José Carlos Dias Márcio Thomaz Bastos foi nomeado para o mesmo cargo, o assunto voltou a ganhar relevância, mas nem por isso alguém se proclamou publicamente incomodado com o fato de o titular da pasta mais antiga do governo federal haver declarado, alto e bom som, que estava deixando uma banca de advocacia que lhe rendia a impressionante quantia de US$ 200 mil por mês. Ninguém prestou atenção ao fato de criminalistas não terem cidadãos decentes como clientes nem para a evidência de que tanto dinheiro assim não seria pago por mães famintas que furtam biscoitos nas gôndolas de supermercados, mas por altos executivos da delinqüência.

Quaisquer lembranças incômodas como esta seriam abatidas sem piedade pelo argumento politicamente correto de que, como José Carlos Dias, Márcio Thomaz Bastos prestou inestimáveis serviços à democracia como defensor de presos políticos durante o regime militar. Entre estes, Luiz Inácio Lula da Silva em pessoa. Agora, diante da entrevista ao Estado de S. Paulo de domingo, em que o dr. Bastos diz, entre outras pérolas, que "o problema não é pôr mais gente na cadeia, é tirar da cadeia quem não precisa estar lá", fica difícil resistir à tentação de perguntar se o autor desta frase atende prioritariamente a sua biografia de herói da resistência democrática ou a seu currículo de causídico comprometido com as causas de delinqüentes ricos, cruéis e poderosos. Quem o Dr. Bastos defende?

Os tanques nas ruas
"São Paulo errou ao não aceitar que os tanques do Exército saíssem às ruas", disse Sua Excelência, cometendo triplo equívoco. O militante dos direitos civis contra a ditadura deveria saber que um democrata de verdade não convoca tanques. Os clientes do criminalista não lhe pagariam bem como pagam se ele tivesse a ilusão de que tropas na rua impedirão que as hordas sob o comando do Primeiro Comando da Capital (PCC) continuem cumprindo ordens emanadas das celas das prisões onde vivem seus líderes com celulares que não precisam de carregadores de bateria. E, escusado dizer, o ministro serviria melhor o cidadão se fosse menos submisso aos verdadeiros interesses que comandaram suas declarações: a reeleição do ex-cliente e atual chefe presidente.

Superávit para quê?

Em outra pérola da entrevista a Luiz Rila e Vannildo Mendes, o ministro Bastos tentou explicar por que, ao contrário do que o presidente prometera, as verbas orçamentárias destinadas à construção de presídios foram "contingenciadas", ou seja, não foram gastas nas obras previstas. "Há outros valores em jogo. No projeto de estabilidade macroeconômica, é necessário criar superávit primário. Governo é assim: um cobertor um pouco curto para tudo", disse. Bastos escusou-se de declinar que valor seria mais importante que a vida do cidadão, que delegou ao Estado de direito, em cuja cúpula figura, o exercício do monopólio da força legítima exatamente para evitar que ela seja extinta ou sofra danos. Para que servirá o superávit se o PCC matar todos?

Coragem, gente!
O ministro não perdeu a chance de elogiar o trabalho da Polícia Federal. Na verdade, as operações que seus subordinados daquela instituição têm protagonizado estão carreando votos ao candidato à reeleição, a quem o entrevistado serve, mas este seria mais correto e justo se cobrasse dos agentes federais uma ação mais efetiva no combate contra o tráfico de drogas. A perseguição aos criminosos de colarinho branco é uma tarefa útil e deve ser aplaudida por todos os cidadãos de bem. Mas é muito menos arriscada que o enfrentamento a bala dos chefões do tráfico, cuja atividade ilícita propicia o financiamento para as ações do PCC. Têm sobrado estratégia e inteligência na PF, como o ministro apregoou, mas um pouco mais de coragem não lhe faria mal.

Cadeias só no papel
Na semana passada, entrevistada num canal de TV por assinatura, a socióloga Julita Lemgruber desmascarou, de forma implacável, o cinismo oficial federal em relação à guerra contra o crime organizado. Autora do capítulo específico sobre a questão penitenciária no tal Plano Nacional de Segurança Pública, a especialista disse com todas as letras e exibiu todos os números como provas de que a maioria das 27 propostas feitas para reverter a catástrofe das prisões e deter a ousadia do PCC não foi posta em prática pelo governo federal. Segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), por exemplo, R$ 140 milhões do Fundo Penitenciário (Funpen) não foram usados para a construção de novas celas.

José Nêumanne é jornalista e escritor. Artigo publicado no Jornal da Paraíba.

A praga vem de longe

Muitos acham que esse esquema das Sanguessugas é coisa recente. Não é.
A praga vem desde 1993 quando foi "desmonstada" a "Máfia dos Anões do Orçamento".
Já está em discussão de que maneira se evite a má utilização dos recursos do orçamento, extinguindo-se as emendas individuais.

O blog duvida que esta proposta vingue.

Uma solução mais factível seria a adoção de um Orçamento impositivo com regras transparentes e punitivas.

Ao mestre com carinho

Mas assim ninguém agüenta!
O camarada Fernando Gonçalves (PTB-RJ) que era o suplente de Bob Jefferson, nem bem esquentou o lugar e já é acusado de levar propina de R$ 300 mil dos bom moços da Planam.

Leia matéria aqui.
MTV estimula voto nulo nas Eleições !

O ex-Blog do Cesar Maia chamou a atenção para a irrugularidade cometida pela Rede MTV Brasil que configura crime eleitoral ao estimular o voto "nulo".
Na vinheta que está veiculando em sua grade de programação. A
MTV Brasil, uma associação de capital da Editora Abril e Grupo Folha, esqueceram-se que é vetado a concessionário público desobedecer as regras eleitorais vigentes.
Pelos Corredores do Planalto quer saber qual providência o Ministério Público Eleitoral tomará, assim como, que medida o Conselho de Regulamentação das Emissoras de TV do Ministério da Justiça adotará sobre esse abuso.

Lula veta integralmente a "Lei Pastor Amarildo"

O presidente LuLa vetou hoje a noite, integralmente, o PL nº 79, de 2004, apelidada de "Lei Pastor Fenaj Amarildo", que queria mudar as regras para as funções jornalísticas.
Se for reelito o presidente poderá decidir sobre outra proposta a ser formulada por um grupo de trabalho criado hoje.

CPMI notifica mais 33 parlamentares

Por acordo do grupo parlamentar que dirige os trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos "Sanguessugas", a relevância como elemento acusatório do depoimento do empresário Luiz Antonio Trevisan Vedoin, sócio da Planam, foi considerado juridicamente válido como elemento que justifique a notificação de outros 33 deputados e dois senadores no processo, oportunizando aos suspeitos, o direito de apresentarem suas defesas prévias na investigação que poderá resultar na perda de seus mandatos.
A comissão agiu com rapidez e já está notificando esse outro grupo de 33 parlamentares supostamente envolvidos no escândalo.
O prazo de defesa escrita é de cinco dias após a notificação.
Abaixo você confere a nova lista que inclui, agora em caráter oficial, mais um parlamentar paraense:

1. Adelor Vieira (PMDB-SC)

2. Agnaldo Muniz (PP-RO)

3. Almerinda de Carvalho (PMDB-RJ)

4. Benjamin Maranhão (PMDB-PB)

5. Carlos Dunga (PTB-PB)

6. Carlos Nader (PL-RJ)

7. Celcita Pinheiro (PFL-MT)

8. César Bandeira (PFL-MA)

9. Cleuber Carneiro (PTB-MG)

10 .Coronel Alves (PL-AP)

11. Érico Ribeiro (PP-RS)

12. Feu Rosa (PP-ES)

13. Gilberto Nascimento (PMDB-SP)

14. Helenildo Ribeiro (PSDB-AL)

15. Heleno Silva (PL-SE)

16. Ildeo Araújo (PP-SP)

17. João Grandão (PT-MT)

18. João Magalhães (PMDB-MG)

19. Jonival Lucas Júnior (PTB-BA)

20. Jorge Pinheiro (PL-DF)

21. Josias Quintal (PSB-RJ)

22. Josué Bengston (PTB-PA)

23. Marcondes Gadelha (PSB-PB)

24. Marcos de Jesus (PFL-PE)

25. Nilton Baiano (PP-ES)

26. Paulo Gouveia (PL-RS)

27. Paulo Magalhães (PFL-BA)

28. Ricardo Rique (PL-PB)

29. Robério Nunes (PFL-BA)

30. Saraiva Felipe (PMDB-MG)

31. Wellington Roberto (PL-PB)

32. Magno Malta (PL-ES)

33. Serys Slhessarenko (PT-MS)

Proteína

Nos grandes centros consumidores do Brasil a carne bovina já acumula uma queda inédita, na ponta, de inacreditáveis 17% nos grandes supermercados.
Focos de Febre Aftosa e excesso do produto em plena entressafra são o motivo do fenômeno.
Filé a R$ 9,90 o quilo vende à rodo numa das grandes redes varejistas do país.
E no Pará? Não li uma materiazinha a respeito.

Caso de Polícia

A informação que dois sítios políticos foram hackeados (invadidos por piratas da web), o ex-Blog do César Maia e o Site Vote Brasil representam uma ameaça à livre expressão e por tabela à democracia.
As autoridades não podem deixar a sociedade sem uma explicação das providências se tomadas foram.
Se a moda pega, não há página de Partido Político ou Candidato nestas eleições que estejam imunes a esse tipo de crime.
Fato gravíssimo esse.

A hora da verdade

Objetividade, variedade, imparcialidade, são alguns adjetivos do excelente Blog Código Aberto, do jornalista, professor e pesquisador de Webjornalismo Carlos Castilho.
Sugiro a leitura do blog para profissionais da área, estudantes de jornalismo e demais interessados no assunto.
Um de seus artigos, em especial, chamou minha atenção para um fenômeno que muitos desconfiam, porém, por falta de elementos para analisá-lo, rapidamente cae no esquecimento comum: a revolução que está em curso na relação leitor-imprensa.
Leia o artigo clicando aqui.

Prenúncios

Os sinais de alerta soam incessantes com a iminente crise que bafeja o mundo.
O efeito dominó do conflito no Oriente Médio poderá contaminar outros setores da economia global, sinalizada por posições um tanto intimidatórias adotadas por alguns países nas discussões em curso nas altas instâncias de negociação.
Dois sinais o blog destaca nesta análise superficial sobre duas matérias publicadas na BBC Brasil.
A primeira é a presença da poderosa secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, em visita surpresa ao Líbano.
Sinal que o conflito pode adquirir características de metástase e gerar uma guerra global, dado o ressentimento da comunidade mulçumana espalhada pelo mundo. Especialmente a de tendência fundamentalista contra a imposição americana de apoio incondicional a Israel.
A outra é o retrocesso nas negociações no âmbito da OMC.
De acordo com o que foi divulgado, a chamada Rodada de Doha da OMC foi suspensa hoje ao final do impasse criado pelos seus principais negociadores que não conseguiram avançar na tentativa de chegar a um acordo básico.
As reuniões de emergência dos últimos dois dias na sede da organização, em Genebra, não foram suficientes para superar os impasses que já duram vários meses.
Após o anúncio da suspensão, os principais negociadores se acusaram mutuamente pelo fracasso.
Caminhamos todos para tempos nebulosos e de sofrimento inominável.
Valha-nos Deus.

Não é bem assim

Outra exclusiva do encorpado blog paraense Quinta Emenda sobre o furacão da suposta exclusão do PFL na disputa eleitoral deste ano. Notícia que deve repercutir com destaque nos jornais amanhã.
Leia.

Observador experimentado

O blog Quinta Emenda, comentou com indiscutível exatidão, um dos vários desdobramentos da inclusão de mais um nome de parlamentar paraense nas investigações da CPMI dos Sanguessugas.
Leia aqui.

A voz da experiência

"Imprensa é oposição. O resto é armazém de secos e molhados". (Millôr)
Quem dera fosse assim. O país seria outro.

Senso de oportunidade

O blog do Sebastião Nery, informa a sacada da China em investir em ações no campo ecológico para colher frutos num futuro próximo e de maneira a mais sutil.
Acusada de descaso por organizações ambientalistas do Ocidente ao decidir construir de qualquer maneira a Hidrelétrica das Sete Gargantas, um colosso bem maior que a bi-nacional Itaipú (Brasil-Paraguaia), o rumo político que envolve as ações de governo dos chineses começa a dar uma guinada. Leia abaixo.

Ecologia: negócio da China

Silvestre Gorgulho, 18 de Julho de 2006

A China começa a perceber a importância de jogar a favor da ecologia.

Os Jogos Olímpicos, em 2008, vão fazer o marketing deste novo tempo, pois o governo chinês quer mostrar ao mundo que está consciente dos benefícios econômicos e ambientais das energias renováveis.

Pequim vai investir em tecnologia limpa, desenvolvendo vários projetos para melhorar o sistema de conservação de energia e de proteção ambiental.
Entre os planos está a construção de duas grandes plantas de incineração de resíduos, duas plantas de processamento e um centro de reciclagem de materiais perigosos.
Pequim planeja reciclar um milhão e meio de eletrodomésticos velhos por ano.

Na veia

O candidato do PSDB à presidência Geraldo Alckmin respondeu de maneira objetiva ao quadro de denúncias de corrupção que se instalou no país, desde a revelação do caso Waldomiro Diniz a mais de dois anos, estreando de maneira lamentável o governo Lula.
Seguiu-se o escândalo do Correios, Mensalão, Sanguessugas, PCC, tudo quase ao mesmo tempo, como numa peça sinfônica regida por um maestro do mal.
O candidato da oposição afirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, "tapa o sol com a peneira" ao culpar o sistema partidário pelos casos de corrupção no seu governo.
Lula, candidato petista e líder nas pesquisas de intenção de voto, afirmou no fim de semana que uma reforma política é necessária de modo que sejam evitados episódios como o mensalão e cia.
"Não é só reforma política não, corrupção se combate não permitindo impunidade", disse Alckmin a jornalistas em evento de campanha no bairro do Itaim Paulista, extremo da zona leste de São Paulo. "Corrupção existe pela tolerância, pelas más amizades, pela falta de controle e por governo ineficiente".
Esse será um dos repertórios a ser usado por Alckmin e seus aliados, que, se colocado de maneira didática ao povão na propaganda na televisão que começa no próximo dia 15/08, angariará muitos votos ao tucano.
Neutralizar esses ataques será um desafio para Lula. O discurso que não sabia de nada e que mandou investigar e punir, não convencerá.

Aqüiescência?

"El conbatente, soldado de la causa. Hay de vuelta a peleja".
Não amigos, o título acima não se refere a nenhuma chamada de convocação revolucionária em país
latino-americano em crise institucional, mas, bem que poderia ser.
Seria a reentrada dos sonhos de Zé Dirceu, ex-segundo homem de Lula e atualmente com os direitos políticos cassados pelo prazo de oito anos continua firme no projeto de reeleição do companheiro.
A Folhaonline, publicou o quase sonho da reentré "dirceana", muito bem acompanhado, diga-se. Leia a reportagem a seguir.

Dirceu diz ser soldado de Lula em ato do MST
CRISTIANO MACHADO
Colaboração para a Agência Folha, em Mirante do Paranapanema

Chamado de "grande guerreiro", "fiel companheiro" e "injustiçado" por líderes sem-terra, sindicalistas e políticos de esquerda do Pontal do Paranapanema (SP), o ex-ministro da Casa Civil e deputado federal cassado José Dirceu pediu votos para Luiz Inácio Lula da Silva e declarou ser um "soldado" na campanha à reeleição.

"Estamos na luta. Não tenho vergonha e sei combater na frente ou na retaguarda, como comandante ou soldado. Aliás, me sinto muito bem como soldado", disse, na 1ª Festa do Trabalhador Rural do Pontal, em Mirante do Paranapanema (530 km a oeste de SP), berço do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Organizado por José Rainha, afastado da direção do movimento, o evento também contou com a presença do ex-presidente do PT José Genoino, candidato a deputado federal.

A matéria completa você pode ler aqui.

Relatório estratégico

Vazou uma informação típica de início de campanha eleitoral.
Segundo o que circula nos bastidores políticos do Planalto Central, o Governo, leia-se Casa Civil, estaria de posse de um minucioso "relatório" com irregularidades praticadas através da veia que alimentou o escândalo das sanguessugas: as emendas individuais a que todo parlamentar tem direito em outras mil maracutais e em outros ministérios.
O tamanho e capilaridade de ministérios seria tão grande e devastador, dado o envolvimento de parlamentares petistas, que teria a força de colocar o escândalo dos sanguessugas como um réles exercício de recreio em turma de alfabetização.
Se o relatório vazar, os destinos da campanha terá outra dimensão.
O "relatório", diga-se, pode nem existir, de maneira que "dossiês" contra adversários, de um lado e de outro da campanha, já virou golpe sujo e um insulto à inteligência do eleitor.

Reprodução sem checagem

A maioria de imprensa nacional apenas se deu ao trabalho de reproduzir a "nova lista" publicada na revista Veja sem checar algumas informações, reclamam os acusados de A a Z em alguns dos jornais. Digo alguns porque os dois deputados paraenses envolvidos não disseram uma palavra que os defendesse perante seus eleitores.
Pode ser uma estratégia para ganhar tempo, mas, soa mal em todos os ouvidos desemtupidos e mentes arejadas.
O blog acredita que a forma como foi colocada a lista dos prefeitos supostamente envolvidos no escândalo, pode confundir o eleitor ao não especificar, de maneira clara, quem está ou foi prefeito.
Antonio Paulino da Silva (PTB), por exemplo, não é mais prefeito de São Félix do Xingú (PA).
Com o advento da reeleição deve haver na "lista" publicada várias omissões.

Arrecadação recorde do Leão não para de crescer






Clique aqui e veja o tamanho da mordida do Leão em tempo real.
No Pará a arrecadação federal você confere neste link.
No mesmo link acima você poderá fazer o comparativo entre Pará e o Amazonas.
Nesse comparativo, o leitor poderá conferir que desde o 1º dia de 2006 até agora, o imposto pago por habitante (per capta) é muito superior no Amazonas. Na proporção de R$ 1.779,92 dos amazonenses contra R$ 649,29 dos paraenses.
Com esses dados o leitor pode elaborar algumas conclusões interessantes sob o ponto de vista político, inclusive.
O blog pergunta. Como Lula diz que investiu R$ 5 bi no Pará se só arrecadou R$ 4, 526 bi até o momento desta postagem?
Este tema vai com destaque para o palanque paraense.

Desinteresse feminino

Segundo a Agência Brasil analisando os dados de escolaridade, sexo e faixa etária dos 19.166 candidatos que disputam as próximas eleições a participação das mulheres aumentou, mas ainda não chega à metade da cota exigida por lei. A legislação exige que os partidos apresentem, pelo menos, 30% de candidatas mulheres. Este ano, a participação feminina será de 13,95%.
O Senado é a vaga em que há maior número de mulheres disputando: 16,2% do total, contra 12,2% na última eleição. . A menor participação feminina é na disputa pela Câmara Federal, com 12,4%. Em 2002, 10,5% dos candidatos era mulher.
O descumprimento da lei não vai acarretar nenhuma punição aos partidos. Uma decisão do TSE já considerou que as vagas não preenchidas por mulheres são consideradas vazias. Ou seja, não existem e, portanto, não têm como ser preenchidas.

O blog vê como fundamental a participação de candidaturas femininas na política nacional.
Mulher, essencialmente é mais honesta, equilibrada e sensivel que os homens.

Perfil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou o perfil dos quase 20 mil candidatos que disputam cargos eletivos nas próximas eleições por grau de instrução. Dos sete concorrentes relacionados para a presidência da República, seis possuem curso superior completo, enquanto dois, o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a candidata Ana Maria Rangel (PRP), têm apenas o ensino fundamental completo.
Em relação aos candidatos aos governos dos Estados, dos 208 inscritos, dois afirmam apenas ler e escrever. A maioria, 155 (74,5%), declararam ter curso superior completo. Por fim, 69,3% dos candidatos a senadores têm algum tipo de graduação superior e 14,9% têm o ensino médio completo. Os demais informaram não ter curso superior e, dois deles, da Bahia, sabem apenas ler e escrever.

Beleza democrática

EFE















É de Porto Rico - sangue e beleza latina - a nova Miss Universo, 18 aninhos. Chama-se Zuleyka Rivera Mendoza, é estudante de comunicação e sua beleza se viu equilibrada com seu talento quando a jovem explicou que seu sonho de ser atriz é motivado pelo "fato de os atores terem de sentir o seu coração para conseguir viver diferentes experiências".
AFP
















A concorrente do Brasil classificou-se entre as Top 20.
Por outro lado, Silvana Vergara, uma equatoriana de 21 anos que pesa 156 kg, foi escolhida "Miss Cicciona 2006" (Miss Gordinha), em uma festa de gala na Itália.
Silvana quase esmaga um rapaz (veja a foto) ao comemorar o resultado do certame. "Foi muita emoção", resumiu.
EFE

Hoje tem Miss Universo

Reuters















A nossa representante é a belíssima modelo gaúcha Rafaela Zanella, à direita, que enfretará a canadense Alice Panikian.
Páreo duríssimo como o leitor pode constatar.

Sanguessugas: outra lista com mais 112 suspeitos

Mais uma lista divulgada pela revista Veja que circula nesta semana aponta mais parlamentares envolvidos com o escândalo das "sanguessugas".
Mais um do Pará. É o pastor Josué Bengston (PTB-PA).
Veja a vergonhosa turma aqui.
A matéria você confere aqui.

Morre em SP o ator do proletariado brasileiro

Folha de S. Paulo
Gianfrancesco Guarnieri morre em SP aos 71 anos. O dramaturgo, que estava hospitalizado havia 49 dias, sofria de insuficiência renal; enterro será na tarde de hoje.
O autor mudou a história do teatro brasileiro com "Eles Não Usam Black-Tie"; como ator, seu último papel foi na TV, na novela "Belíssima"

E as PPPs?

Por quê não efetivar logo a tal Parcerias Público Privadas para acabar com esse eterno lenga-lenga
da falta de recursos de alguns órgãos estratégicos do Governo Federal?
Os projetos vivem eternamente ameaçados em seus andamentos. Ibama, Incra e Funai são os campeões do chororô.
O Governo Federal dorme no ponto.

Presidente Lula se diz "chocado" com conflito no Líbano

São aproximadamente seis milhões de descendentes sírio-libaneses que residem no Brasil, para ilustrar, superior à própria população do Líbano.
Lula demonstrou preocupação com o conflito no Oriente-Médio.
Leia mais aqui.

Sucatão escalado para resgate

O boeing 707 da FAB, conhecido como 'sucatão', com capacidade para transportar 150 passageiros foi escalado para resgatar os cidadãos brasileiros no Líbano, informou o Itamaraty.

Barbárie no Líbano

Adnan Hajj / Reuters













A foto resume a insensatez humana.

Regras para a TV

No Pará os candidatos às eleições deste ano utilizarão a TV durante 50 minutos, duas vezes ao dia de acordo com a grade estabelecida pelo TRE-PA. A propaganda na telinha terá a duração de 45 dias, a partir do dia 15 de agosto.
O tempo dos candidatos ao Governo do Estado ficou assim: a coligação Frente Popular Muda Pará vai ter 4 minutos e 30 segundos na propaganda eleitoral gratuita.
O candidato do PSTU vai ter 1 minuto e 6 segundos. A Coligação Frente de Esquerda vai ter 1 minuto e 6 segundos, também. O candidato do PSDC vai ter 1 minuto e 8 segundos. A coligação União pelo pará vai ter 8 minutos e 49 segundos. Já o candidato do PMDB terá 03 minutos e 15 segundos, informa a Assessoria de Imprensa do TRE-PA.

TRE-PA consolida lista de candidatos

O Tribunal Regional eleitoral do Pará, consolidou a lista de candidatos das eleições deste ano.
Para Governador , seis candidatos disputam o pleito; outros seis nomes tentam a única vaga ao Senado Federal; 177 concorrem a 17 vagas na Câmara dos Deputados e 480 à Assembléia Legislativa.
Detalhes você confere aqui.

Outro suspeito do Pará

O deputado federal Josué Bengston (PTB-PA) foi apontado em depoimento do empresário Luiz Antonio Trevisan Vedoin, um dos donos da empresa que fraudava a compra de ambulâncias com dinheiro público, como um dos beneficiários do chamado esquema dos "sanguessugas".
O parlamentar não figurava na lista anteriormente divulgada esta semana.
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Bengtson, fundador da Igreja do Evangelho Quadrangulgar é o 21º integrante da chamada bancada evangélica a supostamente ter relação com a quadrilha.

Vocação

Uma das ações fundamentais para o desenvolvimento regional é estabelecer de maneira científica e
desprovida de paixões a vocação da região onde se quer estabelecer intervenções através de políticas eficazes e que surtam efeitos positivos.
Está mais do que evidenciado que a imensidão de áreas degradadas localizadas no sul/sudeste do Pará, não podem ser desprezadas como potencial de investimento econômico.
O jornal Correio do Tocantins publica reportagem que vai de encontro a uma das inúmeras vocações daquela região sob o título "Marabá deve ganhar usina de álcool".
Leia os detalhes aqui.
Funky Blues Harmonica!!

Para quem curte uma harmônica, veja este craque em ação.

Israel convoca reservistas

Temo que a manchete da Al Jazeera (leia - em inglês) seja a efetiva invasão das tropas israelenses no Líbano.
Em razão da absoluta superioridade armamentista dos israelenses - e sempre com apoio incondicional dos EUA-, o pior pode acontecer: a destruição maciça do país, que é territorialmente equivalente ao município de Marabá (PA).
Por outro lado o exército linanês já está de prontidão após o ataque ao Palácio do Governo, no centro de Beirute. Será uma longa guerra.
Aproximadamente 360 pessoas do lado libanês já morreram, do lado israelense, pouco mais de 30, muitas outras vidas serão pulverizadas com mais esta absurda radicalização dos extremistas religiosos.

Do profeta Millôr Fernandes

PROFECIA (Escrito em 2005)
Vejo um pobre bandido sendo preso e, como sempre,glorificado pela imprensa como "o mais perigoso", "o mais procurado", "chefe do tráfego de metade do Império Romano." E me lembro das leituras romanescas, A Córsega em Chamas, e de Salvatore Giuliano, o, esse sim!, perigoso bandido siciliano, desafiando os dez membros principais do governo italiano "para um duelo até a morte".
Prêmio, se ganhasse: a sobrevivência e o controle do governo. "Se perder será meu fim. Se vencer assumo o governo. Será a salvação do povo italiano e da Itália." Décadas mais tarde a operação Mãos Limpas lhe daria razão, provando que a Máfia era apenas um braço menor do poder constituído. Nossas autoridades não perdem por esperar. A qualquer momento vai aparecer um "bandido" com ideologia.
A massa de manobra está pronta e é gigantesca.

Não poderia deixar de citar Nelson Rodrigues: "Só os profetas enxergam o óbvio".

Senador quer acabar com exame de ordem da OAB

José Cruz/Agência Senado











Deu no ABC Político

Brasília - O senador Gilvam Borges, do PMDB do Amapá, apresentou, nesta sexta-feira, projeto de lei abolindo o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), exigido para que bacharéis de direito possam atuar como advogado. O argumento de Gilvam Borges - que também tenta ressuscitar a figura de senador biônico - é que os advogados são os únicos, no país, que têm de se submeter a duas avaliações para trabalhar: a da universidade e a da OAB. Gilvam critica o alto índice de reprovação dos bacharéis no exame da Ordem, por exemplo, 92,8% dos candidatos em exame aplicado pela OAB de São Paulo. Para o senador, basta o diploma da universidade, mesmo de fundo de quintal."Não é possível que nove em cada dez jovens diplomados não tenham aptidão para o exercício da advocacia", desconfia o senador, para quem o exame de qualidade da OAB é "instrumento de controle injusto, despropositado e inconstitucional". O senador vai mais longe: "O malsinado exame atingiu a condição de máxima injustiça perpetrada por causídicos que deveriam se preocupar com a Justiça do país. A mim, parece inaceitável que uma única prova substitua todas as provas de cinco longos anos de formação acadêmica".

É inacreditável este projeto. Se nas condições normais está cada vez pior a formação dos novos bacharéis em direito, imaginem se passar essa excrecência.
Leia mais aqui.

Dezessete estupram jovem e publicam as fotos na internet

Não me lembro de ter visto essa notícia nos jornais paraenses.
Reproduzo a matéria publicada no Enfoque Amazônico, coluna do jornalista Ray Cunha hospedada no site ABC Politiko.
O fato ocorreu em Tucuruí.
Quatro adultos e 13 adolescentes estupraram e submeteram uma mulher, de 20 anos, a ignomínias sexuais inimagináveis, fotografaram tudo e divulgaram as fotos na internet.
O delegado Eliezer Machado já prendeu três das bestas-feras; um, Abner Vieira Martins, 19 anos, está escondido no mato, onde é caçado.
Os criminosos são de famílias financeiramente estruturadas. O juiz da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Tucuruí, Elder Lisboa da Costa, decretou, quinta-feira 6, a prisão preventiva de Dilson Carlos de Abreu, Abner Vieira Martins, ambos de 19 anos, Leonardo Moraes de Andrade, de 22, e Tiago Barbosa da Silva, de 21. Dos 13 adolescentes, 8 já estão detidos. Cinco fugiram, 4 deles para São Paulo.
O estupro ocorreu no início da madrugada do feriado de Corpus Christi, em 15 de junho, atrás da Escola Municipal Grão Pará, na Rua Capanema, Vila Permanente. A mulher foi dopada e fotografada nas mais humilhantes posições. As fotos foram publicadas na Comunidade Fala, Tucuruí, na internet. Os estupradores se deixaram fotografar acenando para a câmera, prova irrefutável do crime bárbaro. A vítima disse, no seu depoimento, que foi drogada e obrigada a fazer sexo oral, carnal e anal com seus algozes, que, não satisfeitos, introduziram vários objetos no ânus e vagina da jovem - até pedras. Na Delegacia de Crimes Contra a Mulher, foi apresentada, também, como prova, uma pulseira de artesanato que um dos algozes usava. A jovem disse que devido à repercussão do caso foi demitida de seu emprego, no restaurante João Bala, e que passou a ser discriminada por todas as pessoas que tomaram conhecimento do estupro.

Gostaria que se houvesse algum leitor deste blog que more em Tucuruí, nos informasse a quantas anda esse caso.

Será?

CPI quer divulgar na terça os novos sanguessugas, segundo o Blog do Noblat.

Mais do que óbvio

Campanhas eleitorais podem custar R$ 20 bilhões no total
Manchete de toda a mídia hoje.
Só vem a confirmar a indústria despropositada que se transformou o processo que referenda a renovação da representação política em nosso país a cada dois anos.
O efeito econômico disso tudo nos coloca numa situação sui generis.
Os valores envolvidos são, por si só tão espetaculares que, muitos setores acabam faturando um dinheiro inacreditável nesse intervalo.
Solução? Dificílima creio. Uma profunda reforma política, penso, não seria tão profunda assim, de modo a acabar com o pernicioso processo.
Temos então que cobrar essa reforma, senão, tudo ficará aonde está.
É o que o blog pensa.

Freio de arrumação



















Arrematada pela Varig Log. A Varig suspendeu seus vôos. Agora, no freio de arrumação, só operará a Ponte-Aérea RJ-SP.
Belém, bye , bye.

Chega!















Fim da estrada. Está decidido. O deputado Federal Moreira Franco (PMDB-RJ) desistiu de disputar novo mandato.
Ele se diz decepcionado com o Congresso e o PMDB.
O titular do blog é testemunha da conduta correta do deputado carioca, cujos colegas do Rio de Janeiro são os mais citados no escândalo das sanguessugas.
O Rio perde um representante digno.

Feudo

Da Coluna do Claudio Humberto
O senador Gilvam Borges (PMDB-AP), suplente que assumiu a vaga do ex-senador João Capiberibe, cassado por compra de votos (num esquema que teria sido comandado por Sarney) vai se licenciar para coordenar as campanhas do governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), e do senador José Sarney (PMDB). O suplente é o irmão Geovane, um dos inelegíveis da lista do TCU.
Essa turma dos Borges é conhecida por lá como "zolhudos". Adivinhem por que?

Procuradoria eleitoral impugna cinco no Pará

O Liberal
Belém - Intensa movimentação de advogados para garantir as candidaturas do deputado estadual Artur Tourinho (PMDB), candidato à reeleição; do ex-prefeito de Tucuruí, candidato a deputado estadual pelo PMDB, Parsifal Pontes; do ex-prefeito de Ponta de Pedras José Chiappetta (PTN), também concorrente a uma vaga de deputado estadual; do ex-prefeito de Bragança José Diogo (PFL), que pleiteia vaga na Assembléia Legislativa e do presidente da Associação dos Usuários do Trânsito e dos Transportes do Município de Belém, Leandro Borges, que concorre a uma vaga na Câmara dos Deputados.
O procurador regional eleitoral, José Augusto Torres Potiguar, do Ministério Público Federal, ajuizou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em cinco ações de impugnação de registro de candidaturas para eleições de 2006. Estão sob o risco de não participar do pleito os candidatos citados acima.
As ações os acusam de improbidade administrativa, já que tiveram contas rejeitadas nos tribunais de Contas do Município, do Estado e da União.

Basta uma simples liminar para liberar a galera. Depois, bem, depois...São outros quinhentos.

A extensão do esquema é impressionante








"O depoimento prestado por Vedoin (dono da Planam), em juízo, em Cuiabá, é detalhado, revela fatos e apresenta documentos. É um documento impressionante. Se tudo aquilo ali vier a ser comprovado, tem-se um esquema imenso que vai responsabilizar outros parlamentares, além dos 57 que já estão sendo notificados" - Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), presidente da CMPI das Sanguessugas.

Pressão inversa

Relator da CPI dos Sanguessugas critica decisão de partidos de expulsar investigados
A Tarde
Após anunciar a criação de quatro sub-relatorias para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Sanguessugas, o relator Amir Lando (PMDB-RO), criticou a postura dos partidos políticos que estão ameaçando expulsar os filiados investigados pelo Ministério Público por suspeita de envolvimento com a compra superfaturada de ambulâncias com recursos do orçamento da União.
A preocupação que a CPI vem tomando durante todo o tempo para preservar os deputados, não foi tomada por certos partidos que anunciaram punições a seus filiados. Acho que os partidos não tem as informações que a CPI detêm e deviam aguardar o final das investigaços para tomar as medidas contra os parlamentares. A CPI vem dizendo que os parlamentares são acusados e não culpados. Embora ela disponha de muitos documentos contra os parlamentares”, criticou o senador.
Ontem (18), o PSDB foi o único dos 17 partidos com representação no Congresso a prometer a expulsão de parlamentares – três deputados – investigados pela comissão. Em nota assinada por seu presidente, senador Tasso Jereissati (CE), o partido informa que "não admitirá em seus quadros pessoas envolvidas em quaisquer práticas ilícitas, especialmente em um episódio vergonhoso como este, que se convencionou chamar de Escândalo dos Sanguessugas". E acrescenta: "Não podemos, hipocritamente, exigir a moralidade e a honestidade, sem praticá-la. Não pode haver outro caminho senão a expulsão de nossos quadros".

Começa a pressão contra os sanguessugas

Agência Câmara

Deputado sugere afastamento de investigados pela CPMI
O vice-presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), sugeriu que todos os parlamentares suspeitos de envolvimento com a "máfia das ambulâncias" se afastem dos cargos que ocupam nas comissões e em outros órgãos da Câmara até o fim das investigações. Ele citou o exemplo dos dois secretários da Mesa Diretora da Casa que se afastaram das reuniões do colegiado.
Segundo Jungmann, todos os parlamentares incluídos na lista de suspeitos divulgada ontem pela comissão receberam algum benefício financeiro do esquema. Ele disse que os pagamentos foram feitos de três formas: um pequeno grupo recebeu o dinheiro diretamente na conta bancária, outro mais numeroso o fez por meio de funcionários ou familiares, e o último foi pago em dinheiro vivo.
Perfil dos acusados
Ao traçar o perfil dos 57 parlamentares acusados de envolvimento com as fraudes, Jungmann disse que 95% deles pertencem ao grupo conhecido como baixo clero. "São aqueles que estão mais acostumados a servir à própria comunidade e não têm preocupação ideológica ou programática", explicou.
Entre esses políticos, ainda segundo Jungmann, há um grande percentual de evangélicos e de parlamentares do Rio de Janeiro. "Alguns deles teriam auferido lucros entre R$ 2 mil e R$ 4 mil por cada ambulância vendida irregularmente", acrescentou.
O deputado disse ainda que, de acordo com as investigações da CPMI, a Planam deve ter sido a primeira empresa no Brasil a se organizar especificamente para promover a corrupção no Orçamento. "A Planam é a corrupção SA", afirmou.

Marketing digital nas eleições

Brasília - Em texto de Luciana Moherdaui que reproduzo abaixo, o leitor poderá esclarecer outros questionamentos sobre a questão.

Luiz Gonzalez, dono da agência de propaganda Lua Branca cotado para coordenar a campanha de Geraldo Alckmin disse: "Tenho certeza de que as campanhas usarão de forma crescente as ferramentas digitais disponíveis. Todas as legalmente permitidas". Gonzalez tem criado peças para programas do candidato tucano na tevê, mas avisa que ainda não está contratado para nenhuma campanha. Entendo que o uso do SMS é equivalente ao telemarketing tradicional. Portanto, deve ser usado desde que os custos sejam declarados."
Apesar da acirrada disputa para que seus candidatos vençam as eleições, em um ponto os marqueteiros concordam: as campanhas deste ano serão marcadas pelo uso maciço de ferramentas digitais. Podcasting (arquivos transmitidos via internet), mensagens via celular por texto e vídeo, os chamados SMS e MMS, programas de comunicação instantâneos, como messenger, orkut, blogs e sites serão incorporados às armas que as agências usarão para atrair o eleitorado a partir de julho. "A web significa uma revolução silenciosa nas campanhas políticas, sobretudo com o aumento do uso da banda larga, da possibilidade de publicar imagens, vídeos e áudios de alta definição", diz Fernando Barros. "As imensas potencialidades da internet ainda não estão dominadas pelos marqueteiros."
Na opinião de Wilson Gomes, doutor em filosofia e pesquisador de política e internet, apesar do avanço das novas ferramentas, nada será tão eficaz para a comunicação estratégica de partidos e candidatos quanto à velha e boa televisão. "Os meios ligados à internet, principalmente os recursos-web, já vêm sendo empregados pelos partidos e suas consultorias no Brasil há pelo menos duas eleições majoritárias. Naturalmente, a telefonia celular já faz parte da infra-estrutura básica de comunicações e não haveria de ser diferente com a atividade política normal. Mas não conheço nenhuma iniciativa de marketing político por esse meio." Sobre o uso do orkut e outras plataformas, Gomes acredita que o uso se limita à criação de listas de adesão "O orkut vem sendo usado pelo campo político, mas muito mais para criar listas de adesões do que para qualquer fim precípuo de convencimento. Não acredito que essas eleições vão mudar grande coisa sob este aspecto. Quanto ao resto, duvido que exista alguma estratégia de marketing específico para empregá-los." O professor Elias Machado, presidente da Associação de Pesquisadores em Jornalismo e pesquisador de jornalismo digital há mais de dez anos, diz que é temerário prever que o uso das tecnologias vinculadas às redes serão os canais preferenciais do marketing político. Ele acredita que a tevê e o rádio continuarão sendo focos centrais para a divulgação das candidaturas. "O que se pode afirmar é que estes meios têm um potencial cada vez maior, principalmente entre determinadas faixas de público e entre formadores de opinião. Um bom plano deve incluir todas as possibilidades de atingir o eleitor. Não podemos esquecer que muito da popularidade de Anthony Garotinho, que detém 15% das pesquisas de opinião, deve-se em boa medida ao uso do rádio. Garotinho mantém um programa diário veiculado em mais de 300 emissoras de Norte ao Sul do país."
Internet x mídia tradicional - O sociólogo Antonio Lavareda tem outra opinião. "O conjunto de recursos da internet envolve muito mais que a utilização de sites. A rede terá uma importância maior que em 2002, quando a briga se dava apenas por sites, por dois motivos: aumentou o número de usuários. Estima-se que 32,1 milhões de pessoas tenham acessado a web em 2005, segundo dados do Ibope eRatings. A internet é o meio com maior capacidade sobre a mídia tradicional por conta da instantaneidade", explica. Minutos depois de os institutos CNT/Sensus e Datafolha divulgarem o resultado da corrida presidencial, a notícia estampava as páginas dos principais sites jornalísticos brasileiros e blogs traziam a análise do cenário apresentado. A analise postada na rede define a angulação e pauta das mídias tradicionais como rádio, tevê e revistas e jornais. "Embora o alcance ocorra de modo indireto e atinja apenas 12% dos domicílios, a rede influencia a cobertura nacional, os veículos de massa", defende Lavareda. Para o pesquisador Marcos Palacios, do Grupo de Pesquisa em Jornalismo On-Line da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, é preciso não perder de vista o restrito número de usuários, bastante restrito em nosso País, apesar dos 32,1%, e a questão do uso. "Uma pesquisa recente nos EUA mostrou que apenas 23% dos usuários de internet a utilizam como sua principal fonte de notícias. Essa percentagem cresce para mais de 40% quando se consideram os conectados por banda larga, mas no Brasil as conexões por banda larga não alcançam nem cinco milhões de usuários, segundo dados da Telecom para o final do ano passado. Palacios vai além e diz que "não basta sabermos quantos estão conectados, mas como as pessoas que possuem esse acesso usam os serviços disponíveis. Há diferenças em função do capital cultural dos usuários, seu grau de escolaridade, seu sexo, suas habilidades técnicas, suas motivações e, - é bom que não se esqueça isso - o tempo disponível para se navegar. Algumas vezes, especialistas cometem o erro primário de imaginar que todo o qualquer usuário tem a disponibilidade, os conhecimentos e a motivação para navegar que eles próprios têm".
Marketing viral - O publicitário baiano Fernando Barros alerta para o que ele chama de "uma metralhadora nas mãos de um bocado de meninos", ou seja, a rapidez com que se propagam informações equivocadas pode destruir reputações. Chamado de marketing viral nos Estados Unidos, essas ações são projetadas para estimular a distribuição de conteúdo não associado a algum candidato ou campanha. Gonzalez critica as correntes negativas, correntes contra candidatos, difusão de boatos e acusações. Do ponto de vista legal, a internet é equiparada pela Justiça Eleitoral à televisão. Ou seja, admite direito de resposta, exige isonomia no tratamento dos candidatos. Entretanto, tais ações podem ser deflagradas de qualquer parte do mundo e sites podem ser hospedados no exterior, o que dificulta punições. Esses suportes ainda não serão decisivos, mas podem ajudar a construir e também a destruir uma candidatura. No caso de construir a imagem, não serão decisivos por conta da limitação de acesso, avalia o coordenador de análise do Ibope eRatings, Alexandre Magalhães. "Temos uma limitação no acesso com cerca de 18% da população tendo algum tipo de acesso à internet e outro tanto de pessoas com celular que recebe SMS ou MMS (não tenho idéia de quantos dos 85 milhões de celulares tem essa capacidade, mas imagino que uma parte menor que 50%). Talvez a eleição no sudeste já tenha um impacto muito maior da dupla internet/celular." Entretanto, Magalhães afirma que é mais fácil destruir uma reputação por conta da velocidade da internet. "Imagine se alguém consegue emplacar uma fofoca sobre um candidato e isso espalha-se pelo Orkut (vide o caso recente da suposta carta manuscrita do PCC pedindo votos para o Lula). Isso pode ter um impacto grande, principalmente porque quem acessa à internet são os formadores de opinião, a classe A e B." Não é ilegal usar SMS, MMS, programas de comunicação simultânea, banners, podcasting, orkut ou links patrocinados em campanhas eleitorais. O candidato pode, inclusive, colocar banners em programas como o messenger ou ICQ, mas o conteúdo dever ser relacionado a um texto, mesmo que a propaganda seja enviada por e-mail, explica a advogada Patrícia Peck, especialista em Direito Digital. Sobre envio de mensagens por e-mail em texto, áudio e vídeo, Patrícia alerta para o cuidado com o spam (mensagens enviadas sem autorização do usuário). "O spam está alinhada com a origem do mailling (banco de dados), o correto seria conter um aviso para que o eleitor autorize o envio ou cancele a inserção na lista. Deve haver ainda uma explicação sobre o envio da mensagem, sobre o candidato". Patrícia adverte que esse material multimídia só pode ser distribuído em 6 de julho e tem de ser retirado do ar 48 horas após as eleições para evitar penalidades de boca-de-urna. O marqueteiro que quiser atingir o público jovem por meio desse suporte está no caminho certo. "Fizemos um trabalho para um cliente latino-americano com interesse nesse público e vimos que as comunidades dominam o fluxo de jovens para outros conteúdos. Por exemplo: todos os fotologs são dependentes do orkut, que é responsável por no mínimo 55% do tráfego. Acredito que os videologs podem ter influência na destruição de alguns candidatos, já que o conteúdo audiovisual tem um apelo similar ao da TV na percepção dos usuários. Só para te dar uma idéia, o messenger atinge cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil, somente em residência! o Orkut é visitado por 9 milhões, também somente em residência", explica o coordenador de análise do Ibope eRatings.

Delação

Noventa parlamentares e outros 10 ex-parlamentares. Esse seria o número final dos sanguessugas.
Os noventa serão julgados pelo Supremo Tribunal Federal, os outros dez pela justiça comum. Pode rolar uma pizza, rocambole ou outra massa no Plenário. Mas, cinqüenta e sete estão complicados.
O empresário Luiz Antônio Vedoin, da Planam - mentor do esquema - aceitou ingressar no programa de delação premiada e entregou uma mala com mais de quatro mil documentos - a maioria depósitos bancários, transferências eletrônicas e ordem de pagamentos.
O deputado Raul Jungmann (PPS-PE), membro da CPMI e que teve acesso à documentação disse que a fundamentacão dos procuradores é irretocável.
Resta aos incriminados contratar bons advogados e tentar provar sua inocência.

Bons tempos

Do Noblat

"Quando a coisa aperta, pego a Marisa e os ministros e me mando nas asas do aerolula que sempre tem uma reunião de cúpula para me salvar."

Lula esnobando todo mundo.

Biscaia espera concluir trabalhos antes das eleições

Já foram expedidas pela CPMI as notificações aos 57 sanguessugas. Seriam 92 parlamentares envolvidos, segundo o empresário Luiz Antônio Vedoin que chefiava o esquema.
Os 57 já estavam sendo investigados pela Procuradoria-Geral da República (PGR).
O deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) presidente da CPMI está concedendo neste momento uma entrevista, que o blog está transcevendo em tempo real.
Os documentos enviados pela investigação da PF e da PGR serão distribuídos para análise de seis sub-relatores que serão nomeados hoje.
Os documentos, em sua maioria, são comprovantes de depósitos bancários.
Biscaia - que foi Procurador Geral do Rio de Janeiro - espera concluir os trabalhos no prazo, antes das eleições.
O Plenário poderá, no entanto, absorver os acusados.
Cheira a pizza aqui na sala da CPMI.

Deputado Raimundo Santos na lista dos 54 sanguessugas

Eis os nomes:
Paulo Feijó (PSDB-RJ)
Paulo Baltazar (PSB-RJ)
João Caldas (PL-AL)
Cabo Júlio (PMDB-MG)
Pedro Henry (PP-MT)
Bispo Wanderval (PL-SP)
Iris Simões (PTB-PR)
Benedito Dias (PP-AP)
Lino Rossi (PP-MT)
Edir de Oliveira (PTB-RS)
Teté Bezerra (PMDB-MT)
Fernando Gonçalves (PTB-RJ)
Almeida de Jesus (PL-CE)
Pastor Amarildo (PSC-TO)
Nilton Capixaba (PTB-RO)
Reinaldo Betão (PL-RJ)
Isaias Silvestre (PSB-MG)
José Militão (PTB-MG)
Wellignton Fagundes (PL-MT)
Mario Negromonte (PP-BA)
Laura Carneiro (PFL-RJ)
Zelinda Novaes (PFL-BA)
Vieira Reis (PRB-RJ)
Junior Betão (PL-AC)
Ribamar Alves (PSB-MA)
Eduardo Gomes (PSDB-TO)
Eduardo Seabra (PTB-AP)
Osmanio Pereira (PTB-MG)
Jefferson Campos (PTB-SP)
João Batista (PP-SP)
Vanderlei Assis (PP-SP)
João Mendes de Jesus (PSB-RJ)
Dr. Heleno (PSB-RJ)
Reinaldo Gripp (PL-RJ)
José Divino (PTB-RR)
Alceste Almeida (PTB-RR)
Marcos Abramo (PP-SP)
Nélio Dias (PP-RN)
Ricarte de Freitas (PTB-MT)
Cleonâncio Fonseca (PP-SE)
Benedito de Lira (PP-AL)
Reginaldo Germano (PP-BA)
Ricardo Estima (PPS-SP)
Neuton Lima (PTB-SP)
João Correia (PMDB-AC)
Amuari Gasques (PL-SP)
Mauríco Rabelo (PL-TO)
Coroliano Sales (PFL-BA)
Almir Moura (PFL-RJ)
Marcelino Fraga (PMDB-ES)
Ney Suassuna (PMDB-PB)
Raimundo Santos (PL-PA)
Edna Macedo (PTB-SP)
Irapuan Teixeira (PP-SP)
Itamar Serpa (PSDB-RJ)
Enivaldo Ribeiro (PP-PB)
Elaine Costa (PTB-RJ).
Todos serão notificados ainda hoje pela CPMI para apresentarem defesa por escrito em cinco dias.

Saiu a lista dos sanguessugas

Acaba de ser distribuída à imprensa a lista dos 54 sanguessugas.

Roseana Sarney faz escola

Tal filha será que é tal pai?
Matéria da Folhaonline esclarece que a senadora Roseana Sarney (PFL), candidata ao governo do Maranhão, deixou de indicar o valor de 14 dos 15 itens que incluiu em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral. Com exceção de um fundo de previdência privada, em que declara possuir R$ 143 mil, os outros bens de Roseana aparecem como se valessem "R$ 0,00".
Papai Sarney, segundo o jornalista Claudio Humberto resiste: O senador José Sarney (PMDB-AP) ainda não entregou sua declaração de bens à Justiça Eleitoral. A única adversária, Cristina Almeida (PSB-AP), quer ver se a declaração de Sarney bate com a que está em seu poder.
Arre égua!

Empolgação

Segundo o Diário do Pará de hoje, em pleno Maraluar, em Marabá, a vereadora Vanda (PV), candidata a deputada estadual, subiu ao palco para discursar e pedir votos para ela e para Wandenkolk Gonçalves (PSDB). As fitas com a gravação do crime eleitoral já estão a caminho do Ministério Público.

O Mundo em perigo












O mundo dorme neste domingo muito mais triste.
O conflito no Oriente-Médio ameaça todos.
Que todos deitem-se hoje embuídos pelo protesto íntimo contra a violência e a intolerância.
O blog convoca os de bom coração à oração pela Paz e iluminação dos homens contra tamanha insensatez.
Em nosso país a situação também é de guerra. A vil guerra social. O embate das classes. O derradeiro caminho da destruição.
Que Deus nos ouça as preces.
Um domingo de paz a todos.

Edição da Folha do Amapá some das bancas

Segundo o Repiquete no Meio do Mundo, a edição 580 da Folha do Amapá, que circulou sexta-feira (14), foi comprada de todas as bancas de jornais de Macapá por uma única pessoa. A denúncia foi feita à direção do jornal por jornaleiros e proprietários das bancas.
Menos de uma hora depois da distribuição do periódico na manhã desta sexta-feira, 14, já não havia mais nenhum exemplar disponível aos leitores do jornal. De acordo com as informações que chegaram à redação, o “comprador anônimo” informa nas bancas que se houver outra edição extra ele comprará novamente. A edição trás, entre outras matérias, a declaração de bens apresentada pelo governador Waldez Góes ao TRE, onde conta que seu patrimônio acumulado é de apenas 13 mil e poucos reais e que sua casa vale somente um pouco mais de 3 mil reais.
A direção da Folha do Amapá avisa que uma nova tiragem do jornal estará nas bancas a partir deste sábado, 15.
No Amapá, que alguns jornais do Pará insistem em dar algumas notinhas escandalosamente equivocadas. A disputa eleitoral caminha para confrontos inimagináveis até "ontonte".

Não

Não estou procurando emprego. Por enquanto.
Falta-me dim-dim para meus planos. Por enquanto.
Minha vista precisa de dois óculos. A saber.
Meu candidato tem chances. Acredito.
Domingo frio.

Dane-se a pobreza

The New York Times
As esperanças de que a reunião dos líderes mundiais na Rússia, neste fim-de-semana, gere um acordo sobre o antecipado programa de financiamento de vacinas e drogas para países em desenvolvimento estão se apagando, com diferentes propostas sendo atrasadas por conta de diferenças e rivalidades, dizem grupos de defesa e especialistas internacionais de saúde, familiarizados com as negociações.
"O que mais nos preocupa é o quão politizada a coisa toda se tornou", disse o Dr. Tido Von Schoen-Angerer, da Campanha de Medicina Essencial dos Médicos sem Fronteiras. "É uma pena, pois cada proposta tem seus méritos".
O problema global das doenças epidêmicas é uma discussão importante na reunião do G8 , e muitos especialistas em saúde estavam convencidos de que um plano para induzir fabricantes de vacinas a darem mais atenção aos países menos desenvolvidos, uma idéia confirmada anteriormente pelos comitês do G8, seria anunciado. Porém, a proposta foi deixada de fora do comunicado final, disse um alto funcionário internacional, familiar com as negociações. "Essa era uma oportunidade de um grande avanço, mas agora parece que não vai acontecer", disse.
Três propostas rivais foram apresentadas pelos membros do G8.
Na primeira, chamada de plano de Compromisso Avançado de Mercado, proposta pela Itália e apoiada pelos Estados Unidos, os países ricos criariam um fundo para garantir que as nações pobres comprem novas vacinas designadas para uso próprio, fornecendo incentivos às indústrias farmacêuticas.
A Instalação Financeira Internacional para Imunizações, proposta pela Grã-Bretanha, pede que nações ricas formem alianças para levantar fundos e pagar pelas vacinas tão necessitadas no mundo em desenvolvimento.
Um terceiro conceito, apresentado pela França, usaria o dinheiro proveniente de um acréscimo no preço das passagens aéreas para comprar medicamento para os países pobres. Franceses e britânicos apoiaram as propostas de cada um e começaram a colocá-las em prática em nível nacional, sem a autorização do G8. Porém, a primeira proposta, a qual muitos especialistas esperavam que fosse finalizada nesta reunião, se encontra no limbo.
Críticos do plano de Compromisso Avançado de Mercado, na Alemanha e França, alegam que se a quantidade de dinheiro garantido às empresas farmacêuticas for muito alto, o plano poderia se transformar num presente para os fabricantes ocidentais, principalmente nos Estados Unidos. Os Estados Unidos não participou da proposta britânica e rejeitou a idéia francesa. "Tudo que é relacionado a impostos transnacionais significa uma excomunhão para os EUA", disse um participante das discussões.
Sabem o que Lula disse? Nada.
Ouviu na reunião a rejeição ao G-13. Conforme antecipado pelo blog.
No retorno do candidato à reeleição, uma "paradinha" para reabastecer o Aerolula.
- Promoção de vinho do Porto. Ques que querá? Ques que querá?

Duas personas: a mesma impressão

Há poucos minutos atrás estava conversando, por telefone, com um amigo de longa data.
Nos rapapés da política, resumi ao dileto, a impressão que tive ao entrevistar duas figuras políticas
que se lançaram à vontade dos que decidem.
- Mas e aí Val? Curiosamente o interlocutor perguntou. O que deu, afinal?
-Disse-lhe: Tive uma péssima impressão dos dois.
Os dois em tela, eram: Almir Gabriel - então governador, raspando na velocidade da luz em visita que devia à Expoama, uma das feiras agropecuárias realizadas no Pará, especificamente no município de Marabá.
O outro, era o então candidato Ciro Gomes - postulante à presidência da República. Suava em "bicas" o gajo, que, eleição perdida foi ministro do candidato que "baixou o sarrafo" em seu apressado discurso em Marabá. Como mudam as coisas, não?
Um resumo dos dois: Ditadores, impacientes, destestáveis no atendimento à imprensa.
- É isso aí meus caros.
- Antes de encerrar a ligação, meu amigo discordou.
Mas que são...Sustento: são!!
Don't Worry Be Happy - Bobby Mc Ferrin

A simplicidade do talento. Be Happy Everybody!

Senhor candidato

Se o distinto leitor é candidato, cuidado! O TSE está deixando todos, absolutamente todos, inseguros em relação ao que pode e ao que não pode praticar nesta campanha. Memorável campanha será... Ah! Não tenho dúvidas.

Para gringos de coragem

Brasileiros que moraram no exterior podem tirar CNH de forma descomplicada
Com a sugestiva manchete acima, o site do governo paraense, disponibiliza facilidades para os gringos validarem suas cartas de motoristas para dirigir na terrinha.
Quem se habilita?

Mercadante do mercado comum

Com sólida formação intelectual, próceres até ontem, esquadrinhado em meu caleidoscópio. O Senador petista-paulista Mercadante sucumbiu à dura realidade da vida real da esculhambação política em que sua legenda está enfiada até a medula.
Em tese, Mercadante detonou os ensinamentos que seu pai - general do Exército - pode-lhe proporcionar: uma vida confortável, respeitável e sem sustos!(?)
Susto num misto de surpresa e constatação da queda do penúltimo homem da organização petista - faltou um, sabe quem? -, para surpresa do "Corredores", ao constatar a inominável decisão do ex-porta-voz de Lula no Senado, em optar por se fazer acompanhar de gente nem um pouco recomendável.
Leia mais aqui (para assinantes da Folha) que reproduzo abaixo:

Em campanha ao lado de mensaleiro, Mercadante elogia Lembo e Quércia

Folha de S. Paulo
Candidato ao governo paulista, Aloizio Mercadante (PT) elogiou ontem o governador Cláudio Lembo (PFL) e o adversário Orestes Quércia (PMDB) por repudiarem as insinuações de elo entre PT e PCC feitas por tucanos e pefelistas.
Nos três eventos do dia, o petista repetiu os elogios e disse que o governador se comporta como um verdadeiro "homem público responsável". Mercadante também falou repetidas vezes sobre a notícia-crime apresentada pelo PT contra o tucano José Serra, candidato ao governo paulista, que também fez insinuações. "Não vamos aceitar atitudes desse tipo."
O primeiro evento foi em Osasco, base eleitoral do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), com quem caminhou. Cunha, acusado de envolvimento com o mensalão, foi absolvido pela Câmara e denunciado pelo procurador-geral da República.
O senador e deputado quase não conversaram durante a caminhada. "Todo o lugar que passo eu explico o acontecido da crise. Peço desculpas pelos erros que nós cometemos e solicito um voto de confiança", declarou o deputado.

Sonho adiado

Bandeira do Líbano












Com o conflito no Líbano. Adio mais uma vez o sonho de conhecer aquele país.

Radicalismo mata!

E o Líbano volta à estado de guerra por manter em seu território o grupo ultraradical Hizbollah, cujo site (www.HIZBOLLAH.ORG), por algum motivo, está fora do ar.
Radicalismo mata! Mata inocentes patrícios (dois adultos e duas crianças brasileiros) que visitavam parentes e foram atingidos por um míssil israelense que caiu no sul do Líbano, onde está sediada a organização acusada de terrorista.
É daquela região que migrou para o Brasil o meu avô, lá pelos idos de 1880.
Com a diplomacia deixada de lado - não por vontade própria-, mas em razão das circunstâncias dos acontecimentos de declaração explícita de guerra do Hizbollah contra o Estado de Israel, o lugar tornou-se um dos mais perigosos do mundo.
As gestões da representação diplomática brasileira no Líbano envidam esforços para garantir o mínimo de segurança para os cidadãos brasileiros que se encontram naquele país.
Outro agravante é o apoio da Síria as ações do grupo guerrilheiro. Nenhuma surpresa, pois, a Síria financia o Hizbollahh.
Um grupo de 17 turistas brasileiros foi retirado de Beirute pelo Consulado do Brasil para a Turquia, de onde voltaria ao Brasil. No final da tarde de ontem, horário local, os brasileiros já haviam percorrido uma distância de cerca de 200 km em segurança e haviam ultrapassado a fronteira com a Síria.
De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, não houve interesse de um número maior de brasileiros em viagem pelo Líbano ou mesmo de residentes em deixar o país, alvo, nos últimos dias, de bombardeios israelenses. Em resposta à ação do Hizbollah, os bombardeios destruíram o aeroporto internacional de Beirute e bloquearam os portos do país. Existiriam cerca de 200 mil brasileiros no Líbano.
Civis - Pelo menos 27 civis libaneses morreram ontem, no quarto dia de combates entre Israel e o grupo terrorista Hizbollah, que prometeu "guerra total' depois que seu quartel-general foi destruído em Beirute. O número de civis mortos no Líbano chegou a 93. Quatro civis israelenses já morreram em disparos de mísseis do Hizbollah contra o norte do país, que ontem chegaram ao ponto mais distante da fronteira -35 quilômetros.
Alvo
- O ministro israelense da Imigração, Zeev Boim, afirmou ontem que Israel pretende eliminar o líder do grupo terrorista libanês Hizbollah, Hassan Nasrallah, na primeira oportunidade. “Ele não pode gozar de nenhuma imunidade. Na primeira oportunidade o liquidaremos. Por isso convém a ele rezar a Alá”, declarou Boim do partido centrista Kadima (do premiê israelense, Ehud Olmert).

Para os candidatos















Política é uma questão de caráter.
El Chavez

Este video de Chavez foi preparado por uma rede de notícias de tv colombiana.
Fox Reporters destacam avanço de tropas israelenses em Gaza

Veja a reportagem

Projeto apoiado por Fenaj é criticado

O editorial do jornal O Estado de S. Paulo publicado na edição da última terça-feira (11/07) sob o título: "O novo golpe da Fenaj", provocou a ira da Federação Nacional dos Jornalistas. O texto do Estadão condena o projeto de lei que amplia as funções jornalísticas dizendo que ele "inviabiliza a transmissão da informação especializada, compromete a criatividade das redações, interfere na autonomia das empresas de comunicação e burocratiza a imprensa com base numa legislação cuja espinha dorsal é um decreto da ditadura. É por isso que Lula tem de vetá-lo, agindo com a mesma determinação com que mandou engavetar o projeto de criação do CFJ".
A Fenaj respondeu em nota que, "em pleno século 21, os donos da mídia querem profissionais mal pagos, intimidados e submissos. Por isso, querem desregulamentar a profissão dos jornalistas".
Leia mais aqui.

Num único parágrafo

Cresce a indignação contra a manipulação.

Os cem feitos de lula
Quando lula quer ressaltar suas realizações, se comporta como se tivesse inventado o brasil e nada de bom tivesse sido feito antes dele; quando se fala na corrupção do governo lula, o pt, partido do governo, apressa-se a dizer que a corrupção não começou no período lula, mas vem de governos anteriores. Ou seja, o que é bom, só foi feito por lula; o que é ruim são práticas ilícitas que vêm dos governos anteriores (caixa dois, empréstimos não contabilizados, abuso do poder econômico e licitações fraudulentas)...

Extraído do Site: O Quinto Poder

Declarada guerra do Hezbollah contra Israel

Aprofunda a crise no Oriente Médio e os EUA e seus aliados parecem ter perdido, totalmente, o controle da situação. Reflexo imediato no Brasil: gasolina e álcool mais caros a partir da próxima segunda-feira e pressão sobre os índices de inflação.
O presidente viajando o mundo! Alheio a isso, viaja até a Rússia para missão de nada...Mas, destaca: "Somos auto-suficientes em Petróleo", como se os últimos acontecimentos da geopolítica estivessem fora do alcance de uma blindagem imaginária na República dos Ronaldos.
Leia aqui a gravidade da situação, segundo reportagem da Al Jazeera.

Lula faz escala em Portugal rumo a Rússia

Como na terrinha a coisa tá "russa", Lula vazou ainda a pouco em direção à terra da vodka.
Acha que pode tirar um lasquinha da proposta que sugere a ampliação do G-8 para outros cinco países, entre eles, o Brasil.
Alckmin não para de crescer, segundo as últimas pesquisas e o segundo turno parece inevitável.
Que tal mudar o foco!? Aconselhou sua assessoria.

ABI e Abert pedirão veto ao projeto da Fenaj

Do Observatório da Imprensa
Segundo informa o site Observatório da Imprensa, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), tentarão convencer o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a vetar o projeto de lei aprovado pelo Senado que fixa regras para o exercício da profissão de jornalista.
Lula terá até o dia 28/07 para decidir sobre a questão.
Clique no azul no início desta nota e leia a íntegra do texto.

Redução de tarifas são desprezíveis

Cuidado! Não se deixe enganar.
Foi irrisória a redução da tarifa de telefonia fixa no país na totalidade das faixas de cobrança. Na prática, representa a redução de R$ 0,10 a cada R$ 100,00 gerados pelo assinante.
Presente de grego meus caros! Nada além disso.

A mania da regulamentação

Temos que abolir em nosso país a compulsiva mania de regulamentar tudo.
Se os 513 deputados federais e 87 senadores resolvessem apresentar, cada um, apenas um Projeto de Lei por ano, teríamos em quatro anos, nada menos que 600 novas leis no Brasil.
Obviamente que é uma distorção, tão absurda como as competências pessoais, segundo a cartilha do Ministério do Trabalho, em seu "guia de profissões", para o exercício da prostituição. Confira:
1 - Demonstrar capacidade de persuasão

2 - Demonstrar capacidade de expressão gestual

3 - Demonstrar capacidade de realizar fantasias eróticas

4 - Agir com honestidade

5 - Demonstrar paciência

6 - Planejar o futuro

7 - Prestar solidariedade aos companheiros

8 - Ouvir atentamente (saber ouvir)

9 - Demonstrar capacidade lúdica

10 - Respeitar o silêncio do cliente

11 - Demonstrar capacidade de comunicação em língua estrangeira

12 - Demonstrar ética profissional

13 - Manter sigilo profissional

14 - Respeitar código de não cortejar companheiros de colegas de trabalho

15 - Proporcionar prazer

16 - Cuidar da higiene pessoal

17 - Conquistar o cliente

18 - Demonstrar sensualidade

Para quem quiser conferir leia aqui.

Você é uma pessoa difícil?

Com texto de Carla Galo publicado no Blog Repiquete no Meio do Mundo, de Macapá (AP), reproduzo pelos corredores a ótima sátira para os "malas" saberem se são "malas", "frasqueiras" ou "baú".

Gente difícil
Carla Galo
O que caracteriza uma pessoa como "difícil" ou como se fala na gíria "um mala"? De maneira superficial a definição é: "são pessoas que demonstram dificuldade de interação e relacionamento com vários grupos", ou seja, a característica de dificuldade em se relacionar não é apenas com uma determinada pessoa ou determinado grupo, mantém-se nos diversos grupos com que a mesma interage.

Para abordar esse perfil chamado "difícil" de maneira mais lúdica, criei tipos psíquicos dando-lhes nomes dotados de humor. Ao ler, mais do que rapidamente identificar no outro estas características aproveite e faça uma auto-análise.

"O Bomba Atômica" - É explosivo e grosseiro, não escolhe o que, como e quando dizer algo para alguém. Não tem autocontrole e não mede as conseqüências de seus atos e palavras. Usa um vocabulário de baixo nível e, muitas vezes, age sem educação.

- "O Super-Herói" - Julga-se imbatível e acha que todos dependem dele. No trabalho ou lazer impõe um ritmo compulsivo e exige o mesmo dos outros. Possui uma auto-estima elevada o que lhe dificulta sua auto-avaliação. Por tudo isso, não enxerga suas limitações e não se desenvolve.

- "O Procrastinador" - Fica esperando que as soluções aconteçam magicamente, não tem um foco, não dirige suas ações na busca de realizações.Tem medo de tomar decisões e as "empurra com a barriga".

- "O Loroteiro" - Vive contando "lorotas" e mentiras e termina acreditando em suas próprias estórias. Fala muito e constantemente se contra diz. Usa suas mentiras para se projetar ou simplesmente para encobrir seus erros, torna-se uma pessoa nada confiável e extremamente repulsiva pelo grupo.

- "O Iceberg" - Vive isolado, é fechado, não sabe colocar-se diante dos contextos sociais. Tem dificuldade de comunicação e de criar vínculos.

- "O Rebelde Sem Causa" - É o típico "se há governo sou contra", sempre emite opinião contrária, contesta sem argumentos e termina em desarmonia com o grupo. Muda de opinião constantemente, mostrando-se facilmente influenciável.

- "O Emboscada" - Está sempre arquitetando planos e ações para derrubar as pessoas à sua volta. Faz comentários maldosos e abusa da ironia e do sarcasmo. Para mostrar suas qualidades, tende a apontar os defeitos dos outros.

- "O Ditador" - É autoritário e centralizador, gosta de dar ordens e subjugar os que estão a sua volta. Às vezes assume postura paternalista, mas é só para encobrir sua tendência ditatorial. Não sabe ouvir e quer sempre ter a última palavra.

- "O Grande Mestre" - Normalmente é uma pessoa de bom nível intelectual e abusa de seu conhecimento, achando sempre ter razão e assumindo uma postura de onipotência. Não foca seu conhecimento em ações positivas e sim para exaltar sua vaidade.

- "O Tempestade" - É pessimista e acha que tudo sempre vai dar errado. Não consegue motivar as pessoas com quem convive, pois é extremamente desmotivado. É mau-humorado e irritado.Por que somos assim?

Todo o comportamento tem como base um processo psicológico, que é resultado da herança genética com a influência do meio ambiente. O processo de mudança comportamental inicia-se a partir do momento que nos auto-avaliamos e aceitamos críticas.

Portanto, se você identificou-se com algum destes tipos, inicie um processo de mudança, viver é relacionar-se e como diz Caetano Veloso "Gente é para brilhar...". Brilhe no espetáculo da vida sabendo relacionar-se.