Greve na TV Brasil

A antiga Radiobrás enfrenta primeira greve de jornalistas

Programação de televisão e rádio, inclusive "Voz do Brasil", é prejudicada; direção acusa sindicatos de intransigência

Menos de um ano depois de estrear a TV Brasil, a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) enfrenta sua primeira greve. Radialistas e jornalistas da empresa iniciaram ontem a paralisação, após rejeitarem a proposta de plano de carreira apresentada pela direção da empresa. A programação de televisão, internet e rádio - inclusive o conteúdo da "Voz do Brasil" - foi prejudicada. Os grevistas realizaram um piquete na porta da empresa, e a direção teria ameaçado com corte de ponto e demissão.

Em comunicado oficial, os diretores da EBC consideraram a greve irregular e acusaram os sindicatos de "intransigência e incompreensão" durante as negociações. Representantes do Sindicato dos Jornalistas consideram que a empresa não tratou com seriedade as contrapropostas, que visavam a reduzir disparidades salariais entre funcionários concursados da antiga Radiobrás e os novos contratados da TV Brasil, além do reajuste de perdas pela inflação.

Fonte: O Globo.

Ainda é cedo

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), afirmou que não sabe se irá disputar uma prévia para definir quem será o candidato tucano ao Palácio do Planalto nas eleições de 2010. "Eu não estou decidido a disputar qualquer prévia.

O que eu tenho a dizer é que a prévia é um instrumento à disposição do partido e que deve ser regulamentado. Se chegarmos a um entendimento no ano que vem, melhor ainda, porque houve um consenso das bases do partido", disse Aécio.

O governador paulista, José Serra (PSDB), também é cotado no partido para concorrer à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Fonte: Gazeta Mercantil.

O segredo do sucesso de Obama

Barbara Flynn tem um crachá que diz Old White Woman for Obama. "Porque isso é que não é suposto, que as mulheres brancas mais velhas votem no Obama", explica a rir-se. Com o cabelo branco cortado curto, Flynn tem um ar jovial. Aos 67 anos, empenhou-se numa campanha eleitoral, algo que nunca tinha feito antes na vida (nem pensado fazer): pegou no carro e junto com o marido saiu do seu estado, a Virgínia, e foi até à Carolina do Norte durante as primárias para apoiar Obama. Tem distribuído folhetos e participado em acções para registar novos eleitores. Agora está prestes a fazer pelo seu candidato uma coisa que lhe desagrada - telefonemas a perguntar em quem é que as pessoas vão votar. Desagrada-lhe, mas vai fazê-lo.

Para quem gosta de política, a partir da leitura do lead da reportagem do jornal mais influente de Portugal sobre o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, há um juízo sobre o enorme sucesso que o senador negro está a contabilizar nessa campanha: a força do voluntariado.

Barack Obama x John MacCain

Aqui você confere um perfil completo dos dois candidatos ao cargo de homem mais poderoso do planeta.

O papel do FMI na crise

Em editorial o Washington Post diz que o FMI pode ter papel crucial na crise financeira global. Segundo o jornal, até alguns meses atrás o FMI era uma "instituição em busca de uma missão", depois que mobilidade de capital global e a acumulação de reservas em moedas estrangeiras pelos países emergentes deixaram o fundo praticamente obsoleto.

"Mas então veio o colapso financeiro global deste outono. Enquanto o crédito foi congelado nos Estados Unidos e na Europa, investidores famintos por caixa começaram a tirar seu dinheiro dos mercados emergentes. As reservas diminuíram, as moedas caíram - e, de repente, o FMI tem clientes de novo", afirma o editorial.

Noutro dos editoriais do diário, o Post apóia o candidato Barack Obama para a presidência da República.

Fonte: Washington Post.

FMI abre linha de crédito para emergentes

>>O FMI anunciou que vai oferecer uma linha de crédito de até US$ 100 bilhões para países como México, Brasil e Coréia do Sul sem suas costumeiras imposições. Tais países são considerados responsáveis o suficiente para ditar suas próprias políticas. Nenhum deles manifestou intenção de usar a linha de crédito.

>>O FMI, a UE e o Banco Mundial aprovaram empréstimo de US$ 25,1 bilhões à Hungria para conter a fuga de capitais a desvalorização da moeda local, o florim. A medida ajudou a aliviar os temores de colapso financeiro nas economias emergentes do Leste Europeu e do Báltico. Como condição, a Hungria terá de cortar seu déficit orçamentário.

>>Brasil e México estão entre os países que fizeram acordo para criar linhas de swap cambial de seus bancos centrais com o Fed, o BC americano. A idéia é dar garantias de que não faltarão dólares nesses mercados. Cada país terá provisões de até US$ 30 bilhões.


Fonte: Wall Street Journal.

Aprovada padronização da terminação dos portais judiciários

Comunicado

A partir de 1º de novembro, o endereço na internet e os e-mails do STF vão mudar. O Supremo aderiu à Resolução nº. 45/07 do CNJ e passará a usar o domínio .JUS.BR no lugar do .gov.br. O site será www.stf.jus.br e os endereços eletrônicos, login@stf.jus.br. A mudança padroniza os domínios do Judiciário na internet e traz mais segurança aos portais.

Os sites da TV Justiça e da Rádio Justiça também mudam: www.tvjustica.JUS.br e www.radiojustica.JUS.br

Para que ninguém seja prejudicado com a mudança, haverá um período de transição. Durante alguns meses, quem digitar o endereço antigo ainda será redicionado automaticamente.

Base aliada aprova Fundo Soberano

Destaques serão votados amanhã em sessão extraordinária
clipped from www2.camara.gov.br

O Plenário aprovou, nesta quarta-feira, a criação do Fundo Soberano do Brasil (FSB), que será composto por recursos excedentes ao superávit primário. Ele financiará projetos empresariais estratégicos do Brasil no exterior e os seus recursos poderão ser aplicados nos ativos mais rentáveis, como ações e títulos privados. Por causa de um acordo entre os partidos, foi transferida para esta quinta-feira (30) a análise de dois destaques para votação em separado (DVS). Os demais destaques serão votados na terça-feira (4).
blog it

Num piscar de olhos

É certo que a cada hora que passa algum membro do governo escastelado no Ministério do Planejamento e no Banco Central se sente, apesar de não revelar publicamente, constrangido pela sucessão de declarações que vão ao inverso da dura realidade pela qual o Brasil terá que passar.

Artigo do Wall Street Journal acerta ao analisar que "numa questão de semanas, a tempestade nos mercados mundiais desfez anos de ganhos duramente conquistado pelas economias emergentes".

Do Brasil à Hungria, crise ameaça conquistas desses países, trombetea a manchete.

Ao longo do último mês, o custo de financiamento para governos de países emergentes inflou a níveis que não se viam há seis anos, e continuou a subir ontem.

Os investidores temem principalmente os países com necessidades financeiras e fundamentos econômicos enfraquecidos que podem levar a uma crise mais profunda, como alguns do Leste Europeu. Mas mesmo países com finanças relativamente sólidas estão vendo suas perspectivas escurecer, à medida que diminuem o acesso ao crédito e o crescimento econômico global.

Essa é a realidade, o resto é o sal que povão já começa a padecer.

Brasil precisa ajustar o déficit em conta corrente

Essa é a receita defendida por uma dos mais respeitados economistas do Brasil, Affonso Celso Pastore, ex-presidente do Banco Central sobre a crise que força ajuste maior nas contas externas.

Aqui em reportagem de Sergio Lamucci, de São Paulo para o Valor Econômico.

Espetáculo da engenharia humana

Pena que trata-se de uma arma de destruição em massa.

F-35 B-BF, da Royal Air Force (RAF)



Ficha técnica aqui.

Voilá China

Deputados aprovam viagem da governadora à China
clipped from www.pa.gov.br

A mensagem tramitou em regime de urgência e é de praxe que viagens do chefe do Executivo sejam votadas por consenso."Solicitações como essa são votadas assim, principalmente pelo que a viagem representa para as relações do Pará com a China, com reflexos na economia de ambos os governos" disse o líder.

A Assembléia Legislativa aprovou nesta terça-feira o Projeto de Decreto Legislativo, número 33/2008, que autoriza a governadora Ana Júlia Carepa a viajar para a China. A viagem acontece entre os dias 5 e 14 de novembro, segundo agenda preliminar do governo."A mensagem do governo foi entregue ao presidente da Mesa Diretora da Assembléia, deputado Domingos Juvenil, na última sexta-feira, e foi encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça e depois ao Plenário". A informação é do líder do Governo, Airton Faleiro.

Mais aqui.



blog it

Seminário sustentabilidade























O desenvolvimento sustentável deve ser uma prática permanente. Participe!

Corrente positiva para o Águia

Série C: Para lateral, humildade é o grande trunfo de azarão
Marabá, PA, 29 (AFI) - Tido como carta fora do baralho e considerado a zebra do octogonal final do Campeonato Brasileiro da Série C, o Águia-PA vai surpreendendo e divide a terceira posição da fase final junto com o Campinense-PB, com 11 pontos. Um dos destaques da equipe, o lateral-direito Gustavo diz não se incomodar com o rótulo de azarão, e afirma que a humildade é o fator que vem fazendo com que o clube siga firme na briga pelo acesso.

"Os adversários não são superiores, mas não são inferiores. São equipes qualificadas e têm demonstrado valor. Temos que pensar no passo a passo. Será um confronto direto contra uma equipe que busca subir e isso é muito importante. Agora temos a chance de nos firmar nessa caminhada rumo à Série B", disse o jogador, se referindo ao jogo desta quarta-feira, contra o Campinense, em Belém.

Mais aqui.

blog it

De credor a devedor

Relatório anual elaborado anualmente ONG WWF aponta o Brasil como o 2º maior credor ambiental do mundo, na área ambiental.

O relatório foi publicado ontem (28), baseado em dados de 2005, revelando que o País é uma das nações que melhor reúnem condições para produzir bens a serem consumidos internamente e, principalmente, externamente. É o caso das exportações. Quando a União Européia compra carne da Amazônia, indiretamente ela também importa a água e todos os demais recursos naturais que viabilizaram o crescimento do gado na região – inclusive a floresta que foi cortada e substituída por pasto. Acontece que o valor desse serviço ambiental não é computado no preço final do produto.

Se essa equação não for enfrentada a partir de agora, em 2030 a condição brasileira pode ser invertida.

Mais informações aqui.

Velhos costumes impunes

Abraji: agressão a repórter da Folha é atentado à democracia
A Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) considerou um atentado à liberdade de expressão e à democracia brasileira a agressão ao correspondente da Folha em Porto Alegre, Graciliano Rocha, no comitê de campanha do prefeito reeleito José Fogaça (PMDB) ontem à noite.

Ao chegar à entrevista coletiva do prefeito, Rocha foi ameaçado por um dos militantes no local, que reclamou de uma reportagem publicada pela Folha anteontem.

A reportagem em questão mostrou que, a menos de 48 horas da votação, a Prefeitura de Porto Alegre distribuiu bônus para a compra de casas a moradores afetados por um obra na periferia da cidade.

blog it

O insaciável PMDB

Veja por que aqui.

Zenaldo despede-se da liderança da minoria

O deputado federal Zenaldo Coutinho (PSDB-PA) despediu-se há pouco da missão como líder da minoria na Câmara dos Deputados indicado pelo líder da legenda, deputado Antonio Carlos Pannunzio (SP).

O parlamentar assumiu o cargo num momento delicado após a vacância devido o acidente aéreo que vitimou seu colega Júlio Redecker (PSDB-RS), até então o líder da minoria.

O mandato é de um ano e é proporcional ao tamanho das bancadas da oposição.

O cacique arma os tambores

PMDB está pronto para lançar candidato próprio em 2010, diz Jader

PT com as barbas de molho no Pará
clipped from www.agorams.com.br
O crescimento do PMDB nestas eleições, em que conquistou prefeituras em capitais e grandes cidades, dá ao partido "tudo" para lançar um candidato próprio à Presidência em 2010, mas ainda falta achar um nome de "convergência".

A opinião é do ex-presidente do Senado e hoje deputado federal Jader Barbalho, uma das principais lideranças da sigla no Congresso.

Em entrevista à Folha, Jader disse que o pleito municipal deste ano enfraquece a análise "preconceituosa" de que os peemedebistas não emplacavam seus candidatos nos principais centros urbanos do país.

"Há algum tempo se afirmava que o PMDB era um partido que tinha se recolhido aos grotões, ao interior do Brasil. E saímos dessa eleição como o partido que fez o maior número de capitais", afirmou.

A legenda ganhou em seis das 26 capitais, mesmo número do PT, mas obteve maiores colégios eleitorais, como Rio, Porto Alegre e Salvador.

Mais aqui.
blog it

Buraco negro

É um bom termo para definir o tamanho das perdas globais para bancos e investidores na crise financeira que podem chegar a US$ 2,8 trilhões. O número é equivalente a mais de duas vezes o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro (de US$ 1,3 trilhão, segundo dados do Banco Mundial).

Guerra de Poderes

Ministério Público ameaça processar diretores do Ibama
clipped from oglobo.globo.com

BRASÍLIA - O Ministério Público Federal advertiu o Ibama que poderá questionar a probidade administrativa de seus diretores caso seja concedida licença ambiental às obras da usina de Jirau sem realização de novos estudos. Em ofício enviado na semana passada ao presidente da autarquia, Roberto Messias Franco, o procurador Mário Lúcio de Avelar afirma que a mudança do local de construção da hidrelétrica traz "impactos ambientais, sociais e econômicos não devidamente mensurados" e avisa que a ausência de estudos complementares poderá resultar em ação com base na Lei 8.429/92, que disciplina a conduta dos gestores públicos.

Para o procurador do MPF em Cuiabá, com as alterações propostas pelo consórcio Energia Sustentável do Brasil (Enersus), faltam explicações em relação ao impacto das novas áreas alagadas sobre as comunidades ribeirinhas, as faunas terrestres e de peixes (ictiofauna) e a qualidade da água (...)

Mais aqui.
blog it

Começou cedo a revoada

Esqueceram de avisar aos prefeitos eleitos que ainda é cedo para as visitas à Brasília.

Sem um diagnóstico da situação dos municípios os quais foram eleitos na mão, o que um senador ou um deputado federal pode fazer de concreto além de pedir para que os prefeitos eleitos aguardem mais um pouco?

Alguns, para não ficar antipatizados, prometem o que não podem e isso não é correto.

Começou a corrida

A recassa ainda nem passou em alguns municípios e já está na pauta dos partidos políticos a corrida presidencial de 2010.

Radiobrás

Nem 20% conseguiram o executivo


Dos 92 deputados federais candidatos a prefeito ou a vice 18% se elegeram

Brasília - Dos 92 deputados federais candidatos a prefeito ou a vice nas eleições municipais deste ano, 12 foram eleitos em primeiro turno – 13% do total – e cinco, no segundo pleito (5,4%). Ao todo, 18,4% dos parlamentares que se candidataram conseguiram cargo em prefeituras.

Os deputados Nelcimar Fraga (PR-ES), Custódio Matos (PSDB-MG) e Carlito Merss (PT-SC) se elegeram para prefeito no segundo turno. Os deputados Carlos Souza (PP-AM) e Frank Aguiar (PTB-SP) ocuparão a vice-prefeitura.

Os parlamentares eleitos agora precisam renunciar ao mandato na Câmara para assumir o
posto na prefeitura. A partir daí, os partidos, cumprindo a numeração de suplentes feita pela Justiça Eleitoral, substituirão as vagas.

Dos três senadores que concorriam a prefeituras – Patrícia Saboya (PDT-CE), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Almeida Lima (PMDB-SE) – nenhum conseguiu se eleger ou pelo menos disputar o segundo turno.

blog it

Plenário pode votar nesta semana MPs Anticrise e Fundo Soberano

clipped from www2.camara.gov.br

A MP Anticrise (442/08) é o único item da pauta do Plenário na terça-feira (28). Ela não tranca os trabalhos, mas governo e oposição concordaram em votá-la logo depois do segundo turno das eleições. Na própria terça-feira, o presidente Arlindo Chinaglia buscará um acordo entre os líderes para também antecipar a votação da Medida Provisória 443/08, editada no último dia 22, que permite ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal comprarem, sem licitação, ações de bancos em dificuldades, inclusive mantendo o controle acionário.
blog it

Também te desejo boa sorte nessa nova etapa maninha

Meu mestre da blogosfera deu o "furo" e reproduzo abaixo uma linda homengaem à minha irmão que segue na luta para uma nova etapa de sua carreira. Te amamos muito mana, parabéns!

O relaxa e goza de Marta

Abertas as urnas, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) não só se reelegeu como também superou a vantagem que o padrinho político, José Serra, havia imposto à mesma adversária, Marta Suplicy (PT), em 2004. Kassab derrotou a ex-ministra pela diferença de 1,34 milhão de votos (60,72% a 39,28%) e o PT perdeu redutos eleitorais e foi empurrado à periferia.

Indício de maracutaia

O blog do Juca revela que mais R$ 595 mil para divulgação da Rio 2016 na Formula 1 foi contratado sem licitação.

O nepotista senador Mário - bicho - Couto

O Senado deu como encerradas as exonerações de parentes e também se declarou livre do nepotismo. Mas ontem enquanto a Casa comemorava o resultado das 86 demissões, a funcionária Taciana Pradines Coelho entrou no Supremo para evitar a exoneração. Ela é irmã da chefe de gabinete do senador Mário Couto (PSDB-PA) e trabalha para Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Correio Braziliense, 25 de outubro de 2008.

Na súmula do STF, está proibido o chamado nepotismo cruzado.

Finalmente um bom exemplo?

Parentes fora da Câmara

Na excelente reportagem de Tiago Pariz e Mirella D'Elia, da equipe do Correio Braziliense, o presidente da Câmara dos Deputados disse que a instituição não está nua.

- Duvido. Seria muito educativo a presença da dupla de jornalistas por volta do ponto quando a sessão supera as 19:00. Num dos andares da carruagem, flagarão moiçolas e gajos com roupa de ginástica à assinar o rega-bofe de parlamentares pilantras até a última célula da medula que permite-lhes andar, por enquanto, com duas patas.

Arlindo Chinaglia enviará dados “secretos” dos funcionários comissionados ao Ministério Público, que prepara uma varredura na Casa

Sérgio Penna avisa: “Se houver alguma omissão por dolo haverá um processo administrativo”

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), mandou avisar que a Casa está livre do nepotismo entre os cerca de 10 mil funcionários comissionados lotados nos gabinetes dos deputados. Mas desde a súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu a contratação de parentes no serviço público, a Câmara se recusa a divulgar, pelo menos, o número de familiares demitidos.

Chinaglia também prometeu colaborar com as investigações do Ministério Público Federal oferecendo um banco de dados com as fichas dos funcionários comissionados. Ele tem 10 dias para fornecer os dados ao MP. O petista disse que a varredura do MP dará “tranqüilidade à sociedade e à Câmara”. Segundo ele, a Casa faz uma revisão do quadro funcional quase todos os dias e não encontrou mais nenhum caso de nepotismo.

A Câmara está na berlinda depois de o Senado tomar a dianteira na solução da crise gerada com a decisão do STF. Chinaglia transferiu a responsabilidade das demissões para os colegas deputados, determinou à direção-geral que acompanhe o desdobramento dos casos, mas negou-se a fazer varreduras ou centralizar as exonerações, como foi feito no Senado, a pedido do presidente Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Os casos de parentes demitidos na Câmara acabaram sendo pontuais.

O Senado deu como encerradas as exonerações de parentes e também se declarou livre do nepotismo. Mas ontem enquanto a Casa comemorava o resultado das 86 demissões, a funcionária Taciana Pradines Coelho entrou no Supremo para evitar a exoneração. Ela é irmã da chefe de gabinete do senador Mário Couto (PSDB-PA) e trabalha para Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Filtros
Enquanto a batalha jurídica começa, o Senado deu início a uma nova etapa para incrementar filtros antinepotismo. Os novos funcionários comissionados terão de declarar que não têm parentes trabalhando na Casa, uma medida já adotada na Câmara. A iniciativa foi proposta pela comissão criada por Garibaldi para analisar e exonerar parentes.

A decisão foi anunciada ontem por Sérgio Penna, chefe de gabinete da Presidência e responsável pelo andamento da comissão. De acordo com Penna, o diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, concordou com a regra. Não foi estabelecida ainda a data para a norma entrar em vigor.

Apesar do esforço do Senado, a Casa não está livre do nepotismo. A comissão trabalhou apenas em cima dos nomes apresentados pelos gabinetes e não realizou uma varredura independente. “O trabalho está encerrado. Se houver alguma omissão por dolo haverá um processo administrativo”, disse Penna. Na prática, os atos das duas Casas se equivalem. Ambas se debruçaram sobre os casos mais aparentes. A diferença é que Garibaldi abraçou o desgaste político ao admitir que o nepotismo fazia parte da rotina do Senado e Chinaglia preferiu esquivar-se.