539 em "cana"

Foto: J. Batista









Val-André Mutran (Brasília) - Em primeiro plano, aparece o coordenador da Polícia Legislativa Federal Normando Fernandes que passa bem na UTI do hospital Santa Lúcia, em Brasília, após ser agredido por manifestantes.
Fernandes tentou, sem sucesso com seus colegas de trabalho, impedir a entrada dos manifestantes do MSLT na Câmara dos Deputados ontem a tarde. O servidor foi atingido na cabeça por um paralelepípedo atirado por um dos manifestantes já indentificado e preso.
O crime praticado pelo grupo (ao todo foram 539 prisões) é inafiançável. Todos devem ser transferidos após exame de corpo de delito ao presídio da Papuda.

Nenhum comentário: