Ações da Vale em queda após anúncio de compra da Inco

Vale cai em reação a notícia de Anglo American

Mais uma compra, mais uma reação em queda das ações. O jornal britânico The Observer, na edição desta semana, afirma que a gigante de mineração Anglo American PLC é alvo de uma oferta de US$ 80 bilhões por concorrentes. Citando fontes da City londrina, o jornal diz que a Vale do Rio Doce, a Xstrata PLC e a Rio Tinto PLC estariam estudando uma possível oferta por partes da Anglo American e teriam contratado um consultor financeiro para uma aproximação com a empresa.

Ainda nessa manhã, uma fonte próxima ao assunto disse à Dow Jones que a Vale não está preparando a oferta pela Anglo American. Por enquanto, ainda não há posicionamento oficial da mineradora, mas suas ações já reagem em queda à novidade. Às 11h01, as ações PNA recuavam 0,22%, a R$ 41,36. Na mínima do dia, as ações chegaram a R$ 41,12. Vale ON cai 1,45, a R$ 47,65%. Na mínima, no início do pregão, os papéis foram negociados a R$ 47,50.

As ações da Vale do Rio Doce vêm sendo pressionadas desde que a companhia anunciou a intenção de comprar a mineradora canadense de níquel Inco. O negócio foi considerado ótimo por analistas, mas os papéis caíram com receios em relação ao aumento da dívida da companhia.

É importante lembrar que hoje há vencimento de opções sobre ações e a Vale do Rio Doce é a terceira ação mais negociada nesse âmbito.

Às 11h05, o Ibovespa estava em baixa de 1,04%, aos 37.161 pontos. O volume financeiro na primeira hora de negociação é de R$ 577 milhões, projetado para o final do pregão um giro financeiro de R$ 3,46 bilhões.


Fonte: Agência Estado

Nenhum comentário: