10 milhões de fantasmas aptos à votar

É isso mesmo, dez milhões de fantasmas votarão em 1 de outubro. A informação leva-nos crer que está em curso a maior fraude eleitoral de todos os tempos.

Brasil tem 10 milhões de eleitores fantasmas, diz ex-ministro do TSE
SILVANA DE FREITAS
da Folha de S.Paulo, em Brasília


Dez milhões dos 125,9 milhões de eleitores convocados para votar em 1º de outubro (8%) são pessoas inexistentes, segundo estimativa do ex-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Carlos Velloso.
Desatualizado, o cadastro nacional de eleitores, de 20 anos atrás, pode favorecer um tipo de fraude em que uma pessoa mostra o título de eleitor inexistente para votar duas vezes.

O atual presidente do TSE, ministro Marco Aurélio de Mello, descarta essa possibilidade. "Não podemos raciocinar pelo excepcional, imaginando que a maioria é salafrário e que cederá o título para outro votar ou que títulos serão surrupiados. É o absurdo, o teratológico."
Velloso e o professor e pesquisador do Iuperj (Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro) Jairo Nicolau dizem que pode haver fraudes, mas consideram o risco irrelevante.

Leia mais aqui.

Nenhum comentário: