As candidatas do SPAM

Enquanto a candidata Solange Amaral, postulante pelo DEM no Rio, apela para Spam´s, sua colega de Belém, Valéria Pires Franco segue a mesma cartilha do mal exemplo e faz propaganda não autorizada em e-mail´s, cujos titulares não autorizaram o recebimento das mensagens, o que é caracterizado como crime eleitoral.

Candidata do prefeito manda spam eleitoral para servidores municipais


Alessandra Duarte (Correio Braziliense)

Em e-mail, Solange Amaral promete ampliar benefícios da categoria

Na busca pelo voto do servidor municipal, a candidata Solange Amaral (DEM), aliada do prefeito Cesar Maia, tem mandado e-mails para funcionários da prefeitura, ativos e aposentados, sem a autorização deles, o que pode ser considerado propaganda irregular, além de uso da máquina pública, ambos crimes eleitorais. Enviada ao e-mail particular dos servidores, a mensagem é uma carta na qual Solange se dirige aos servidores da prefeitura prometendo benefícios, como ampliação do plano de saúde do servidor para seus dependentes.

Intitulado "Respeito ao servidor público", o e-mail de Solange diz que, "no Rio de Janeiro, o servidor público municipal é muito bem tratado". A mensagem aproveita para criticar os governos estadual e federal: "As outras esferas de governo maltratam seus funcionários", afirma Solange na mensagem, que termina com sua assinatura e a frase "Cesar Maia vota Solange".

Exatamente a mesma prática incorre a candidata do DEM em Belém. Envia e-mail´s para pessoas que não pediram informação de sua campanha o que caracteriza crime eleitoral.

Os concorrentes prejudicados podem formular uma denúncia ao procurador eleitoral e será batata!
Aliás! Qualquer cidadão pode fazê-la.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pobre Belém, ou vai pras mãos finas, delicadas mas sedentas do Casal Vic ou ficará sob a batuta do Dr. DUDUende...