Filho de ministro do TCU intermediou doações

Pego em escutas telefônicas autorizadas pela justiça no denserolar da Operação Castelos de Areia, um dos bagrinhos do tubarão Paulo Skaf que quer disputar o governo de São Paulo em 2010 e tenta costurar uma base partidária forte, está em maus lençóis.
O peixinho, não tão pequeno assim, é o diretor de Relações Institucionais da Fiesp em Brasília, uma designação pomposa para lobbista profissional ― a atividade verdadeira ― do elemento Luiz Henrique Maia Bezerra, que vem a ser filho do ex-senador Valmir Campelo Bezerra (DEM-DF). Campelo é ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), encarregado de fiscalizar contratos do governo federal com grandes empreiteiras, como a Camargo Corrêa, e empresas filiadas à Fiesp.

Um comentário:

Anônimo disse...

Quando se diz que está tudo dominado naquela letra musical, é porque está mesmo. E gente sem a menor sencibilidade carreando recursos públicos para atividades políticas.
Com tanto por se fazer nesse pais que falta tudo Educação, Saúde, Lazer, Emprego entre tantos outros.Que berço é esse que essa gente veio é trabalhei como voluntário no programa amigo da escola e tinha um monte de coisa que poderia levar embora pra casa e ninquem daria conta disso. Não tinha e não tenho coragem de fazer isso sabendo dá dificuldade das escolas públicas sou um moralista exarcebado não senhores é que tenho vergonha na cara. Solução pra isso tem e qual é , pra mim não resta a menor dúvida cercar brasília e exigir uma reforma Legislativa, Judiciária e Executiva pra Já. Sem baderna e de uma forma Democrática porque essa Democrácia que nós conquistamos custou muitas vidas e sofrimentos as famílias brasileiras .