Relator apresentará proposta alternativa para o fator previdenciário

O relator do Projeto de Lei 3299/08, do Senado, deputado Pepe Vargas (PT-RS), afirmou que vai alterar a proposta para excluir o fim puro e simples do fator previdenciário, apesar da pressão da maior parte das centrais sindicais que participaram da audiência pública desta terça-feira para discutir o assunto na Comissão de Finanças e Tributação.
"Se ficar absolutamente claro que o presidente Lula vai vetar a proposta, eu prefiro apresentar uma proposta alternativa negociada com o governo que melhore a condição do trabalhador", disse.
Vargas elogiou o fator 95/85, que dá direito a aposentadoria integral a quem alcançar a soma da idade com o tempo mínimo de contribuição (35 para homens e 30 para mulheres), chegando ao total de 95 para os homens e 85 para as mulheres. "É lógico que o fim do fator previdenciário é melhor que o fator 95/85. É mais vantajoso para o trabalhador que o sistema atual".
A audiência pública encerrou-se há pouco.

Um comentário:

Anônimo disse...

porque só aposentadoria integral têm que pagar o rombo da previdência,todo mundo que aposenta s/ contribuição recebe o teto normal e quem mais tempo contribui recebe menos ou têm que aposentar nas vespera da morte é melhor criar um desconto p/ todos pagar pela manutenção do sistema e não sacrificar meia dúzia, do jeito que voces estão fazendo só aumanta aposentaria p/ invalidez