Merenda de qualidade para os estudantes de Marabá

Marabá ganha alimentação escolar

Mais de 50 mil alunos das escolas públicas municipais ganharam um reforço em sua alimentação desde a última segunda-feira, dia 17. O prefeito Maurino Magalhães (PR) lançou a aguardada refeição escolar, que passa a contemplar milhares de crianças de baixa renda, muitas das quais têm no alimento servido na escola a principal refeição.

A Empresa Brasileira de Alimentação Escolar Ltda. começou a fornecer a refeição para 85 escolas da zona urbana e a cerimônia de lançamento aconteceu na escola Irmã Theodora, no bairro Liberdade, centro de um dos núcleos mais carentes de Marabá.

Logo no início da cerimônia, o prefeito e colocaram luvas nas mãos para servir, simbolicamente, os estudantes da escola Irmã Theodora. No cardápio do primeiro dia, eles foram surpreendidos com arroz, frango, cenoura, farofa e uma maçã como sobremesa.

De lá, todos seguiram para o ginásio da escola, onde as autoridades discursaram e reconheceram a importância do projeto do prefeito Maurino em se preocupar com a qualidade da alimentação dos estudantes.

Em seu discurso, o prefeito Maurino Magalhães disse que a refeição passa a estimular o aluno a ir à escola, assim como permanecer em sala de aula, diminuindo a evasão. “Queremos diminuir o número de crianças nas ruas e melhorar o aprendizado escolar, elevando o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do município. A Educação Infantil terá almoço e café da manhã. A criança bem nutrida adoece menos e aprende mais”.

Ao agradecer o apoio dos políticos presentes ao lançamento da refeição escolar, Maurino reconheceu as dificuldades que teve de enfrentar para dar seguimento a seu projeto, que começou durante a campanha eleitoral. “Todo mundo era contra, mas fui conversar com o povo, e foi com eles que encontrei forças para implantar a refeição escolar”, revelou.

Neste primeiro momento, a refeição será servida apenas nas escolas da zona urbana. A zona rural será beneficiada numa segunda etapa, que ainda não tem data definida. “Na zona urbana o problema maior é a falta de alimento para muitos alunos. Já na área rural, a maior dificuldade, geralmente, é a distância entre as comunidades e as escolas. Por isso, esses alunos também precisam se alimentar bem, para suportar as longas caminhadas que, às vezes, chegam até a 20 quilômetros”, lembrou Maurino, que morou na zona rural.

O secretário de Educação Ney Calandrini, pediu apoio de todos os profissionais da educação para que o novo modelo de refeição nas escolas dê certo. Ele avaliou que o programa de refeição nas escolas é um marco importante na história educacional do município, que vai ajudar no combate a evasão escolar e a fome. Além disso, ressaltou, representa uma forma de combate à desnutrição, pois a alimentação é balanceada com frutas, verduras, legumes e carnes, formando um cardápio balanceado.

Gustavo Guerra, vice-presidente da EB Alimentação Escolar Ltda. foi sucinto em suas palavras, mas prometeu que a equipe que vai gerir a refeição para os estudantes da rede municipal irá se empenhar ao máximo para oferecer o melhor a cada dia. “Vamos fazer valer a pena esse serviço para a comunidade”, destacou.

Prefeito Maurino se emociona ao falar do projeto inovador

Secretário Ney: “Queremos apoio ao novo modelo de refeição”

A nova refeição atrai alunos nas escolas municipais da zona urbana

Con informações da ASCOM/PMM

4 comentários:

Bia disse...

Bom dia, caro Val:

desde a posse do Maurino, mantenho-me quieta, pois sabia que veríamos uma explosão de preconceito, acima de qualquer objetividade ou justa indignação.

Ler essa matéria me deixa feliz. Maurino é o que sempre foi: um menino dentro de um homem, que não esquece seu passado e suas agruras.

Que tudo dê certo para Marabá.

Um abraço, Val.

Val-André Mutran disse...

Pensamos, então, que ele segue no caminho certo, após as "derrapadas" do início do Governo.

Estou torcendo Adelina para o sucesso de sua administração.

Tiago disse...

Caro Val, é muito importante lembrar que a merenda escolar de Marabá já era consagrada e o prefeito anterior já havia recebido prêmio em caráter Nacional, mais isto não justifica reconhecer o avanço desta gestão. Quando o foco do planejamento se volta para a criança demnostra que o cidadão de amanhã está sendo formado, tranformado. Torcemos para que o foco seja, planejar, organizar e manter o bom nível de projetos.

Val-André Mutran disse...

É isso ai Tiago, no entanto, tenho em minhas um documentário que rebate sua afirmação de que a Merenda Escolar da administração Tião Miranda era de qualidade.
Você ficaria horrorizado se visse as reias condições - sem maquiagem para inglês ver - das cozinhas, panelas, utensílios e condições de armazenamento e higiene da malfada merenda escolar do Tião. Coisa que nem detento merece.