Paim promete ir "às últimas consequências" por aposentados

Governo, centrais sindicais e entidades que representam os aposentados voltam a se reunir nesta segunda-feira em Brasília para tentar um acordo.

Coletiva do senador Paulo Paim com José Luiz Azanbuja - Arivaldo Chaves

Coletiva do senador Paulo Paim com José Luiz Azanbuja
Foto:Arivaldo Chaves

Caio Cigana, Especial

Autor de quatro propostas em favor do aposentados que ganham mais de um salário mínimo, o senador Paulo Paim (PT) disse na tarde deste sábado em Porto Alegre que não pensa em deixar a sigla em função da disputa com o governo em torno do tema, mas não abre mão de suas convicções por pressão partidária ou solidariedade ao Palácio do Planalto.

— Vou levar às últimas consequências esta luta. Espero que o partido entenda isto — disse o senador, pedindo para a sua posição não ser interpretada como uma ameaça ao PT.

Governo, centrais sindicais e entidades que representam os aposentados voltam a se reunir nesta segunda-feira em Brasília para tentar um acordo. No último encontro, o governo pediu que os aposentados abrissem mão dos quatro projetos do senador Paim para, em um segundo momento, apresentar uma proposta de reajuste acima da inflação para os benefícios em 2010. A posição do governo foi rechaçada. Segundo Paim, deputados que representam o governo com quem conversou na sexta-feira se comprometeram a tentar convencer os ministros envolvidos na negociação a apresentarem uma proposta concreta na reunião desta segunda-feira. Caso persista o impasse, os projetos podem ser votados na Câmara, onde Paim diz ter certeza da vitória.

— Se a Câmara aprovar e o Lula vetar, será um desastre para a campanha presidencial — alerta.

Os projetos de Paim recuperam perdas passadas das aposentadorias, vinculam o reajuste dos benefícios ao salário mínimo e extinguem o chamado fator previdenciário.

9 comentários:

Anônimo disse...

Me parece que a intencao do governo é fazer com que todos os aposentados do país passem a receber só um salario minimo. Entao pra que assinar na carteira de trabalho mais de 1 salario minimo?, Pra que serve esse desconto se na hora de aposentar aposenta com 3 e no final só recebe um salario?

Anônimo disse...

Aqueles que detem o poder se esquecem de que amanhã serão pó na terra : FHC, Lula, etc. Quando empreendem campanhas eleitorais prometem mundos e fundos e quando chegam ao poder a história muda. Mas Deus é muito inteligente. Certamente, não deixará impune os maquiavélicos, felizmente. Recolhi INSS sôbre o teto máximo, quero receber sôbre o teto máximo. Diminuam o que ganham e parem de desviar o dinheiro da Previdência Social, certamente sobrará dinheiro para o pagamento justo das minguadas aposentadorias. Na verdade gostaria, se tivesse oportunidade de falar isto diretamente para o presidente, olhar nos seus olhos e ver sua cara. Sr. Presidente, dê-nos o justo e não venha falar que o INSS tem rombo, a história é a mesmo dos tempos do FHC.

Geraldo de Azevedo disse...

Aposentados, deem sua resposta nas urnas, NÂO VOTEM

Roliveira disse...

A Previdência não tem rombo. Arrombam a Previdência. As colocações parecem sinônimas mas, ao contrário são estritamente diferentes. Essa cantilena do Governo já está velha e surrada, ninguém aguenta mais. Sejam justos, honestos e probos que terão o dinheiro para socorrer os aposentados e pensionistas em estados vexatórios.

Sebastião disse...

Senhores deputados com todo respeito. Só umas perguntinhas. De fato a lei aqui no Brasil prevê igualdade a todos os cidadãos, está de fato ocorrendo? Porque então para os políticos e alguns outros seguimentos não tem fator previdenciário? Porque os políticos em pouquissimos tempos e independente de suas idades se aposentam, não tem idade mínima e muito menos que trabalhar por 35 anos? E a mais importante agora. Porque quando entra PL. na Câmara que favorece os políticos e no seguinta seguinte a lei está pronta, e prá nós, daqui da sociedade, cidadão comum, pagados dos impostos, que eustentamos o país, contribuimos ao INSS por 35 anos, qdo reivindicamos oque nosso de direito e de fato, ficam enrolando tanto? Gostaria que algum deputado viesse aqui neste blog e me respondesse. Muito agrigado.

Anônimo disse...

Precisamos responder nas Urnas.

Gerson disse...

Sou mais um dos futuros aposentados. Mais antes de completar meus 35 anos de contribuição, estou sendo demitido da empresa que trabalho, faltando apenas um ano para contar 35. Lula votei em ti em todas as eleições. Hoje tenho nojo do presidente do Brasil. Vou, no boca a boca, fazer campanha contra a Dilma. Espero que esse povo humilde e sofrido me escute. O Brasil precisa de gente melhor que voces para governar. So quem atinge idade alta e quem tem dinheiro para comer bem e ter uma boa previdencia. Pobre morre aos 60 anos. Pois esse sus que ta ai tambem é uma porcaria.
Revoltado. Gerson Vasconcelos

Anônimo disse...

Senador Paim,

Nos os aposentados todos devem dar o troco nesta eleição, vamos sómente escolher quen luta por nós.
Agora pessoal por favor VAMOS CUMPRIR ESSA PROMESSA.

Stefan Zakowski
Szakowsk@bol.com.br

Anônimo disse...

Stefan, minha família e eu damos nossa palavra (essa vale, não é podre igual a do Lula) que Dilma, Henrique Fontana e cachorrinhos estão mortos, inclusive o Temer. Esperamos que nenhum candidato descente, se existe algum, tenha Temer como vice, pois será crucificado junto.