Reajuste dos aposentados é acertado, mas índices não agradam

Previdência Social

BRASÍLIA - Os representantes do governo e das centrais sindicais acertaram ontem o reajuste para os aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário mínimo, a partir de janeiro de 2010. Com o aval do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o aumento será calculado com base na inflação acumulada, usando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mais 50% do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo ano anterior - mesmo sistema usado para o reajuste do salário mínimo. O projeto será encaminhado agora para apreciação do Congresso Nacional.

A expectativa é de que os aposentados tenham um ganho real de 6%. O impacto do reajuste nos cofres públicos deve chegar a cerca de R$ 3 bilhões no próximo ano, de acordo com o ministro da Previdência Social, José Pimentel.

A fórmula será usada também para calcular o aumento das aposentadorias e pensões acima do piso salarial, a partir de janeiro de 2011. Perguntado sobre a possibilidade do PIB deste ano ser nulo e assim não haver aumento em 2011, Pimentel respondeu "que todos os indicadores demonstram que haverá crescimento real em 2009".

De acordo com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci, o presidente Lula avalizou o acordo e disse que os aposentados com benefício acima do mínimo ajudam a mover a economia. São mais de 8 milhões de pessoas atendidas.

Em contrapartida ao aumento acertado, as principais centrais sindicais se comprometeram a apoiar a apresentação de um substitutivo a diversos projetos de lei, que tramitam no Legislativo, sobre a recomposição salarial dos aposentados e uma política permanente de reajuste para a categoria.

Entre eles, o projeto que prevê a aplicação do fator previdenciário para o trabalhador que se aposentar mais cedo e, assim, receberá o benefício menor.
Já o trabalhador que quiser esperar mais tempo, o benefício será calculado com base na soma da idade do empregado mais o período de contribuição previdenciária. A troca dessa proposta pelo substitutivo não contou com a aprovação de todos os sindicalistas, como a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

O governo aceitou computar o período em que o trabalhador estiver recebendo o seguro-desemprego como tempo de contribuição para a futura aposentadoria e estipular uma regra para impedir a demissão dos trabalhadores que estiver a um ano da aposentadoria - propostas apresentadas um dia antes pelos sindicalistas.

"A contagem do tempo no seguro-desemprego favorece as pessoas mais afetadas pela alta rotatividade da mão de obra", afirmou Artur Henrique dos Santos, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Participaram da reunião as lideranças da CUT, Força Sindical, UGT e o líder do PT na Câmara, Henrique Fontana (RS).
(Agência Brasil)

10 comentários:

Anônimo disse...

MUITO ENGRAÇADO MESMO. O QUE TEM A VER AS CENTRAIS SINDICAIS COM OS APOSENTADOS E FUTUROS APOSENTADOS??
NADA, OBVIAMENTE. SOMENTE A COBAP TEM LEGITIMIDADE PARA NEGOCIAR A PROPOSTA DO EXECUTIVO E PARA NÃO ACEITAR A RETIRADA DE NENHUM PROJETO DE LEI QUE RETIRE BENEFÍCIOS DOS APOSENTADOS E FUTUROS. A "NEGOCIAÇÃO" QUE ACONTECEU FOI UM TEATRO.

Anônimo disse...

SOMENTE A COBAP TEM LEGITIMADE PARA NEGOCIAR COM O EXECUTIVO.
FORA CENTRAIS SINDICAIS, PELEGOS DO GOVERNO LULA.
FORA PEPE, FORA HENRIQUE FONTANA.
OS APOSENTADOS EXIGEM A PLENITUDE DOS DIREITOS DEMOCRÁTICOS SEM TEATROS QUE "TENTAM" ENGANAR TODO O POVO BRASILEIRO.
EXIGIMOS O ANDAMENTO LEGAL E LEGITIMO DOS PL'S DE NOSSO INTERESSE.
NÃO TRANQUEM NOSSOS PROJETOS DE LEI NAS COMIÇÕES COMO VOCÊS ESTÃO FAZENDO HOJE.
VOCÊS ESTÃO TRABALHANDO À CABRESTO DO EXECUTIVO. ESTÃO QUEIMANDO O FILME DE VOCÊS E NÃO CONSEGUIR MUDAR O RUMO, DE DIREITO, DOS NOSSOS PL'S.

Anônimo disse...

O REAJUSTE DOS APOSENTADOS NÃO FOI ACERTADO COISA NENHUMA. AS CENTRAIS SINDICAIS NÃO TEM LEGITIMIDADE PARA FAZER O QUE TENTARAM FAZER, PREJUDICANDO TODOS OS BRASILEIROS DEFINITIVAMENTE.

ESSE ASSUNTO SÓ PODE SER RESOLVIDO EM PLENÁRIO COM A VOTAÇÃO ABERTA DOS 20 PROJETOS DE LEI QUE OS DEP.PEPE E HENRIQUE QUEREM RETIRAR DE VOTAÇÃO.

JOSE LUIZ DOS SANTOS disse...

Não concordo com esta proposta ela não representa a vontade dos aposentados, as centrais sindicais representam uma parte dos interessados e não no seu todo,por isso é que os projetos de leis,bem como o veto do sr. Lula que estão engavetados pelo deputado Michael Temer deverão serem votados, aí sim representará a vontade do povo,porque fomos nós que colocamos esses deputados lá para falar por nós,(SERÁ QUE ESTOU ERRADO?)

Anônimo disse...

As centrais sindicais não representam os aposentados. Esse acordo não vale nada e os que na mesa estavam sabem muito bem. Mais uma palhaçada do Henrique Fontana, L. Dulci, Ministro Cachorrinho do Lula, e outros.

Anônimo disse...

Parece-nos que a maluquês que tomou conta da reunião entre o governo federal, as centrais sindicais e os representantes dos pensionistas e aposentados, mandou as nossas esperanças para as profundezas do inferno.Deram-nos uma balinha para adoçar nossas bocas e em compensação fecharam acordo sobre o fator previdenciário apenas incluindo nele a formula mágica 85/95, formula essa que, certamente vai continuar surrupiando ( roubando ) nossos direitos conquistados.Foi um encontro de pessoas preparadas para concretizar as ordens mirabolantes e covardes determinadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é - SIFU o aposentado e pensionista. Fizeram parte desse encontro que, diria eu,fatídico, o deputado Pepe Vargas PT/RS, Luiz Dulci da secretaria geral da presidência, José Pimentel ministro da Previdência, Sr. Artur Henrique presidente da CUT, Paulo Pereira da Silva presidente da Força Sindical ( aquele da ONG). Sr. João Batista Inocentini presidente do sindicato dos aposentados, que teve a coragem de dizer que o acordo foi ótimo. Aprova de que tudo já estava acertado ficou por conta do não comparecimento do presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados ( Cobap ), Warley Martins que, mesmo ausente, afirmou: " A entidade respeitará a decisão das Federações". E a turma do farinha pouca, meu pirão primeiro. Acorda aposentado. É um grupo preparado para nos fazer de palhaços ou idiotas. A pergunta que fica é essa "Será que o senador Paulo Paim desconhecia esses picaretas que ganham para fazer o que Lula manda, sem medir consequências?" Acorda estudante brasileiro. Um dia vocês tiraram o Collor. Vocês podem.Somos perto de 25 milhões de famílias de aposentados precisando de sua ajuda. A única coisa que nos resta nesse momento, é sair gritando pelas ruas : Fora Lula e seus capachos..



Leônidas Marques

Anônimo disse...

Parece-nos que a maluquês que tomou conta da reunião entre o governo federal, as centrais sindicais e os representantes dos pensionistas e aposentados, mandou as nossas esperanças para as profundezas do inferno.Deram-nos uma balinha para adoçar nossas bocas e em compensação fecharam acordo sobre o fator previdenciário apenas incluindo nele a formula mágica 85/95, formula essa que, certamente vai continuar surrupiando ( roubando ) nossos direitos conquistados.Foi um encontro de pessoas preparadas para concretizar as ordens mirabolantes e covardes determinadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é - SIFU o aposentado e pensionista. Fizeram parte desse encontro que, diria eu,fatídico, o deputado Pepe Vargas PT/RS, Luiz Dulci da secretaria geral da presidência, José Pimentel ministro da Previdência, Sr. Artur Henrique presidente da CUT, Paulo Pereira da Silva presidente da Força Sindical ( aquele da ONG). Sr. João Batista Inocentini presidente do sindicato dos aposentados, que teve a coragem de dizer que o acordo foi ótimo. Aprova de que tudo já estava acertado ficou por conta do não comparecimento do presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados ( Cobap ), Warley Martins que, mesmo ausente, afirmou: " A entidade respeitará a decisão das Federações". E a turma do farinha pouca, meu pirão primeiro. Acorda aposentado. É um grupo preparado para nos fazer de palhaços ou idiotas. A pergunta que fica é essa "Será que o senador Paulo Paim desconhecia esses picaretas que ganham para fazer o que Lula manda, sem medir consequências?" Acorda estudante brasileiro. Um dia vocês tiraram o Collor. Vocês podem.Somos perto de 25 milhões de famílias de aposentados precisando de sua ajuda. A única coisa que nos resta nesse momento, é sair gritando pelas ruas : Fora Lula e seus capachos..



Leônidas Marques

Anônimo disse...

Prezados(as) Senhores(as) internautas, tenho lido vossa indignação nas seções de “Opinião do Leitor”, Orkuts, Sites, etc,.. comungo em gênero, número e grau aos vossos reclamos e me uno à vossa revolta e não concordância das contínuas ações contrárias às expectativas do povo brasileiro. Em suma do eleitor que exige respeito, tem opinião e quer o seu bolso preservado e protegido de assaltos de qualquer natureza. Precisamos iniciar uma “Corrente da Dignidade”, a começar defendendo nossos pais, mães, avós, avôs, que depois de 35 anos ou muito mais se aposentarem com 10 salários mínimos. Após cinco anos, êles estarão reduzidos a 5 salários mínimos e depois de dez anos estarão recebendo 1 salário mínimo. Vamos começar defendendo os nossos ascendentes pois assim estaremos defendendo também os nossos filhos e a nós próprios. Vamos limpar as sujeiras desta nação. Sugiro que divulguem as informações abaixo:
MANIFESTO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS
1 - SOMOS A FAVOR DOS REAJUSTES DOS NOSSOS SALÁRIOS SEM CORTES. NÃO, AO FATOR PREVIDENCIÁRIO.
2-NÃO À CORRUPÇÃO, ÀS PROPINAS, À EVASÃO DE DIVISAS, ÀS IMPRO BIDADES DE TODOS OS TIPOS, VEICULADAS PELA MIDIA HÁ ANOS.
3 - A PREVIDÊNCIA TEM UM CRÉDITO A RECEBER DE R$ 300 BILHÕES.
3.1 - HÁ DESVIOS DE R$ 17 BILHÕES DA PREVIDÊNCIA, PARA QUEM NUNCA RECOLHEU, ENTIDADES FILANTRÓPICAS, EXPORTADORES RURAIS, PRODUTORES DE INFORMÁTICA E MICROEMPRESÁRIOS, BEM COMO SUBSÍDIOS AOS APOSENTADOS RURAIS E AUTÔNOMOS.
4 - “ESTE É O ROMBO DA PREVIDÊNCIA”???, USURPARAM OS NOSSOS RECURSOS PARA CONSTRUIR BRASÍLIA, A CSN, A PONTE RIO NITERÓI, A BELÉM BRASÍLIA, ITAIPU, TRANSAMAZÔNICA, ETC.. DEVOLVAM O DINHEIRO DOS APOSENTADOS AOS COFRES DA PREVIDÊNCIA.
4.1 - BASTA ÀS CÂMARAS DE GÁS ECONÔMICAS, NOS ASFIXIANDO. NOS FALTA COMIDA, REMÉDIOS, HOSPITAIS, ETC. GENOCÍDIO, NÃO. BASTA A SENZALA ECONÔMICA, QUE NOS MANTÉM ACORRENTADOS. ESCRAVIDÃO GERIATRICA, NÃO.
4.2 - CARAJÁS, NUNCA MAIS. ENTRETANTO MILHARES DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS SÃO MORTOS DIARIAMENTE, POR LHE TIRAREM AS CONDIÇÕES MÍNIMAS DE SOBREVIVÊNCIA.
“MOVIMENTO BRANCO”
É chegada a hora de um movimento nacional, vamos demonstrar nossa revolta e exigir os nossos direitos pacificamente. Sabemos que devido a falta de recursos financeiros, saúde e sem retaguarda política, o aposentado, o pensionista, não tem condições de sair às ruas, nas estradas, fazer acampamentos, passeatas em frente das Prefeituras, invadir entidades públicas e privadas, etc. Por estes motivos conclamamos um movimento que cubra os nossos direitos, acima descritos, divulgando que somos a favor, da ética, da ordem e da moral. Vamos implementar, o “Movimento Branco”, através de atitudes simples, boas, baratas e eficientes. Por exemplo, vamos colocar uma fita branca no nosso punho, na antena, no espelho do carro, na lapela e na manga do paletó. Ainda nos nossos aniversários soltar balões brancos, já imaginaram que bonito 60 balões brancos ou mais no céu? ..... ou quando passearmos com os nossos netos eles segurarão na mãozinha um balão branco. Nos churrascos vamos usar no pescoço um lenço branco, “tchê”. Vamos colocar uma bandeira branca na janela da casa ou do apartamento e assim por diante. Vamos colorir o Brasil inteiro de branco, igual a cor dos nossos cabelos, exigindo o que é nosso por direito e basta a tudo que possa nos prejudicar. Quem ainda não se aposentou um dia vai se aposentar. Bolsa para todos os excluídos mas não com o bolso do aposentado. Portanto, continuaremos o “MOVIMENTO BRANCO” até atingirmos os nossos objetivos ATRAVÉS DO VOTO. Milhões de aposentados, pensionistas, e seus familiares, avós,avôs, mães, pais, filhas(os) ,netos (as), estarão protestando, VOTANDO EM BRANCO.
Valério Amichetti – vamichetti@uol.com.br – 13/07/2009

luis antonio disse...

o lula devia chamar as centrais sindicais para decidir sobre o aumento dele,e não do nosso nessas centrais só tem mau intencionado,o
que não serve para decidir sobre questão que envolve aposentados,ele
sabe,ele é do meio,e é justamente
por isso que ele inventa essas enroladas para acabar com os aposen
tados pensando qua não valemos mais
nada,mas temos nosso voto que ele
pode precisar para eleger seus cama
radas,ele quer transformar o brasil
numa cuba,só espero que o povo brasileiro acordem antes que seja tarde.

Anônimo disse...

ESTÁ MAIS UMA VEZ CONSTATADO QUE SOMOS UNS PALHAÇOS AOS OLHOS DO GOVERNO E SEUS COMPARSAS. QUE ACORDO QUE HOUVE SOBRE O REAJUSTE AOS APOSENTADOS? NÃO HOUVE NADA DE ACORDO, O QUE HOUVE FOI UM TEATRO COM ROTEIRO DETERMINADO. QUE LEGITIMIDADE ESSES CARAS DAS CENTRAIS SINDICAIS TÊM??? ELES NÃO REPRESENTAM OS APOSENTADOS. ELES SÃO PELEGO DO GOVERNO.
UM JOGO DE CARTAS MARCADAS FOI O QUE HOUVE.
QUE PESADELO QUE NÃO TERMINA.
A POPULAÇÃO DEVERIA SE LEVANTAR NUMA REVOLUÇÃO BRANCA E EXIGIR UM FIM NESTA ROUBALHEIRA E SACANAGEM DO GOVERNO.
E OS TANTOS E TANTOS MILHÕES DESVIADOS DA PREVIDÊNCIA??? NADA É FALADO A RESPEITO? NÃO FALAM POR QUE QUEREM CONTINUAR ESTA MARACUTAIA.
QUE VERGONHA ESSE BRASIL POLITICO.
NÃO SOMOS, DEFINITIVAMENTE, CIDADÃOS, SOMOS APENAS CONTRIBUINTES PARA ESTA QUADRILHA DE POLÍTICOS FAZEREM O QUE BEM DESEJAREM... NÃO DÁ NADA MESMO!!!
AS SAÍDAS SÃO DUAS (PARA QUEM TEM SAUDE): GALEÃO E CUMBICA.
JOSE ANTONIO, APOSENTADO E DESAPONTADO.